Centristas versus Pontistas: a
verdadeira luta de “classe”
Versão 1.0.0
11.06.15
YOUTUBE:
http://www.youtube.com/cnepomuceno
Slide Share:
http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/
Minhas reflexões estão tamb...
Numa rede há o
centro e as pontas.
Pontista – quem
defende o poder das
pontas numa rede.
Centrista – quem
defende o poder do
centro numa rede.
Quanto mais
aumenta a
demografia, mais as
organizações se
tornam complexas.
As organizações são
criadas pelas
sociedades para
resolver seus
problemas.
Demandas por
Justiça, Ensino,
Ciência, Política,
Produção, etc, geram
organizações.
Não há sociedade
sem organizações.
As organizações são
sociedades dentro da
sociedade com a sua
vida e interesses
próprios.
As organizações
podem começar a ser
o rabo balançando o
cachorro se a
sociedade deixar.
O maior inimigo de
uma sociedade são
organizações
centralizadas sem o
controle das pontas.
As organizações
podem estar mais ou
menos voltadas para
a solução de
problemas da
sociedade.
O que garante
organizações mais
voltadas para a
sociedade é o poder
de mídia
descentralizado.
O poder de mídia
descentralizado vai
questionar o
corporativismo das
organizações.
O poder de mídia
descentralizado vai
forçar organizações a
serem mais
competitivas.
O poder de mídia
descentralizado vai
forçar organizações
menos
monopolísticas.
O poder de mídia
descentralizado vai
forçar que as
organizações sejam
mais meritocráticas.
O poder de mídia
descentralizado vai
criar novas
organizações mais
descentralizadas.
O poder de mídia
descentralizado vai
criar uma nova
topologia de rede,
que enfraquece o
antigo centro.
Organizações mais
meritocráticas são
aquelas mais
voltadas para a
sociedade.
Organizações menos
meritocráticas são
aquelas menos
voltadas para a
sociedade.
Quando a mídia se
centraliza as
organizações ficam
mais corporativas
(voltadas para elas
mesmas).
Quando a mídia se
descentraliza as
organizações ficam
menos corporativas
(mais voltadas para a
sociedade).
As organizações
sempre tenderão ao
corporativismo.
O corporativismo
sempre centralizará
poderes em torno
das organizações.
O que combate o
corporativismo é a
capacidade da
sociedade em
fiscalizar as
organizações.
A capacidade da
sociedade em fiscalizar
as organizações
aumenta com o poder
de mídia social.
A capacidade da
sociedade em
fiscalizar as
organizações se
reduz com o poder
de mídia corporativo.
O Corporativismo
Organizacional
independe do
modelo político ou
econômico.
O Corporativismo
Organizacional é um
vírus humano a
espera de uma
oportunidade.
Quando a mídia se
centraliza o vírus se
expande.
Quando a mídia se
descentraliza o vírus
é contido.
A luta por uma
sociedade melhor
sempre será contra o
Corporativismo
Organizacional.
Uma sociedade de
mídia controlada
será uma sociedade
com alta taxa de
corporativismo.
Uma sociedade de
mídia descontrolada
será uma sociedade
com baixa taxa de
corporativismo.
Organizações se
centralizam quando
se aumenta a
demografia.
Quando se aumenta
a demografia a mídia
precisa ser
centralizada pelas
organizações.
Quando a mídia é
centralizada pelas
organizações elas se
empoderam.
Quando elas se
empoderam criam
leis para se proteger.
Quando criam leis
para se proteger elas
deixam de ter
mérito.
Quando elas deixam
de ter mérito,
passam a se justificar
pela lei e não pelo
serviço prestado.
Os que defendem um
combate constante
contra o Poder
Corporativo das
Organizações são os
Pontistas.
Pontistas são aqueles
que defendem o
poder das pontas na
rede social.
Os que defendem o
Poder Corporativo
das Organizações são
os Centristas.
Centristas são
aqueles que
defendem o poder
do centro na rede
social.
O capitalismo é um
sistema concebido
por Pontistas que
acabou na mão de
Centristas.
O capitalismo está
centrista por causa
de demografia.
O capitalismo está
centrista por causa
concentração de
mídia.
O capitalismo não é
Centrista ou Pontista
ele se modifica,
conforme a
conjuntura tecno-
cognitiva-
demográfica.
O capitalismo está
mais corporativista e
menos social.
A tarefa dos
Pontistas é resgatar o
lado social do
capitalismo.
O capitalismo do
século XXI será, mais
Pontista.
O conceito de direita
e esquerda é inócuo
para compreender a
verdadeira luta social
do século XXI.
A luta do século XXI
já é e continuará a
ser, como sempre foi
na história, entre
Centristas e
Pontistas.
Eras Cognitivas
influenciam na luta
entre os Pontistas e
os Centristas.
No início de uma Era
Cognitiva a mídia se
descentraliza.
No final de uma Era
Cognitiva a mídia
está centralizada.
As revoluções cognitivas e a
Centralização da Mídia
ORAL
ESCRITA
ESCRITA IMPRESSA
DIGITAL
CENTRALIZAÇÃO
DESCENTRALIZAÇÃO
C...
No final de uma Era
Cognitiva as
organizações estão
mais centralizadas.
No final de uma Era
Cognitiva as
organizações criaram
leis corporativas para
se defender.
No início de uma Era
Cognitiva as
organizações são
questionadas.
No início de uma Era
Cognitiva as
organizações estão
intoxicadas delas
mesmas.
No início de uma Era
Cognitiva as
organizações não
mais representam a
sociedade.
No início de uma Era
Cognitiva as
organizações são
refeitas.
No início de uma Era
Cognitiva as leis
impostas pelas
organizações são
corporativistas.
Quando a mídia é
descentralizada para
a sociedade ela se
empodera.
Quando a sociedade
se empodera quer
mudar o
corporativismo das
organizações.
O corporativismo
organizacional é um
mal permanente da
sociedade.
É um mal necessário.
E precisa ser
permanentemente
combatido.
As taxas de
corporativismo no
longo prazo sobem ou
descem, conforme o
poder de mídia e a
demografia.
As taxas de
corporativismo no curto
prazo sobem ou
descem, conforme
outros fatores sociais.
TAXAS DE CORPORATIVISMO
ORGANIZACIONAL – ANTES DE UMA
REVOLUÇÃO COGNITIVA
TAXAS DE CORPORATIVISMO
ORGANIZACIONAL – DEPOIS DE UMA
REVOLUÇÃO COGNITIVA
É falsa a afirmação que
a história se move em
função da luta de
classes.
A história, no longo
prazo, se move em
função do aumento
demográfico.
O aumento
demográfico influencia
mais ou menos
corporativismo
organizacional.
O poder de mídia social
influencia mais ou
menos corporativismo
organizacional.
No final de Eras
Cognitivas os Centristas
estarão no poder.
No início de Eras
Cognitivas os Pontistas
serão os
revolucionários.
Ao longo das Eras
Cognitivas Pontistas e
Centristas vão duelar,
conforme contextos
sociais, políticos e
econômicos.
O aumento da
demografia torna os
Centristas mais
poderosos e
pragmáticos.
O aumento da
demografia tira a voz
dos Pontistas.
Organizações mais
sofisticadas permitem
que a taxa de
demografia aumente.
Quando a demografia
aumenta as
organizações precisam
se centralizar.
O aumento da
demografia é o campo
fértil para os Centristas.
O fim da centralização
das organizações só é
possível com a redução
drástica da população
(cada vez mais raro).
Ou o empoderamento
de mídia pela
sociedade.
O empoderamento de
mídia pela sociedade
permite recriar as
organizações.
O início de uma Era
Cognitiva como a que
estamos vivendo
desperta a voz dos
Pontistas.
Pontistas no início de
uma Era Cognitiva
tornam-se disruptivos.
A missão dos pontistas
no início de uma Era
Cognitiva é derrubar as
leis corporativas.
A missão dos pontistas
no início de uma Era
Cognitiva é recriar as
organizações.
A missão dos pontistas
no início de uma Era
Cognitiva é sofisticar as
organizações.
É criar organizações
mais compatíveis com a
nova complexidade
demográfica.
É criar organizações
mais descentralizadas e
mais meritocráticas.
Pontistas querem
reduzir o
Corporativismo
Organizacional.
Pontistas defendem a
reformatação das
organizações.
Pontistas defendem a
descentralização do
poder.
Um breve portfólio:
Como posso ler mais sobre as
ideias de Nepomuceno?
Leia o livro.
Recomendação do livro:
CAPACITAÇÃO
FORMAÇÃO DE
ANALISTA ESTRATÉGICO
PARA INOVAÇÃO
PARTICIPATIVA
FORMAÇÃO DE ANALISTA ESTRATÉGICO
PARA INOVAÇÃO PARTICIPATIVA
MODALIDADE: ONLINE (FACEBOOK E
SKYPE)
TEMPO: 9 semanas
CONSULTORIA E
CAPACITAÇÃO
CRIAÇÃO DE PROJETOS
DE INOVAÇÃO
PARTICIPATIVA
CONSULTORIA E
CAPACITAÇÃO
CNEPOMU@GMAIL.COM
CRIE UM NÚCLEO DE
INOVAÇÃO
PARTICIPATIVA EM SUA
CIDADE
CNEPOMU@GMAIL.COM
YOUTUBE:
http://www.youtube.com/cnepomuceno
Slide Share:
http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/
Minhas reflexões estão tamb...
of 108

Pontistas versus centristas

Published on: Mar 4, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Pontistas versus centristas

  • 1. Centristas versus Pontistas: a verdadeira luta de “classe” Versão 1.0.0 11.06.15
  • 2. YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão também no meu blog: www.nepo.com.br Twitter: @cnepomuceno Email: cnepomu@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno
  • 3. Numa rede há o centro e as pontas.
  • 4. Pontista – quem defende o poder das pontas numa rede. Centrista – quem defende o poder do centro numa rede.
  • 5. Quanto mais aumenta a demografia, mais as organizações se tornam complexas.
  • 6. As organizações são criadas pelas sociedades para resolver seus problemas.
  • 7. Demandas por Justiça, Ensino, Ciência, Política, Produção, etc, geram organizações.
  • 8. Não há sociedade sem organizações.
  • 9. As organizações são sociedades dentro da sociedade com a sua vida e interesses próprios.
  • 10. As organizações podem começar a ser o rabo balançando o cachorro se a sociedade deixar.
  • 11. O maior inimigo de uma sociedade são organizações centralizadas sem o controle das pontas.
  • 12. As organizações podem estar mais ou menos voltadas para a solução de problemas da sociedade.
  • 13. O que garante organizações mais voltadas para a sociedade é o poder de mídia descentralizado.
  • 14. O poder de mídia descentralizado vai questionar o corporativismo das organizações.
  • 15. O poder de mídia descentralizado vai forçar organizações a serem mais competitivas.
  • 16. O poder de mídia descentralizado vai forçar organizações menos monopolísticas.
  • 17. O poder de mídia descentralizado vai forçar que as organizações sejam mais meritocráticas.
  • 18. O poder de mídia descentralizado vai criar novas organizações mais descentralizadas.
  • 19. O poder de mídia descentralizado vai criar uma nova topologia de rede, que enfraquece o antigo centro.
  • 20. Organizações mais meritocráticas são aquelas mais voltadas para a sociedade.
  • 21. Organizações menos meritocráticas são aquelas menos voltadas para a sociedade.
  • 22. Quando a mídia se centraliza as organizações ficam mais corporativas (voltadas para elas mesmas).
  • 23. Quando a mídia se descentraliza as organizações ficam menos corporativas (mais voltadas para a sociedade).
  • 24. As organizações sempre tenderão ao corporativismo.
  • 25. O corporativismo sempre centralizará poderes em torno das organizações.
  • 26. O que combate o corporativismo é a capacidade da sociedade em fiscalizar as organizações.
  • 27. A capacidade da sociedade em fiscalizar as organizações aumenta com o poder de mídia social.
  • 28. A capacidade da sociedade em fiscalizar as organizações se reduz com o poder de mídia corporativo.
  • 29. O Corporativismo Organizacional independe do modelo político ou econômico.
  • 30. O Corporativismo Organizacional é um vírus humano a espera de uma oportunidade.
  • 31. Quando a mídia se centraliza o vírus se expande.
  • 32. Quando a mídia se descentraliza o vírus é contido.
  • 33. A luta por uma sociedade melhor sempre será contra o Corporativismo Organizacional.
  • 34. Uma sociedade de mídia controlada será uma sociedade com alta taxa de corporativismo.
  • 35. Uma sociedade de mídia descontrolada será uma sociedade com baixa taxa de corporativismo.
  • 36. Organizações se centralizam quando se aumenta a demografia.
  • 37. Quando se aumenta a demografia a mídia precisa ser centralizada pelas organizações.
  • 38. Quando a mídia é centralizada pelas organizações elas se empoderam.
  • 39. Quando elas se empoderam criam leis para se proteger.
  • 40. Quando criam leis para se proteger elas deixam de ter mérito.
  • 41. Quando elas deixam de ter mérito, passam a se justificar pela lei e não pelo serviço prestado.
  • 42. Os que defendem um combate constante contra o Poder Corporativo das Organizações são os Pontistas.
  • 43. Pontistas são aqueles que defendem o poder das pontas na rede social.
  • 44. Os que defendem o Poder Corporativo das Organizações são os Centristas.
  • 45. Centristas são aqueles que defendem o poder do centro na rede social.
  • 46. O capitalismo é um sistema concebido por Pontistas que acabou na mão de Centristas.
  • 47. O capitalismo está centrista por causa de demografia.
  • 48. O capitalismo está centrista por causa concentração de mídia.
  • 49. O capitalismo não é Centrista ou Pontista ele se modifica, conforme a conjuntura tecno- cognitiva- demográfica.
  • 50. O capitalismo está mais corporativista e menos social.
  • 51. A tarefa dos Pontistas é resgatar o lado social do capitalismo.
  • 52. O capitalismo do século XXI será, mais Pontista.
  • 53. O conceito de direita e esquerda é inócuo para compreender a verdadeira luta social do século XXI.
  • 54. A luta do século XXI já é e continuará a ser, como sempre foi na história, entre Centristas e Pontistas.
  • 55. Eras Cognitivas influenciam na luta entre os Pontistas e os Centristas.
  • 56. No início de uma Era Cognitiva a mídia se descentraliza.
  • 57. No final de uma Era Cognitiva a mídia está centralizada.
  • 58. As revoluções cognitivas e a Centralização da Mídia ORAL ESCRITA ESCRITA IMPRESSA DIGITAL CENTRALIZAÇÃO DESCENTRALIZAÇÃO CENTRALIZAÇÃO DESCENTRALIZAÇÃO DESCENTRALIZAÇÃO DESCENTRALIZAÇÃO CENTRALIZAÇÃO
  • 59. No final de uma Era Cognitiva as organizações estão mais centralizadas.
  • 60. No final de uma Era Cognitiva as organizações criaram leis corporativas para se defender.
  • 61. No início de uma Era Cognitiva as organizações são questionadas.
  • 62. No início de uma Era Cognitiva as organizações estão intoxicadas delas mesmas.
  • 63. No início de uma Era Cognitiva as organizações não mais representam a sociedade.
  • 64. No início de uma Era Cognitiva as organizações são refeitas.
  • 65. No início de uma Era Cognitiva as leis impostas pelas organizações são corporativistas.
  • 66. Quando a mídia é descentralizada para a sociedade ela se empodera.
  • 67. Quando a sociedade se empodera quer mudar o corporativismo das organizações.
  • 68. O corporativismo organizacional é um mal permanente da sociedade.
  • 69. É um mal necessário.
  • 70. E precisa ser permanentemente combatido.
  • 71. As taxas de corporativismo no longo prazo sobem ou descem, conforme o poder de mídia e a demografia.
  • 72. As taxas de corporativismo no curto prazo sobem ou descem, conforme outros fatores sociais.
  • 73. TAXAS DE CORPORATIVISMO ORGANIZACIONAL – ANTES DE UMA REVOLUÇÃO COGNITIVA
  • 74. TAXAS DE CORPORATIVISMO ORGANIZACIONAL – DEPOIS DE UMA REVOLUÇÃO COGNITIVA
  • 75. É falsa a afirmação que a história se move em função da luta de classes.
  • 76. A história, no longo prazo, se move em função do aumento demográfico.
  • 77. O aumento demográfico influencia mais ou menos corporativismo organizacional.
  • 78. O poder de mídia social influencia mais ou menos corporativismo organizacional.
  • 79. No final de Eras Cognitivas os Centristas estarão no poder.
  • 80. No início de Eras Cognitivas os Pontistas serão os revolucionários.
  • 81. Ao longo das Eras Cognitivas Pontistas e Centristas vão duelar, conforme contextos sociais, políticos e econômicos.
  • 82. O aumento da demografia torna os Centristas mais poderosos e pragmáticos.
  • 83. O aumento da demografia tira a voz dos Pontistas.
  • 84. Organizações mais sofisticadas permitem que a taxa de demografia aumente.
  • 85. Quando a demografia aumenta as organizações precisam se centralizar.
  • 86. O aumento da demografia é o campo fértil para os Centristas.
  • 87. O fim da centralização das organizações só é possível com a redução drástica da população (cada vez mais raro).
  • 88. Ou o empoderamento de mídia pela sociedade.
  • 89. O empoderamento de mídia pela sociedade permite recriar as organizações.
  • 90. O início de uma Era Cognitiva como a que estamos vivendo desperta a voz dos Pontistas.
  • 91. Pontistas no início de uma Era Cognitiva tornam-se disruptivos.
  • 92. A missão dos pontistas no início de uma Era Cognitiva é derrubar as leis corporativas.
  • 93. A missão dos pontistas no início de uma Era Cognitiva é recriar as organizações.
  • 94. A missão dos pontistas no início de uma Era Cognitiva é sofisticar as organizações.
  • 95. É criar organizações mais compatíveis com a nova complexidade demográfica.
  • 96. É criar organizações mais descentralizadas e mais meritocráticas.
  • 97. Pontistas querem reduzir o Corporativismo Organizacional.
  • 98. Pontistas defendem a reformatação das organizações.
  • 99. Pontistas defendem a descentralização do poder.
  • 100. Um breve portfólio:
  • 101. Como posso ler mais sobre as ideias de Nepomuceno? Leia o livro.
  • 102. Recomendação do livro:
  • 103. CAPACITAÇÃO FORMAÇÃO DE ANALISTA ESTRATÉGICO PARA INOVAÇÃO PARTICIPATIVA
  • 104. FORMAÇÃO DE ANALISTA ESTRATÉGICO PARA INOVAÇÃO PARTICIPATIVA MODALIDADE: ONLINE (FACEBOOK E SKYPE) TEMPO: 9 semanas
  • 105. CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CRIAÇÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO PARTICIPATIVA
  • 106. CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CNEPOMU@GMAIL.COM
  • 107. CRIE UM NÚCLEO DE INOVAÇÃO PARTICIPATIVA EM SUA CIDADE CNEPOMU@GMAIL.COM
  • 108. YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão também no meu blog: www.nepo.com.br Twitter: @cnepomuceno Email: cnepomu@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno

Related Documents