Ana RicardoAna Ricardo
11
PPREVENÇÃO DAREVENÇÃO DA CCORROSÃO EORROSÃO E PPINTURA DEINTURA DE AAERONAVESERONAVES
Ana RicardoAna Ricardo
22
CONTEÚDOCONTEÚDO
ddefinição daefinição da ccorrosãoorrosão
ccausas daausas da ccorrosãoorrosão
p...
Ana RicardoAna Ricardo
33
ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ?
... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ...
degr...
Ana RicardoAna Ricardo
44
ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ?
... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ...
exem...
Ana RicardoAna Ricardo
55
ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ?
... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ...
exem...
Ana RicardoAna Ricardo
66
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p......
Ana RicardoAna Ricardo
77
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p......
Ana RicardoAna Ricardo
88
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p......
Ana RicardoAna Ricardo
99
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p......
Ana RicardoAna Ricardo
1010
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p....
Ana RicardoAna Ricardo
1111
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p....
Ana RicardoAna Ricardo
1212
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p....
Ana RicardoAna Ricardo
1313
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p....
Ana RicardoAna Ricardo
1414
ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ??
... p....
Ana RicardoAna Ricardo
1515
ccorrosão e suasorrosão e suas ccausasausas
A corrosão é a reacção electroquímica de um metal
...
Ana RicardoAna Ricardo
1616
ccorrosão e suasorrosão e suas ccausasausas
... c... causas daausas da ccorrosãoorrosão .........
Ana RicardoAna Ricardo
1717
ttipos deipos de ccorrosãoorrosão
A corrosão é um efeito electroquímico, que transforma
o meta...
Ana RicardoAna Ricardo
1818
ttipos deipos de ccorrosãoorrosão
Diferentes formas de corrosão podem ter aspectosDiferentes f...
Ana RicardoAna Ricardo
1919
ttipos deipos de ccorrosãoorrosão
... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocaliz...
Ana RicardoAna Ricardo
2020
ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica
Pode ocorrer entre dois metais diferentes ou entrePode oco...
Ana RicardoAna Ricardo
2121
ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
Ana RicardoAna Ricardo
2222
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica
esquemat...
Ana RicardoAna Ricardo
2323
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ssérieérie ggalvânicaalvânica
Similar às Sér...
Ana RicardoAna Ricardo
2424
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ssérie deérie de ppotenciaisotenciais eeléct...
Ana RicardoAna Ricardo
2525
ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular
É um ataque ao limite de grão, ou em áreasÉ um ata...
Ana RicardoAna Ricardo
2626
ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
...
Ana RicardoAna Ricardo
2727
ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular
Algumas ligas de alumínio de alta carga de ruptura...
Ana RicardoAna Ricardo
2828
ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas
É um tipo de corrosão localizada, que ocorre nosÉ um t...
Ana RicardoAna Ricardo
2929
ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas
Não deve ser confundida comNão deve ser confundida com...
Ana RicardoAna Ricardo
3030
ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas
Começa à superfície do material, estendendo-seComeça à...
Ana RicardoAna Ricardo
3131
ccorrosão soborrosão sob ttensãoensão
É provocada pelos efeitos simultâneos da tensão deÉ prov...
Ana RicardoAna Ricardo
3232
ccorrosão soborrosão sob ttensão /ensão / ccorrosão pororrosão por ffadigaadiga
É um caso part...
Ana RicardoAna Ricardo
3333
ccorrosão soborrosão sob ttensãoensão
Cargas estruturais ou operacionais aplicadas exterior-Ca...
Ana RicardoAna Ricardo
3434
ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme
Ocorre em chapas de liga de alumínio comOcorre em chapas d...
Ana RicardoAna Ricardo
3535
ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
Exemplos...
Ana RicardoAna Ricardo
3636
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme
esquemat...
Ana RicardoAna Ricardo
3737
ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica
Denominada, também, como corrosão induzidaDenominada, tamb...
Ana RicardoAna Ricardo
3838
ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
Exemplos:
Ana RicardoAna Ricardo
3939
ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica
Uma grande quantidade de microorganismos, fungosUma grande...
Ana RicardoAna Ricardo
4040
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica
esquemat...
Ana RicardoAna Ricardo
4141
ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste ou ffretagemretagem
É a corrosão rápida que ocorr...
Ana RicardoAna Ricardo
4242
ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste ou ffretagemretagem
... t... tipos deipos de ccor...
Ana RicardoAna Ricardo
4343
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste...
Ana RicardoAna Ricardo
4444
ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliação
É um tipo de corrosão intergranular.É um tipo de...
Ana RicardoAna Ricardo
4545
ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliação
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão .....
Ana RicardoAna Ricardo
4646
... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliaçã...
Ana RicardoAna Ricardo
4747
llocaisocais ppreferenciais para areferenciais para a oocorrência decorrência de ccorrosãoorro...
Ana RicardoAna Ricardo
4848
... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e
iinspecçãonspec...
Ana RicardoAna Ricardo
4949
... s... suaua llocalizaçãoocalização ......
llocaisocais ppreferenciais para areferenciais pa...
Ana RicardoAna Ricardo
5050
... s... suaua llocalizaçãoocalização ......
llocaisocais ppreferenciais para areferenciais pa...
Ana RicardoAna Ricardo
5151
... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e
iinspecçãonspec...
Ana RicardoAna Ricardo
5252
iinspecçãonspecção vvisualisual
É um dos métodos não destrutivos (É um dos métodos não destrut...
Ana RicardoAna Ricardo
5353
iinspecçãonspecção vvisualisual
... i... inspecçãonspecção ......
eendoscópiondoscópio fflexív...
Ana RicardoAna Ricardo
5454
iinspecção pornspecção por llíquidosíquidos ppenetrantesenetrantes
Este tipo de inspecção é ut...
Ana RicardoAna Ricardo
5555
iinspecção pornspecção por llíquidosíquidos ppenetrantesenetrantes
... i... inspecçãonspecção ...
Ana RicardoAna Ricardo
5656
iinspecção pornspecção por uultraltra ssonsons
É um método não destrutivo que recorre à emissã...
Ana RicardoAna Ricardo
5757
iinspecção pornspecção por uultraltra ssonsons
... i... inspecçãonspecção ......
equipamento d...
Ana RicardoAna Ricardo
5858
iinspecção pornspecção por eeddyddy ccorrentesorrentes
É um método não destrutivo, capaz de de...
Ana RicardoAna Ricardo
5959
iinspecção pornspecção por eeddyddy ccorrentesorrentes
... i... inspecçãonspecção ......
métod...
Ana RicardoAna Ricardo
6060
iinspecção pornspecção por rraios-aios-xx
Os raios X são ondas electromagnéticas que penetram ...
Ana RicardoAna Ricardo
6161
iinspecção pornspecção por rraios-aios-XX
Raios XRaios X
Imagem de raios X de elevadaImagem de...
Ana RicardoAna Ricardo
6262
... r... reparação,eparação, pprotecção erotecção e pprevenção darevenção da
ccorrosãoorrosão ...
Ana RicardoAna Ricardo
6363
... r... reparação,eparação, pprotecção erotecção e pprevenção darevenção da
ccorrosãoorrosão ...
Ana RicardoAna Ricardo
6464
... r... reparaçãoeparação ......
pprocedimentos derocedimentos de rremoção daemoção da ccorro...
Ana RicardoAna Ricardo
6565
... r... reparaçãoeparação ......
ttécnicas deécnicas de rremoção daemoção da ccorrosãoorrosão...
Ana RicardoAna Ricardo
6666
... r... reparaçãoeparação ......
fferramentas para aerramentas para a rremoção daemoção da cc...
Ana RicardoAna Ricardo
6767
... r... reparaçãoeparação ......
rrestauro daestauro da pprotecçãorotecção ssuperficialuperfi...
Ana RicardoAna Ricardo
6868
... r... reparaçãoeparação ......
ppré-ré-ttratamentoratamento
É, por definição, o tratamento ...
Ana RicardoAna Ricardo
6969
... r... reparaçãoeparação ......
ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de AlAl
Ana RicardoAna Ricardo
7070
... r... reparaçãoeparação ......
ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de AçoAço
Ana RicardoAna Ricardo
7171
... r... reparaçãoeparação ......
ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de Aço In...
Ana RicardoAna Ricardo
7272
... r... reparaçãoeparação ......
ppré-ré-ttratamento doratamento do TitânioTitânio
Ana RicardoAna Ricardo
7373
... r... reparaçãoeparação ......
pprimários erimários e ttintasintas
Os primários e as tintas...
Ana RicardoAna Ricardo
7474
... r... reparaçãoeparação ......
rrevestimentosevestimentos eespeciaisspeciais
Os revestiment...
Ana RicardoAna Ricardo
7575
... r... reparaçãoeparação ......
vvedantesedantes
Os vedantes, possuem inúmeras funções no av...
Ana RicardoAna Ricardo
7676
... r... reparaçãoeparação ......
ttratamentos deratamentos de pprotecção derotecção de eeleme...
Ana RicardoAna Ricardo
7777
... r... reparaçãoeparação ......
ssuperfícies emuperfícies em ccontactoontacto
São muitoSão m...
Ana RicardoAna Ricardo
7878
... r... reparaçãoeparação ......
ssuperfícies emuperfícies em ccontactoontacto
Protecção dos ...
Ana RicardoAna Ricardo
7979
... r... reparaçãoeparação ......
emem rresumoesumo
A construção da protecção não é a mesma em...
Ana RicardoAna Ricardo
8080
... r... reparaçãoeparação ......
emem rresumoesumo
O PRÉ-TRATAMENTO dos materiais aumenta as ...
Ana RicardoAna Ricardo
8181
... r... reparaçãoeparação ......
emem rresumoesumo
Os COMPOSTOS PREVENTIVOS DA CORROSÃO e REV...
Ana RicardoAna Ricardo
8282
pprevenção darevenção da ccorrosãoorrosão
prevenção da corrosão
é uma das tarefas mais importa...
of 82

Prevenção corrosãopinturaaeronaves00 05-semmat2005

Several aspects corrosion prevention with Aircraft Painting
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Engineering      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Prevenção corrosãopinturaaeronaves00 05-semmat2005

  • 1. Ana RicardoAna Ricardo 11 PPREVENÇÃO DAREVENÇÃO DA CCORROSÃO EORROSÃO E PPINTURA DEINTURA DE AAERONAVESERONAVES
  • 2. Ana RicardoAna Ricardo 22 CONTEÚDOCONTEÚDO ddefinição daefinição da ccorrosãoorrosão ccausas daausas da ccorrosãoorrosão pporque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão iimportante?mportante? ttipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecçãonspecção rreparação,eparação, pprotecção erotecção e pprevenção darevenção da ccorrosãoorrosão bbibliografiaibliografia ppintura deintura de aaeronaveseronaves
  • 3. Ana RicardoAna Ricardo 33 ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ? ... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ... degradação dos materiais devido ao meio em que estão inseridos Corrosão é a destruição de metais (ou ligas metálicas) por efeitos químicos ou electroquímicos. Estes efeitos alteram o metal, levando à formação de compostos químicos diferentes. A resistência estrutural dos materiais em geral, dos equipamentos, dos componentes, e em particular das aeronaves, pode ser afectada. Atenção! Degradação devido a causas puramente físicas, não é corrosão, mas é descrito como erosão, escoriação ou desgaste.
  • 4. Ana RicardoAna Ricardo 44 ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ? ... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ... exemplos: ferrugem num cano em ferro. formação de pátina (patine) numa estátua em bronze. fractura(s) nos tubos dos permutadores de calor de uma central nuclear. deterioração de um filme de tinta. picadas (pitting) em aço inox.
  • 5. Ana RicardoAna Ricardo 55 ccorrosãoorrosão oo qqueue é ?é ? ... d... definição daefinição da ccorrosão ...orrosão ... exemplos:
  • 6. Ana RicardoAna Ricardo 66 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... três razões: custo. segurança. conservação dos recursos.
  • 7. Ana RicardoAna Ricardo 77 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... custo anual da corrosão metálica nos EUA Actualização de 1995 do estudo efectuado em 1975, por Battelle : $350 biliões/ano ou 4,2% do PIB (GNP, Gross National Product), relativamente aos 4,9% registados em 1975. corrosão evitada, pela aplicação de materiais a ela resistentes e tecnologia avançada (adequada) $104 biliões ou seja 35% do total, relativamente aos 40% registados em 1975$104 biliões ou seja 35% do total, relativamente aos 40% registados em 1975.
  • 8. Ana RicardoAna Ricardo 88 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... custo anual da corrosão metálica nos EUA Actualização de 1995 do estudo efectuado em 1975, por Battelle (cont.): Sector de maior importância: corrosão automóvel, $94 biliões
  • 9. Ana RicardoAna Ricardo 99 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... custo anual da corrosão metálica nos EUA Cálculo relativo ao ano de 1998 e extrapolação para Portugal (cont.) Artigo do Caderno Economia do JE de 21.12.2002, relativo a custos directos e indirectos com corrosão, nos EUA em 1998, estimados em 6% do PIB: Declarações da Dra. Elizabete Almeida (INETI), nas 3as Jornadas da Revista Corrosão e Protecção de Materiais, apontam para Portugal (na ausência da tomada de medidas preventivas relativas à corrosão), um custo de 4% do PIB.
  • 10. Ana RicardoAna Ricardo 1010 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... custo anual da corrosão metálica nos EUA Cálculo relativo ao ano de 1998 e extrapolação para Portugal “… Evidência mostra que a evolução da corrosão é proporcional ao crescimento das economias, prejudicando-as drasticamente, se nada for feito para o impedir...”
  • 11. Ana RicardoAna Ricardo 1111 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... segurança A corrosão pode ter consequências catastróficas No incidente da Aloha Airlines, em 1988, morreu um elemento da tripulação e muitos passageiros ficaram feridos
  • 12. Ana RicardoAna Ricardo 1212 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... segurança A corrosão pode ter consequências catastróficas Componentes ou estruturas susceptíveis de falhas catastróficas devidas a corrosão: caldeiras submarinos reservatórios sob pressão reservatórios de detritos …
  • 13. Ana RicardoAna Ricardo 1313 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... segurança A corrosão pode ter consequências catastróficas Componentes ou estruturas susceptíveis de falhas catastróficas devidas a corrosão: centrais eléctricas e nucleares pás de turbinas pontes aeronaves
  • 14. Ana RicardoAna Ricardo 1414 ppor é queor é que nnosos ddevemosevemos ppreocupar comreocupar com ccorrosãoorrosão ?? ... p... porque é que aorque é que a ccorrosão é tãoorrosão é tão IImportante ? ...mportante ? ... conservação dos recursos Os Recursos Mundiais de Metais e Energia, são limitados. Corrosão é simplesmente o inverso da metalurgia extractiva Há desperdício de energia quando ocorre corrosão
  • 15. Ana RicardoAna Ricardo 1515 ccorrosão e suasorrosão e suas ccausasausas A corrosão é a reacção electroquímica de um metal com o meio envolvente. A condição necessária para que esta reacção ocorra, é a d.d.p. eléctrico e a presença de um electrólito. ... c... causas daausas da ccorrosão ...orrosão ...
  • 16. Ana RicardoAna Ricardo 1616 ccorrosão e suasorrosão e suas ccausasausas ... c... causas daausas da ccorrosãoorrosão ...... agentes corrosivos do tipo ácidos alcalis sais atmosfera água microrganismos fornecem as melhores condições para a ocorrência de corrosão,fornecem as melhores condições para a ocorrência de corrosão, quando em contacto com a superfície do metal !quando em contacto com a superfície do metal !
  • 17. Ana RicardoAna Ricardo 1717 ttipos deipos de ccorrosãoorrosão A corrosão é um efeito electroquímico, que transforma o metal em óxidos, hidróxidos ou sulfatos. dois processos electroquímicos associados: o metal oxida-se e varia anodicamente o agente corrosivo reduz-se e varia catodicamente A corrosão tem início, em geral, à superfície do material, mas osA corrosão tem início, em geral, à superfície do material, mas os efeitos iniciais, nem sempre são visíveis !efeitos iniciais, nem sempre são visíveis ! ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecção ...nspecção ...
  • 18. Ana RicardoAna Ricardo 1818 ttipos deipos de ccorrosãoorrosão Diferentes formas de corrosão podem ter aspectosDiferentes formas de corrosão podem ter aspectos bastante diferentes.bastante diferentes. ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecção ...nspecção ... em aeronáutica ocorrem maioritariamente: corrosão galvânica corrosão intergranular corrosão por picadas (pitting corrosion) corrosão sob tensão (stress corrosion cracking) ...
  • 19. Ana RicardoAna Ricardo 1919 ttipos deipos de ccorrosãoorrosão ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecção ...nspecção ... em aeronáutica ocorrem maioritariamente: corrosão filiforme corrosão induzida biológicamente corrosão por desgaste (fretting corrosion) corrosão por esfoliação
  • 20. Ana RicardoAna Ricardo 2020 ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica Pode ocorrer entre dois metais diferentes ou entrePode ocorrer entre dois metais diferentes ou entre alguns metais e fibra de carbono, quando emalguns metais e fibra de carbono, quando em contacto e na presença de humidade. A d.d.p. Doscontacto e na presença de humidade. A d.d.p. Dos materiais e o dieléctrico (a humidade) produz o efeitomateriais e o dieléctrico (a humidade) produz o efeito galvânico.galvânico. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... A corrosão galvânica pode ser observada como partículas pulvurulentas, cinzentas ou brancas, em ferragens de fixação (fittings), juntas de sobreposição e rebites.
  • 21. Ana RicardoAna Ricardo 2121 ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 22. Ana RicardoAna Ricardo 2222 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ccorrosãoorrosão ggalvânicaalvânica esquematicamente:
  • 23. Ana RicardoAna Ricardo 2323 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ssérieérie ggalvânicaalvânica Similar às Séries de Potenciais Padrão, mas para ligas reais em ambientes reais: áágua dogua do mmarar Grafite Pt Ti Aço Inoxidável Ligas Ni-Cu Ag Ligas Ni Cu-Ni Bronze Latão Solda Pb-Sn Cu Sn Aços Baixa Liga Aços Carbono Baixo Teor Ligas Al Al Be + nobre ou+ nobre ou catódicocatódico - nobre ou- nobre ou anódicoanódico Serão protegidos e corroem menos, quando em contacto com metais menos nobres Corroem preferencial/, quando em contacto com metais mais nobres
  • 24. Ana RicardoAna Ricardo 2424 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ssérie deérie de ppotenciaisotenciais eeléctricos deléctricos de mmetaisetais A fig. mostra as diferenças de potencial eléctrico dosA fig. mostra as diferenças de potencial eléctrico dos materiais, relativa/ ao Al Alclad 2024. Quanto maior formateriais, relativa/ ao Al Alclad 2024. Quanto maior for a diferença de potencial eléctrico entre os materiais,a diferença de potencial eléctrico entre os materiais, maior o risco de ocorrer corrosão galvânica.maior o risco de ocorrer corrosão galvânica.
  • 25. Ana RicardoAna Ricardo 2525 ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular É um ataque ao limite de grão, ou em áreasÉ um ataque ao limite de grão, ou em áreas adjacentes, do metal ou da liga. Atinge o seio doadjacentes, do metal ou da liga. Atinge o seio do material, ao longo dos limites de grão, com muitomaterial, ao longo dos limites de grão, com muito pouca ou nenhuma evidência na superfície.pouca ou nenhuma evidência na superfície. Este tipo de corrosão pode ser vista como uma redeEste tipo de corrosão pode ser vista como uma rede de corrosão ou de fissuras à superfície do metal.de corrosão ou de fissuras à superfície do metal. É um tipo muito perigoso de corrosão, que pode tornarÉ um tipo muito perigoso de corrosão, que pode tornar a estrutura muito fraca, antes de se tornar visualmentea estrutura muito fraca, antes de se tornar visualmente evidente.evidente. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 26. Ana RicardoAna Ricardo 2626 ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos:
  • 27. Ana RicardoAna Ricardo 2727 ccorrosãoorrosão iintergranularntergranular Algumas ligas de alumínio de alta carga de ruptura,Algumas ligas de alumínio de alta carga de ruptura, são especialmente sensíveis à corrosão intergranular,são especialmente sensíveis à corrosão intergranular, quando o material se encontra sob tensão.quando o material se encontra sob tensão. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 28. Ana RicardoAna Ricardo 2828 ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas É um tipo de corrosão localizada, que ocorre nosÉ um tipo de corrosão localizada, que ocorre nos microdefeitos de uma superfície metálica.microdefeitos de uma superfície metálica. As picadas são muitas vezes encontradas por baixoAs picadas são muitas vezes encontradas por baixo dos depósitos superficiais, causados pela acumulaçãodos depósitos superficiais, causados pela acumulação dos produtos de corrosão.dos produtos de corrosão. Este é um tipo de corrosão muito perigoso, devido àEste é um tipo de corrosão muito perigoso, devido à extensão vertical que diminui a resistência do material.extensão vertical que diminui a resistência do material. Pode ser o ponto de partida para a corrosãoPode ser o ponto de partida para a corrosão intergranular.intergranular. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 29. Ana RicardoAna Ricardo 2929 ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas Não deve ser confundida comNão deve ser confundida com shot-peeningshot-peening, aplicado, aplicado p.e., ao revestimento do intradorso das asas. Op.e., ao revestimento do intradorso das asas. O shot-peeningshot-peening, produz um efeito superficial de, produz um efeito superficial de casca-de-laranja, cujo aspecto não é uniforme.casca-de-laranja, cujo aspecto não é uniforme. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos: shot peening corrosão por picadas
  • 30. Ana RicardoAna Ricardo 3030 ccorrosão pororrosão por ppicadasicadas Começa à superfície do material, estendendo-seComeça à superfície do material, estendendo-se então, verticalmente para o seio do mesmo, podendoentão, verticalmente para o seio do mesmo, podendo também estender-se radialmente, desde o local detambém estender-se radialmente, desde o local de começo.começo. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 31. Ana RicardoAna Ricardo 3131 ccorrosão soborrosão sob ttensãoensão É provocada pelos efeitos simultâneos da tensão deÉ provocada pelos efeitos simultâneos da tensão de tracção e da presença de um ambiente corrosivotracção e da presença de um ambiente corrosivo específico. Corrosão por picada pode produzir umespecífico. Corrosão por picada pode produzir um aumento localizado do efeito de corrosão sob tensãoaumento localizado do efeito de corrosão sob tensão e pode provocar a extensão nalgumas fracturase pode provocar a extensão nalgumas fracturas anteriormente ocorridas.anteriormente ocorridas. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos:
  • 32. Ana RicardoAna Ricardo 3232 ccorrosão soborrosão sob ttensão /ensão / ccorrosão pororrosão por ffadigaadiga É um caso particular da corrosão sob tensão,É um caso particular da corrosão sob tensão, provocada pela combinação dos efeitos da tensãoprovocada pela combinação dos efeitos da tensão cíclica e da corrosão. Não há nenhum metal que sejacíclica e da corrosão. Não há nenhum metal que seja imune à redução da resistência à tensão cíclica, emimune à redução da resistência à tensão cíclica, em ambiente corrosivo.ambiente corrosivo. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos:
  • 33. Ana RicardoAna Ricardo 3333 ccorrosão soborrosão sob ttensãoensão Cargas estruturais ou operacionais aplicadas exterior-Cargas estruturais ou operacionais aplicadas exterior- mente, provocam estas tensões. Estas podem tambémmente, provocam estas tensões. Estas podem também ser devidas à aplicação de cargas, ou serem residuaisser devidas à aplicação de cargas, ou serem residuais e resultantes do processo de manufactura ou aindae resultantes do processo de manufactura ou ainda serem uma combinação de ambas.serem uma combinação de ambas. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 34. Ana RicardoAna Ricardo 3434 ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme Ocorre em chapas de liga de alumínio comOcorre em chapas de liga de alumínio com cladclad.. Os efeitos deste tipo de corrosão propagam-se sob aOs efeitos deste tipo de corrosão propagam-se sob a forma de filamentos laterais, tal qual corrosão filiformeforma de filamentos laterais, tal qual corrosão filiforme e não se estendem para o núcleo.e não se estendem para o núcleo. Esta forma de corrosão, pode também começar nosEsta forma de corrosão, pode também começar nos rebites e estender-se ao longo da superfície da chaparebites e estender-se ao longo da superfície da chapa pintada, provocando a degradação do revestimentopintada, provocando a degradação do revestimento protector.protector. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 35. Ana RicardoAna Ricardo 3535 ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos: É um tipo de corrosão superficial !É um tipo de corrosão superficial !
  • 36. Ana RicardoAna Ricardo 3636 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ccorrosãoorrosão ffiliformeiliforme esquematicamente:
  • 37. Ana RicardoAna Ricardo 3737 ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica Denominada, também, como corrosão induzidaDenominada, também, como corrosão induzida (influenciada) microbiologicamente, é um tipo de(influenciada) microbiologicamente, é um tipo de corrosão provocada pela presença de micróbioscorrosão provocada pela presença de micróbios activos.activos. Pode tomar muitas formas e pode ser controlada pelaPode tomar muitas formas e pode ser controlada pela utilização de pesticidas e fungicidas (biocidas), ou porutilização de pesticidas e fungicidas (biocidas), ou por métodos de controlo de corrosão convencionais.métodos de controlo de corrosão convencionais. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 38. Ana RicardoAna Ricardo 3838 ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos:
  • 39. Ana RicardoAna Ricardo 3939 ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica Uma grande quantidade de microorganismos, fungosUma grande quantidade de microorganismos, fungos e algas, provocam este tipo de corrosão.e algas, provocam este tipo de corrosão. ... t... tipos deipos de ccorrosãoorrosão ...... os microorganismos ocorrem, geralmente: em superfícies contaminadas por fluídos em climas húmidos e quentes Os microorganismos, ou os fungos, em conjunto com aOs microorganismos, ou os fungos, em conjunto com a humidade, potenciam os efeitos electroquímicos. Isto produz umahumidade, potenciam os efeitos electroquímicos. Isto produz uma polarização do cátodo, a qual provoca corrosão ilimitada !polarização do cátodo, a qual provoca corrosão ilimitada !
  • 40. Ana RicardoAna Ricardo 4040 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ccorrosãoorrosão bbiológicaiológica esquematicamente:
  • 41. Ana RicardoAna Ricardo 4141 ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste ou ffretagemretagem É a corrosão rápida que ocorre na interface entreÉ a corrosão rápida que ocorre na interface entre superfícies metálicas fortemente carregadas e emsuperfícies metálicas fortemente carregadas e em contacto, quando sujeitas a leves movimentoscontacto, quando sujeitas a leves movimentos vibratórios.vibratórios. Neste tipo de corrosão, a superfície protectora doNeste tipo de corrosão, a superfície protectora do material é danificada e as partículas metálicas,material é danificada e as partículas metálicas, removidas da superfície do material.removidas da superfície do material. As partículas oxidam-se e aumentam o efeito abrasivoAs partículas oxidam-se e aumentam o efeito abrasivo entre as superfícies em contacto.entre as superfícies em contacto. Este tipo de corrosão, pode provocar a ocorrência deEste tipo de corrosão, pode provocar a ocorrência de fracturas por fadiga.fracturas por fadiga. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 42. Ana RicardoAna Ricardo 4242 ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste ou ffretagemretagem ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos: Rebite com folga e em fricção com o estabilizador vertical
  • 43. Ana RicardoAna Ricardo 4343 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ccorrosão pororrosão por ddesgaste ouesgaste ou ffretagemretagem esquematicamente:
  • 44. Ana RicardoAna Ricardo 4444 ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliação É um tipo de corrosão intergranular.É um tipo de corrosão intergranular. Ocorre, quando a corrosão nos limites de grão, abaixoOcorre, quando a corrosão nos limites de grão, abaixo da superfície se estende e empurra os grãos metálicosda superfície se estende e empurra os grãos metálicos para a superfície.para a superfície. A corrosão por esfoliação ocorre frequentemente emA corrosão por esfoliação ocorre frequentemente em secções extrudidas, porque a densidade do grão é,secções extrudidas, porque a densidade do grão é, geralmente, menor do que nas formas laminadas.geralmente, menor do que nas formas laminadas. ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ...
  • 45. Ana RicardoAna Ricardo 4545 ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliação ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... Exemplos:
  • 46. Ana RicardoAna Ricardo 4646 ... t... tipos deipos de ccorrosão ...orrosão ... ccorrosão pororrosão por eesfoliaçãosfoliação esquematicamente:
  • 47. Ana RicardoAna Ricardo 4747 llocaisocais ppreferenciais para areferenciais para a oocorrência decorrência de ccorrosãoorrosão Em aeronáutica as condições que levam à ocorrênciaEm aeronáutica as condições que levam à ocorrência da corrosão diferem de local para local, dependendoda corrosão diferem de local para local, dependendo do meio envolvente/condições de serviço.do meio envolvente/condições de serviço. Certas zonas são mais susceptíveis de acumularemCertas zonas são mais susceptíveis de acumularem humidades com a consequente ocorrência prematurahumidades com a consequente ocorrência prematura de corrosão.de corrosão. ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecção ...nspecção ...
  • 48. Ana RicardoAna Ricardo 4848 ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecçãonspecção ...... llocaisocais ppreferenciais para areferenciais para a oocorrência decorrência de ccorrosãoorrosão Exemplos: galleys (ou copas) lavabos porões de carga compartimentos de aviónicos ... o avião pode dividir-se: superfícies exteriores superfícies interiores Indicados como categoria CIndicados como categoria C
  • 49. Ana RicardoAna Ricardo 4949 ... s... suaua llocalizaçãoocalização ...... llocaisocais ppreferenciais para areferenciais para a oocorrência decorrência de ccorrosãoorrosão Todas asTodas as superfícies exterioressuperfícies exteriores possuem protecçãopossuem protecção superficial, à excepção dassuperficial, à excepção das áreas assinaladas a azul.áreas assinaladas a azul.
  • 50. Ana RicardoAna Ricardo 5050 ... s... suaua llocalizaçãoocalização ...... llocaisocais ppreferenciais para areferenciais para a oocorrência decorrência de ccorrosãoorrosão AAss superfícies interioressuperfícies interiores dividem-sedividem-se em três zonas principais.em três zonas principais. Cada zona, possui umaCada zona, possui uma protecção superficial distinta.protecção superficial distinta. Estas zonas, dividem-se daEstas zonas, dividem-se da seguinte forma:seguinte forma: Zona A: Em contacto com ar e água. Zona B: Em contacto com combustível (incluindo tubagens). Zona C: Em contacto com fluídos hidráulicos, lubrificantes e águas de despejos. Sujeito a condensação elevada. De acesso difícil e/ou risco elevado de ocorrência acidental de dano.
  • 51. Ana RicardoAna Ricardo 5151 ... t... tipos deipos de ccorrosão, suaorrosão, sua llocalização eocalização e iinspecçãonspecção ...... iinspecçãonspecção qquanto auanto a ccorrosãoorrosão A identificação e a remoção da corrosãoA identificação e a remoção da corrosão antecipadas, irão ajudar a manter a utilização,antecipadas, irão ajudar a manter a utilização, segurança e função do avião.segurança e função do avião. a corrosão pode ser observada pelos seguintes métodos: inspecção visual inspecção por líquidos penetrantes inspecção por ultra-sons inspecção por eddy correntes inspecção por raios-X
  • 52. Ana RicardoAna Ricardo 5252 iinspecçãonspecção vvisualisual É um dos métodos não destrutivos (É um dos métodos não destrutivos (NDTNDT) mais utilizados para) mais utilizados para avaliar a condição ou a qualidade de uma soldadura ou de umavaliar a condição ou a qualidade de uma soldadura ou de um componente. É de execução fácil, barato e geralmente nãocomponente. É de execução fácil, barato e geralmente não requer qualquer equipamento específico. Requer boa visão, boarequer qualquer equipamento específico. Requer boa visão, boa iluminação e o conhecimento prévio do que se espera encontrar.iluminação e o conhecimento prévio do que se espera encontrar. A inspecção visual pode ser melhorada recorrendo aA inspecção visual pode ser melhorada recorrendo a equipamen-equipamen- tos que vão desde a utilização de lupas até aos boroscópios.tos que vão desde a utilização de lupas até aos boroscópios. EstesEstes equipamentos podem ser utilizados com sistemas de vídeo.equipamentos podem ser utilizados com sistemas de vídeo. Identifica a probabilidade de ocorrência de uma falha num de-Identifica a probabilidade de ocorrência de uma falha num de- terminado local e onde esta começou. Este método é muitasterminado local e onde esta começou. Este método é muitas vezes assistido por outros métodos de inspecção superficial, quevezes assistido por outros métodos de inspecção superficial, que identificam defeitos invísiveis ao olho humano.identificam defeitos invísiveis ao olho humano. ... i... inspecçãonspecção ......
  • 53. Ana RicardoAna Ricardo 5353 iinspecçãonspecção vvisualisual ... i... inspecçãonspecção ...... eendoscópiondoscópio fflexívellexível
  • 54. Ana RicardoAna Ricardo 5454 iinspecção pornspecção por llíquidosíquidos ppenetrantesenetrantes Este tipo de inspecção é utilizado para revelar descontinuidadesEste tipo de inspecção é utilizado para revelar descontinuidades superficiais, de metais não porosos, ou materiais não metálicos,superficiais, de metais não porosos, ou materiais não metálicos, àà excepção dos compósitosexcepção dos compósitos, através da drenagem de um líquido, através da drenagem de um líquido penetrante, colorido ou fluorescente, pelo defeito.penetrante, colorido ou fluorescente, pelo defeito. A técnica baseia-se na capacidade do líquido mostrar, numa su-A técnica baseia-se na capacidade do líquido mostrar, numa su- perfície limpa e por capilaridade, as suas descontinuidades. Apósperfície limpa e por capilaridade, as suas descontinuidades. Após o tempo de actuação do líquido, é removido o seu excesso eo tempo de actuação do líquido, é removido o seu excesso e aplicado um revelador. Este actua como um mata-borrão,aplicado um revelador. Este actua como um mata-borrão, levando o líquido penetrante a revelar-se na descontinuidade.levando o líquido penetrante a revelar-se na descontinuidade. Líquidos penetrantes coloridos (ou de contraste), requerem luzLíquidos penetrantes coloridos (ou de contraste), requerem luz branca, enquanto que os fluorescentes necessitam de condiçõesbranca, enquanto que os fluorescentes necessitam de condições específicas de luminosidade: câmara escura e a presença de luzespecíficas de luminosidade: câmara escura e a presença de luz ultra-violetaultra-violeta.. ... i... inspecçãonspecção ......
  • 55. Ana RicardoAna Ricardo 5555 iinspecção pornspecção por llíquidosíquidos ppenetrantesenetrantes ... i... inspecçãonspecção ...... ssequênciaequência pprocessualrocessual
  • 56. Ana RicardoAna Ricardo 5656 iinspecção pornspecção por uultraltra ssonsons É um método não destrutivo que recorre à emissão de ondas deÉ um método não destrutivo que recorre à emissão de ondas de elevada frequência, que se propagam nos materiais para aelevada frequência, que se propagam nos materiais para a detecção de defeitos.detecção de defeitos. É utilizado em aviões, centrais eléctricas ou em soldaduras deÉ utilizado em aviões, centrais eléctricas ou em soldaduras de reactores de pressão em refinarias de óleo ou em fábricas dereactores de pressão em refinarias de óleo ou em fábricas de papel.papel. Sempre que um feixe de ondas encontra uma descontinuidadeSempre que um feixe de ondas encontra uma descontinuidade ouou um defeito, a recepção do feixe emite um sinal.um defeito, a recepção do feixe emite um sinal. ... i... inspecçãonspecção ......
  • 57. Ana RicardoAna Ricardo 5757 iinspecção pornspecção por uultraltra ssonsons ... i... inspecçãonspecção ...... equipamento de inspecção por ultra sons
  • 58. Ana RicardoAna Ricardo 5858 iinspecção pornspecção por eeddyddy ccorrentesorrentes É um método não destrutivo, capaz de detectar ou medir,É um método não destrutivo, capaz de detectar ou medir, fracturas, corrosão, condutividade e espessura de revestimentosfracturas, corrosão, condutividade e espessura de revestimentos não condutores em materiais electricamente condutores.não condutores em materiais electricamente condutores. Quando a corrente no provete é distorcida, pela presença deQuando a corrente no provete é distorcida, pela presença de defeitos, ou variações no material, a impedância da bobina édefeitos, ou variações no material, a impedância da bobina é alterada. A variação é medida e visualizada, por forma a indicaralterada. A variação é medida e visualizada, por forma a indicar oo tipo de defeito ou a condição do material.tipo de defeito ou a condição do material. ... i... inspecçãonspecção ......
  • 59. Ana RicardoAna Ricardo 5959 iinspecção pornspecção por eeddyddy ccorrentesorrentes ... i... inspecçãonspecção ...... método de inspecção / medida por eddy correntes
  • 60. Ana RicardoAna Ricardo 6060 iinspecção pornspecção por rraios-aios-xx Os raios X são ondas electromagnéticas que penetram na matériaOs raios X são ondas electromagnéticas que penetram na matéria e conseguem reproduzir uma imagem do objecto examinado. Ae conseguem reproduzir uma imagem do objecto examinado. A imagem toma diferentes tonalidades em função das densidades.imagem toma diferentes tonalidades em função das densidades. Quanto mais escura a película menos denso o material, i. é, maiorQuanto mais escura a película menos denso o material, i. é, maior a quantidade de radiação que passou através deste.a quantidade de radiação que passou através deste. Este método pode ser utilizado para detectar descontinuidadesEste método pode ser utilizado para detectar descontinuidades em componentes de avião.em componentes de avião. Fracturas, corrosão, resíduos, ferragens soltas, contaminação porFracturas, corrosão, resíduos, ferragens soltas, contaminação por líquidos e arranjos estruturais danificados ou partidos, podem serlíquidos e arranjos estruturais danificados ou partidos, podem ser detectados usando o método de inspecção por raios X.detectados usando o método de inspecção por raios X. ... i... inspecçãonspecção ......
  • 61. Ana RicardoAna Ricardo 6161 iinspecção pornspecção por rraios-aios-XX Raios XRaios X Imagem de raios X de elevadaImagem de raios X de elevada qualidade, de um alumínioqualidade, de um alumínio fundido, usando uma técnicafundido, usando uma técnica de digitalização de imagensde digitalização de imagens Esquema de um aparato de inspecção por Raios-X ... i... inspecçãonspecção ......
  • 62. Ana RicardoAna Ricardo 6262 ... r... reparação,eparação, pprotecção erotecção e pprevenção darevenção da ccorrosãoorrosão ...... rreparação daseparação das ssuperfíciesuperfícies ccorroídasorroídas Todos os componentes estruturais afectados por corro-Todos os componentes estruturais afectados por corro- são, têm que sofrer tratamento imediato.são, têm que sofrer tratamento imediato. Pessoal devidamente qualificado, deverá remover aPessoal devidamente qualificado, deverá remover a corrosão, completamente, previamente à determina-corrosão, completamente, previamente à determina- ção da extensão do dano e, de acordo, com os limitesção da extensão do dano e, de acordo, com os limites indicados nos tópicos referentes aos danos admissíveisindicados nos tópicos referentes aos danos admissíveis ((SRMSRM do avião/componente, em reparação).do avião/componente, em reparação). ......
  • 63. Ana RicardoAna Ricardo 6363 ... r... reparação,eparação, pprotecção erotecção e pprevenção darevenção da ccorrosãoorrosão ...... rreparação daseparação das ssuperfíciesuperfícies ccorroídasorroídas ...... Todos os produtos da corrosão, deverão ser completa-Todos os produtos da corrosão, deverão ser completa- mente removidos da superfície afectada, previamentemente removidos da superfície afectada, previamente a ser reparada.a ser reparada. Pequenos resíduos de corrosão poderão actuar como núcleosPequenos resíduos de corrosão poderão actuar como núcleos de formação para nova corrosão !de formação para nova corrosão !
  • 64. Ana RicardoAna Ricardo 6464 ... r... reparaçãoeparação ...... pprocedimentos derocedimentos de rremoção daemoção da ccorrosãoorrosão 1. limpeza / desengorduramento, com agentes de limpeza 2. remoção da pintura da superfície corroída 3. limpeza / desengorduramento como em 1. 4. remoção dos produtos de corrosão 5. inspecção quanto à remoção completa da corrosão; se se encontrarem focos de corrosão adicionais, proceder como em 4. 6. beneficiação do dano (eliminação de arestas vivas e/ou sulcos) 7. inspecção quanto a danos admissíveis 8. limpeza / desengorduramento como em 1. 9. tratamento de superfície
  • 65. Ana RicardoAna Ricardo 6565 ... r... reparaçãoeparação ...... ttécnicas deécnicas de rremoção daemoção da ccorrosãoorrosão a corrosão pode ser removida pelos seguintes métodos: abrasão manual Indicado para corrosão ligeira escovas metálicas; rectificadoras e fresas, ou raspadeira manual Indicado para corrosão profunda projecção de abrasivo
  • 66. Ana RicardoAna Ricardo 6666 ... r... reparaçãoeparação ...... fferramentas para aerramentas para a rremoção daemoção da ccorrosãoorrosão Detalhe de uma lança de projecção de abrasivo
  • 67. Ana RicardoAna Ricardo 6767 ... r... reparaçãoeparação ...... rrestauro daestauro da pprotecçãorotecção ssuperficialuperficial A máxima resistência à corrosão possível, é fornecidaA máxima resistência à corrosão possível, é fornecida ao avião, antes da sua entrega.ao avião, antes da sua entrega. A boa resistência à corrosão, da estrutura do avião, éA boa resistência à corrosão, da estrutura do avião, é resultante da interacção dos diferentes tipos de pro-resultante da interacção dos diferentes tipos de pro- tecção à corrosão.tecção à corrosão. os tipos de protecção contra a corrosão dividem-se em: pré-tratamentos primários e tintas revestimentos especiais vedantes
  • 68. Ana RicardoAna Ricardo 6868 ... r... reparaçãoeparação ...... ppré-ré-ttratamentoratamento É, por definição, o tratamento inicial do metal e temÉ, por definição, o tratamento inicial do metal e tem as seguintes funções:as seguintes funções: aumentar as propriedades de resistência à corrosão do metal, por processos químicos ou electrolíticos proporcionar uma boa aderência da superfície para a pintura Um procedimento utilizado na prevenção da corrosão, consiste naUm procedimento utilizado na prevenção da corrosão, consiste na aplicaçãoaplicação de uma fina camada de um metal diferente.de uma fina camada de um metal diferente. Esta camada, possui um potencial electroquímico mais baixo que oEsta camada, possui um potencial electroquímico mais baixo que o metal de base.metal de base. Se ocorrer corrosão, esta removerá em primeiro lugar, a finaSe ocorrer corrosão, esta removerá em primeiro lugar, a fina camada de metal depositado.camada de metal depositado. Prevenção da Corrosão Sacrificial !Prevenção da Corrosão Sacrificial !
  • 69. Ana RicardoAna Ricardo 6969 ... r... reparaçãoeparação ...... ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de AlAl
  • 70. Ana RicardoAna Ricardo 7070 ... r... reparaçãoeparação ...... ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de AçoAço
  • 71. Ana RicardoAna Ricardo 7171 ... r... reparaçãoeparação ...... ppré-ré-ttratamento dasratamento das lligas deigas de Aço InoxidávelAço Inoxidável
  • 72. Ana RicardoAna Ricardo 7272 ... r... reparaçãoeparação ...... ppré-ré-ttratamento doratamento do TitânioTitânio
  • 73. Ana RicardoAna Ricardo 7373 ... r... reparaçãoeparação ...... pprimários erimários e ttintasintas Os primários e as tintas podem dividir-se de acordoOs primários e as tintas podem dividir-se de acordo com a sua nomenclatura, e têm as seguintes funções:com a sua nomenclatura, e têm as seguintes funções: primário O primário aumenta as propriedades de resistência à corrosão, pois possui inibidores de corrosão. O primário também protege a superfície contra os agentes corrosivos e proporciona uma boa superfície, para a aderência das subsequentes camadas de tinta. topcoat A tinta de acabamento (ou topcoat), tem a função de proteger as camadas de primário, conferindo ao avião, o aspecto necessário.
  • 74. Ana RicardoAna Ricardo 7474 ... r... reparaçãoeparação ...... rrevestimentosevestimentos eespeciaisspeciais Os revestimentos especiais, são aplicados nas superfí-Os revestimentos especiais, são aplicados nas superfí- cies que exigem uma protecção contra a corrosãocies que exigem uma protecção contra a corrosão especial. São utilizados 2 tipos de revestimentos:especial. São utilizados 2 tipos de revestimentos: ttipoipo 11 – Revestimento hidrófoboRevestimento hidrófobo:: produzido a partir de materiais livres de silicone, ligados organicamente com uma base de óleo mineral, para repelir a humidade. ttipoipo 22 – Composto para a prevenção da corrosão em condiçõesComposto para a prevenção da corrosão em condições desfavoráveisdesfavoráveis:: revestimentos do tipo massa, contendo inibidores de corrosão, que protegem dos agentes corrosivos.
  • 75. Ana RicardoAna Ricardo 7575 ... r... reparaçãoeparação ...... vvedantesedantes Os vedantes, possuem inúmeras funções no avião.Os vedantes, possuem inúmeras funções no avião. os que são utilizados para prevenção da corrosão têm as seguintes funções: VEDAR as juntas exteriores da estrutura do avião, para garantir que a água não penetra no interior da estrutura VEDAR as juntas rebitadas, aparafusadas ou coladas, para garantir que os líquidos não penetrem nas mesmas PREVENIR a corrosão entre metais diferentes (acção galvânica) PREVENIR a fadiga, a tensão ou a vibração entre os vários componentes da estrutura que podem provocar corrosão por desgaste
  • 76. Ana RicardoAna Ricardo 7676 ... r... reparaçãoeparação ...... ttratamentos deratamentos de pprotecção derotecção de eelementos delementos de lligaçãoigação durante a suadurante a sua iinstalaçãonstalação Se superfícies de metais diferentes estiverem em contacto,Se superfícies de metais diferentes estiverem em contacto, ocorre corrosão galvânica.ocorre corrosão galvânica. Os elementos de ligaçãoOs elementos de ligação usados,usados, nem sempre são fabricados a partir do mesmo metal que osnem sempre são fabricados a partir do mesmo metal que os componentes estruturais, por causa da resistência que lhes écomponentes estruturais, por causa da resistência que lhes é exigida. Assim, há a necessidade de osexigida. Assim, há a necessidade de os proteger contra aproteger contra a corrosão galvânicacorrosão galvânica.. OsOs elementos de ligaçãoelementos de ligação são fornecidos, pelo fabricante,são fornecidos, pelo fabricante, numa condiçãonuma condição pré-tratadapré-tratada. Há, no entanto, que assegurar. Há, no entanto, que assegurar aa protecção e lubrificação prévias à sua instalaçãoprotecção e lubrificação prévias à sua instalação.. Para prevenção da corrosão galvânica, instalar os elementos dePara prevenção da corrosão galvânica, instalar os elementos de ligação embebidos em vedanteligação embebidos em vedante !!
  • 77. Ana RicardoAna Ricardo 7777 ... r... reparaçãoeparação ...... ssuperfícies emuperfícies em ccontactoontacto São muitoSão muito sensíveis à corrosãosensíveis à corrosão, porque a humidade e, porque a humidade e outros contaminantes, podem penetrar no espaçooutros contaminantes, podem penetrar no espaço entre as superfícies e provocar corrosão.entre as superfícies e provocar corrosão. Se os componentes ligados, são manufacturados aSe os componentes ligados, são manufacturados a partir de metais diferentes, ocorre corrosão galvânica.partir de metais diferentes, ocorre corrosão galvânica. Todas as superfícies estáticas e em contacto, juntas de sobre-Todas as superfícies estáticas e em contacto, juntas de sobre- posição ou de topo-a-topo deverão ser seladas com vedante,posição ou de topo-a-topo deverão ser seladas com vedante, que deve ser aplicado antes da sua instalaçãoque deve ser aplicado antes da sua instalação !!
  • 78. Ana RicardoAna Ricardo 7878 ... r... reparaçãoeparação ...... ssuperfícies emuperfícies em ccontactoontacto Protecção dos reforços da fuselagem, casca inferior
  • 79. Ana RicardoAna Ricardo 7979 ... r... reparaçãoeparação ...... emem rresumoesumo A construção da protecção não é a mesma em todas asA construção da protecção não é a mesma em todas as superfícies da estrutura do avião.superfícies da estrutura do avião. Alguns componentes são manufacturados em materiais re-Alguns componentes são manufacturados em materiais re- sistentes à corrosão e não necessitam de qualquer tipo desistentes à corrosão e não necessitam de qualquer tipo de protecção.protecção. quatro grupos importantes de tratamentos de protecção: pré-tratamentos primários e tintas revestimentos especiais vedantes
  • 80. Ana RicardoAna Ricardo 8080 ... r... reparaçãoeparação ...... emem rresumoesumo O PRÉ-TRATAMENTO dos materiais aumenta as suas proprieda- des de resistência à corrosão, e proporciona uma boa super- fície para a aderência das camadas de primários e tintas. Os filmes aplicados por via química ou electroquímica passivam a superfície e previnem a corrosão. Os PRIMÁRIOS são aplicados na generalidade da estrutura do avião, protegendo-a da corrosão. Um TOPCOAT à base de poliuretano, é aplicado para proteger contra danos mecânicos e/ou químicos.
  • 81. Ana RicardoAna Ricardo 8181 ... r... reparaçãoeparação ...... emem rresumoesumo Os COMPOSTOS PREVENTIVOS DA CORROSÃO e REVESTIMENTOS DE PROTECÇÃO HIDRÓFOBA (inibidores de corrosão), são apli- cados em partes da estrutura do avião mais sujeita à corrosão. Os VEDANTES, selam determinadas superfícies da estrutura do avião para evitar a penetração de humidade e isolam superfí- cies em contacto manufacturadas a partir de metais diferen- tes, para prevenção da corrosão galvânica.
  • 82. Ana RicardoAna Ricardo 8282 pprevenção darevenção da ccorrosãoorrosão prevenção da corrosão é uma das tarefas mais importantes para manter o avião numa boa condição de utilização e segurança. Observar os seguintes passos para o controlo satisfatório da corrosão: manutenção regular estrutura limpa identificação da corrosão no seu estado inicial remoção completa da corrosão inspecção regular das protecções aplicadas na estrutura e seu restauro imediato, na ocorrência de qualquer dano.

Related Documents