Namíbia Povo
Hererós
Namíbia Geografia do Século XXI
A Namíbia, é um país que
pertence à África Austral, é
banhado pelo Oceano
Atlântico a Oest...
Namíbia Geografia do Século XXI
A Namíbia divide-se em
3 áreas: o Deserto
costeiro da Namíbia, o
Planalto Central e a
regi...
Quanto aos animais
selvagens, não têm a
tarefa facilitada, embora
o Namibe, um dos
desertos mais antigos do
planeta, lhes ...
Namíbia Economia do Século XXI
A Indústria Mineira, é a
mais importante
actividade da economia;
o Diamante, Óxido de
Urâni...
Namíbia Economia do Século XXI
As explorações agrícolas
encontram na Criação de
Gado, o sustento dos seus
projectos, devid...
Namíbia Economia do Século XXI
Os principais
parceiros
comerciais são a
África do Sul e o
Reino Unido.
O Dólar Namibiano
é...
Namíbia População - Século XXI
A densidade populacional
do país é muito baixa
aproximadamente 2 milhões,
pois a maior part...
Namíbia História do século XV a século XIX
No séc. XV, os Hererós, habitantes da Namíbia, viviam
num Sistema Matriarcal. Q...
Namíbia História do século XV a século XIX
Alimentavam-se à base
de Carne, Leite,
Cereais e Frutos.
Viviam da troca de Gad...
Namíbia História do século XV a século XIX
As mulheres cobriam o corpo com uma Pasta
Vermelha, mistura de Banha de Boi com...
Namíbia História do século XV a século XIX
Os “Mais Velhos” são respeitados e sagrados.
As Crianças têm um papel important...
Namíbia História do século XV a século XIX
Curiosidades:
 As mulheres não podem
beber Leite quando estão
com a menstruaçã...
Namíbia História do século XV a século XIX
Curiosidades:
 As mulheres estão proibidas de
lavar o corpo com Água.
 As cri...
Namíbia História do século XV a século XIX
Festas Populares:
 Os Hererós Veneram o Fogo,
por isso na Casa do Chefe há
sem...
Namíbia História do século XV a século XIX
Gastronomia:
 Para os Hererós a comida
é muito importante, eles
alimentam-se d...
No séc. XIX, milhões de Alemães
migraram para várias partes do
mundo.
A África foi o destino preferido.
Durante o Colonial...
Namíbia – Genocídio Século XIX
Desde o início da
Colonização, houve
resistência por parte da
Tribo Hererós à ocupação
Alem...
Namíbia – Genocídio Século XIX
Trabalho forçado, doenças e
a desnutrição, mataram 80%
da tribo Hereró.
O ex-embaixador da ...
Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI
A globalização teve início no Séc. XV com a colonização
e descobertas marítimas. ...
Vantagens da globalização
Como muitas outras transformações de
elevada complexidade, no nosso dia a
dia é possivel encontr...
Desvantagens da globalização
Uma das maiores desvantagens da
globalização é a concentração da riqueza.
A maior parte do di...
Povo Hererós
Tribo Himba
Trabalho Realizado por:
Carlos Pinheiro
Joaquina Silva
Maria Virgínia
Sandra Matos
Curso IEFP:
Em...
of 23

Namibia povo himba

No séc. XV, os Hererós, habitantes da Namíbia, viviam num Sistema Matriarcal. Quem mandava eram as mulheres! Elas eram as donas dos filhos, das casas, do gado e de todos os apetrechos que existiam na aldeia.
Published on: Mar 3, 2016
Published in: Lifestyle      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Namibia povo himba

  • 1. Namíbia Povo Hererós
  • 2. Namíbia Geografia do Século XXI A Namíbia, é um país que pertence à África Austral, é banhado pelo Oceano Atlântico a Oeste, faz fronteira com Angola a Norte, a Sul com África do Sul e a Este com o Botsuana
  • 3. Namíbia Geografia do Século XXI A Namíbia divide-se em 3 áreas: o Deserto costeiro da Namíbia, o Planalto Central e a região do Kalahari, com clima desértico quente.
  • 4. Quanto aos animais selvagens, não têm a tarefa facilitada, embora o Namibe, um dos desertos mais antigos do planeta, lhes tenha concebido tempo para adaptação às circunstâncias árduas. Namíbia Geografia do Século XXI
  • 5. Namíbia Economia do Século XXI A Indústria Mineira, é a mais importante actividade da economia; o Diamante, Óxido de Urânio, Ouro, Gás Natural e Petróleo.
  • 6. Namíbia Economia do Século XXI As explorações agrícolas encontram na Criação de Gado, o sustento dos seus projectos, devido a uma indústria que se dedica ao processamento alimentar e escoamento dos produtos nacionais. A Actividade Piscatória encontra-se em desenvolvimento, após a Namíbia ter encerrado o acesso às embarcações de pesca estrangeira.
  • 7. Namíbia Economia do Século XXI Os principais parceiros comerciais são a África do Sul e o Reino Unido. O Dólar Namibiano é a moeda nacional.
  • 8. Namíbia População - Século XXI A densidade populacional do país é muito baixa aproximadamente 2 milhões, pois a maior parte do país é constituída por um deserto. A principal etnia da Namíbia são os Hererós. As principais religiões são o Luteranismo, o Catolicismo, a Igreja Reformada Holandesa e o Anglicanismo. A língua oficial é o inglês.
  • 9. Namíbia História do século XV a século XIX No séc. XV, os Hererós, habitantes da Namíbia, viviam num Sistema Matriarcal. Quem mandava eram as mulheres! Elas eram as donas dos filhos, das casas, do gado e de todos os apetrechos que existiam na aldeia.
  • 10. Namíbia História do século XV a século XIX Alimentavam-se à base de Carne, Leite, Cereais e Frutos. Viviam da troca de Gado e do Artesanato que manufacturavam. Os homens estavam presentes, essencialmente para a procriação e a Guarda de Gado.
  • 11. Namíbia História do século XV a século XIX As mulheres cobriam o corpo com uma Pasta Vermelha, mistura de Banha de Boi com Argila, que lhes protegia a pele do vento e do sol. A mesma mistura era usada na cabeça, que era ornamentada com Penteados Elaborados e os cabelos enfeitados com peças de Couro e de Metal. O ritual de beleza demorava cerca de 3 horas, mas o resultado era perfeito! Dança...Alegria...Divertimento...
  • 12. Namíbia História do século XV a século XIX Os “Mais Velhos” são respeitados e sagrados. As Crianças têm um papel importante na comunidade são o futuro, a continuidade da raça e tradições. Os Adolescentes preparam-se para o seu papel: ”Os Futuros Adultos”.
  • 13. Namíbia História do século XV a século XIX Curiosidades:  As mulheres não podem beber Leite quando estão com a menstruação.  Pais e filhos tem que subir a montanha mais próxima para demonstrar a sua Masculinidade.  Os Hererós limpam os dentes com um Pedaço de Madeira.  As suas roupas são lavadas com Cinzas das Fogueiras.  As mulheres são proibidas de usar o Sobrenome dos Maridos.
  • 14. Namíbia História do século XV a século XIX Curiosidades:  As mulheres estão proibidas de lavar o corpo com Água.  As crianças dormem sobre Travesseiros de Madeira.  Fazem as suas roupas de Peles de Animais que matam.  As mulheres andam com o peito à mostra e com os Cabelos untados com Gordura de Animal.  Quando um Hereró morre a sua Casa é Queimada.  O máximo que um homem pode passar com a mesma mulher é 2 Noites.
  • 15. Namíbia História do século XV a século XIX Festas Populares:  Os Hererós Veneram o Fogo, por isso na Casa do Chefe há sempre uma fogueira que só é extinta quando este morre, o Novo Chefe é incumbido de apagar a chama do seu antecessor, e acender uma fogueira própria até ao momento da sua Morte.  Os Hererós lutam para provar a sua Masculinidade.  Os Hererós tem o seu Curandeiro, Xamã, que possui técnicas e Poções de Cura.
  • 16. Namíbia História do século XV a século XIX Gastronomia:  Para os Hererós a comida é muito importante, eles alimentam-se de uma pasta chamada OREHERE (puré de farinha de milho e água) e Leite Azedo.  Conseguem extrair Mel ou Seiva de Árvores, sem serem atacados por abelhas, usam estes alimentos para cozinhar, para tornar a comida menos amarga.
  • 17. No séc. XIX, milhões de Alemães migraram para várias partes do mundo. A África foi o destino preferido. Durante o Colonialismo, as mudanças na natureza tropical, foram responsáveis pela redução da Biodiversidade e pela extinção e redução de Espécies Nativas, além da poluição do solo e rios. Uma série de factores favorecia, no entanto, a Expansão do Colonialismo, como o combate às doenças tropicais, Malária, Cólera, a Doença do Sono e a Febre Amarela. Os alemães eram reconhecidos como pioneiros da civilização, ou seja, gente capaz de transformar a natureza selvagem em paisagem Namíbia – Colonização Século XIX
  • 18. Namíbia – Genocídio Século XIX Desde o início da Colonização, houve resistência por parte da Tribo Hererós à ocupação Alemã. Devido a esse factor a tribo Hererós instaurou uma revolta contra os colonos alemães, matando cerca de 120 alemães incluindo Mulheres e Crianças, e destruíram as Fazendas. No entanto, a resistência nativa foi esmagada pelos Colonos.
  • 19. Namíbia – Genocídio Século XIX Trabalho forçado, doenças e a desnutrição, mataram 80% da tribo Hereró. O ex-embaixador da Namíbia exigiu que os Crânios de Prisioneiros Hererós das revoltas de 1904 a 1908, fossem levados para investigação científica, para provar que a teoria da superioridade dos brancos europeus sobre os africanos, não passava de um abuso aos direitos humanos.
  • 20. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI A globalização teve início no Séc. XV com a colonização e descobertas marítimas. Neste contexto histórico, o homem europeu entrou em contacto com povos de outros continentes, estabelecendo relações comerciais e culturais. É um fenómeno gerado pela necessidade do Capitalismo, Consumismo e Alargamento dos Mercados para além fronteiras. Um dos principais motivos que originou o genocídio do povo Hererós foi a busca constante de mão de obra e matérias primas baratas. A globalização afectou as áreas de uma sociedade, desrespeitando a cultura, economia, os costumes e o meio ambiente, gerando conflitos étnicos (fragmentação).
  • 21. Vantagens da globalização Como muitas outras transformações de elevada complexidade, no nosso dia a dia é possivel encontrar diversos factores que proporcionam muitas mudanças a nível mundial que podem ser consideradas vantagens a nível político, cultural e económico. A facilidade de comunicação também melhorou bastante, hoje em dia é possível acompanhar factos em outros continentes em tempo real. Outra vantagem é que atrai investimentos de outros países, traz desenvolvimento tecnológico, melhora o relacionamento com outros países, potencia as trocas comerciais, e abre as portas para diferentes culturas. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI
  • 22. Desvantagens da globalização Uma das maiores desvantagens da globalização é a concentração da riqueza. A maior parte do dinheiro fica nos países mais desenvolvidos e apenas 25% dos investimentos internacionais vão para as nações em desenvolvimento, o que faz disparar o número de pessoas que vivem em extrema pobreza, com menos de um Euro por dia. Nas últimas décadas, a globalização e a revolução tecnológica e científica são as principais causas do Desemprego. Também desvalorizou a cultura nacional num determinado país, quando países mais ricos se instalam em países mais probres, explorando a matéria prima e aproveitando-se da mão- de-obra mais barata. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI
  • 23. Povo Hererós Tribo Himba Trabalho Realizado por: Carlos Pinheiro Joaquina Silva Maria Virgínia Sandra Matos Curso IEFP: Empregado Comercial Módulo: Cidadania e Empregabilidade Formadora: Helena Freitas

Related Documents