OS SAUDOSOS ANOS 50 E 60
Frases retiradas de REVISTAS FEMININAS das décadas de 50 e 60:
<ul><li>“ Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1957) </li></ul><u...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>&quot;A mulher deve fazer o marido </li></ul><ul><li>descansar nas horas vagas, </li></ul><ul...
<ul><li>Vejam bem a alegria e o brilho </li></ul><ul><li>nos olhos da esposa obediente. </li></ul><ul><li>Uma verdadeira...
<ul><li>&quot;Sempre que o marido sair com os amigos </li></ul><ul><li>e chegar a altas horas da noite, </li></ul><ul><l...
<ul><li>E para terminar...a cereja em cima do bolo </li></ul><ul><li>&quot;O lugar de mulher é no lar. </li></ul><ul><li>...
of 7

Porque nao existia divorcio

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Spiritual      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Porque nao existia divorcio

  • 1. OS SAUDOSOS ANOS 50 E 60
  • 2. Frases retiradas de REVISTAS FEMININAS das décadas de 50 e 60:
  • 3. <ul><li>“ Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;Se desconfiar de infidelidade do marido, </li></ul><ul><li>a esposa deve redobrar os carinhos </li></ul><ul><li>e provas de afecto, </li></ul><ul><li>sem questioná-lo nunca&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Claudia, 1962) </li></ul><ul><li>Bons tempos... </li></ul><ul><li>“ Desordem na casa de banho, desperta no marido </li></ul><ul><li>vontade de ir tomar banho fora de casa&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1965) </li></ul>
  • 4. <ul><li>  </li></ul><ul><li>&quot;A mulher deve fazer o marido </li></ul><ul><li>descansar nas horas vagas, </li></ul><ul><li>servindo-lhe uma cerveja bem gelada. </li></ul><ul><li>Nada de incomodá-lo com serviços </li></ul><ul><li>ou notícias domésticas&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1959) </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>&quot;Se o seu marido fuma, </li></ul><ul><li>não discuta pelo simples facto </li></ul><ul><li>de deixar cair cinza no tapete. </li></ul><ul><li>Espalhe cinzeiros por toda a casa&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;O noivado longo é um perigo, </li></ul><ul><li>mas nunca sugira o matrimónio. </li></ul><ul><li>ELE é quem decide - sempre&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Querida, 1953) </li></ul>
  • 5. <ul><li>Vejam bem a alegria e o brilho </li></ul><ul><li>nos olhos da esposa obediente. </li></ul><ul><li>Uma verdadeira rainha do lar </li></ul>
  • 6. <ul><li>&quot;Sempre que o marido sair com os amigos </li></ul><ul><li>e chegar a altas horas da noite, </li></ul><ul><li>espere-o linda, perfumada e dócil&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1958) </li></ul><ul><li>&quot;É fundamental manter sempre </li></ul><ul><li>uma aparência impecável diante do marido&quot;. (Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;A esposa deve vestir-se depois de casada, </li></ul><ul><li>com a mesma elegância de solteira, </li></ul><ul><li>pois é preciso lembrar-se de que a caça já foi feita, </li></ul><ul><li>mas é preciso mantê-la bem presa.&quot; </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1955) </li></ul>
  • 7. <ul><li>E para terminar...a cereja em cima do bolo </li></ul><ul><li>&quot;O lugar de mulher é no lar. </li></ul><ul><li>O trabalho fora de casa masculiniza&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Querida, 1955) </li></ul><ul><li>CONCLUSÃO: Já não se editam revistas instrutivas como antigamente. </li></ul><ul><li>Manda para todas as tuas Amigas </li></ul><ul><li>Obs: Eu só não mandei para a minha mulher porque ela não gosta de recordar as coisas boas do passado. </li></ul>

Related Documents