Galeria
galeria@atribuna.com.br
CARLOTACAFIERO
DAREDAÇÃO
Dágostoouvirdoisapaixonados
pelamúsicaeruditacontarhistó-
rias so...
of 1

Por trás das obras clássicas

Por trás das obras clássicas Por Carlota Cafiero
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Art & Photos      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Por trás das obras clássicas

  • 1. Galeria galeria@atribuna.com.br CARLOTACAFIERO DAREDAÇÃO Dágostoouvirdoisapaixonados pelamúsicaeruditacontarhistó- rias sobre suas obras preferidas. Anteontem, no intervalo do en- saiodaOrquestraSinfônicaMu- nicipaldeSantos(OSMS),opia- nista e solista convidado Alvaro Siviero e o maestro titular Luís Gustavo Petri trocaram pontos de vista sobre os compositores e peças que irão executar no con- certodeamanhã,às20horas,no TeatroColiseu,emSantos.Aen- trada é franca, com distribuição de convites meia hora antes, na bilheteria. O programa é composto de duasobrasgrandiosas,queper- fazemosperíodos doClassicis- mo e do pós-Romantismo. A abertura será feita com Sinfo- niano 1emDóMaior,Op.21,do alemão Ludwig van Beetho- ven, e a segunda parte ficará comoConcertono 2paraPiano e Orquestra em Dó Menor, Op.18,dorussoSergeiRachma- ninov, com a participação de Siviero – que toca pela primei- raveznoColiseu. “Beethoven é o pai de todo mundo. Qualquer coisa depois dele faz alguma referência a ele.O(compositorFranz)Liszt costumava dizer que Beetho- ven montou 12 portas, e que quem veio depois teve que abrir cada uma delas e experi- mentar.Éumexemplodeartis- ta que fez uma revolução sem negar opassado, pois homena- geou o Classicismo ao mesmo tempo em que abriu as portas doRomantismo”,consideraPe- tri – e Siviero completa dizen- doqueafiguradocríticomusi- cal surgiu justamente para en- tenderaobradeBeethoven. Petri continua: “Já Rachma- ninov pegou uma das fases mais ricas da música e das ar- tesquefoi aviradadoséculo19 para o 20, uma época que dei- xou os críticos completamente malucos, tendo de entender Stravinsky,Debussy,Ravel...”. Grande admirador da obra e doexemplodevidadeRachma- ninov(pronuncia-se“raquima- ninov”)–queconseguiuvencer a depressão por meio da músi- ca–,Sivierorevelaqueaprimei- ra composição que tocou com uma orquestra sinfônica foi o Concerto no 2 para Piano e Or- questra.“Éumaobraquecarre- godentrodemimdesdepeque- no, pois minha família me ini- ciou na música clássica com estapeçaecomosegundocon- certoparapianodeChopin”. SUPERAÇÃO O pianista então conta a histó- riaportrásdaobradeRachma- ninov, que mergulhou na de- pressão e na estagnação criati- vaapósofracassodesua Sinfo- nia no 1 em uma apresentação na Rússia, aos 22 anos de ida- de, e o término de uma relação amorosa. Foi o amigo e psiquiatra rus- so Mikhail Dahl quem ajudou o compositor a reencontrar a criatividade. E prova disso é o genial Concerto para Piano e Orquestra no 2, composto por Rachmaninov aos 27 anos – e em cuja partitura aparece uma dedicatóriaaDahl. “A música tem por finalida- de transformar quem ouve e quemfaz.Depoisdeumconcer- to, você tem que sair melhor como pessoa. Esse concerto é poderoso porque foi feito com um desejo imenso de se supe- rar e se renovar, e isso vem sendo transmitido desde en- tão.Ocomeço daobra trazoito acordes, tocados como se fos- sem oito badaladas. Na última delas, que é bem dissonante, Rachmaninov coloca ali o final da depressão e do pessimis- mo”,explicaSiviero. De acordo com o pianista, o sino faz referência à Rússia, onde tudo aconteceu na vida do compositor: a mudança pa- ra São Petersburgo, a morte das duas irmãs, o abandono do pai,oconservatóriodeMoscou (onde conheceu Tchaikovsky, que o incentivou), a primeira sinfonia que foi um desastre, a fase depressiva e o tratamento com o amigo Dahl, antes da partida para a Itália para se recompor e compor o segundo concerto. “Foi a partir dessa obra que empreendeu a trípli- ce carreira como compositor, maestroepianista”. Mundialmente conhecido, o paulistanoSivieropossuipassa- gensporpaísescomoPortugal, Inglaterra, Argentina, Suíça, Estados Unidos, França e Ale- manha, em turnês com gran- des orquestras como a Prague PhilharmonicOrchestraeRus- sianVirtuosiofEurope. SERVIÇO–AMANHÃ,ÀS20HORAS,NOTEATRO COLISEU,RUAAMADORBUENO,237, CENTRO, SANTOS,TEL.3221-8181.ENTRADA FRANCA (RETIRARCONVITESMEIAHORAANTES,NA BILHETERIADOTEATRO). CurtabrasileiroselecionadoparaCannes SemCoração,deNaraNormandeeTião,seráexibidonamostraparalela QuinzenadosRealizadores(de14a25demaio),quejárevelounomes comoGeorgeLucas,MichaelHanekeeosirmãosDardenne Orquestra santista ensaia no Coliseu com o maestro Gustavo Petri Ashistóriasportrás dasobrasclássicas Sinfônica de Santos apresenta, amanhã, duas peças poderosas Alvaro Siviero estreou ao lado de uma sinfônica tocando o Concerto no 2 para Piano e Orquestra, de Rachmaninov FOTOSWALTERMELLO Quarta-feira 23 D-1abril de2014 www.atribuna.com.br

Related Documents