1
MEDITAÇÕES – NAMORO, NOIVADO E
CASAMENTO
2
Neli Cavalcante
Assessoria jurídica
Especialista em Leis Cristãs
R. Aureliano Coutinho, 228 / 04
Embaré – Santos- Cep: 1...
3
A Deus, pois justiça e juízo são a base do Seu trono.
4
1. Prefácio
Querida (o) amiga (o), sedenta (o) e faminta (o) de JUSTIÇA
Deixo aqui para sua reflexão, de maneira simples...
5
Colocamos abaixo um texto que transcrevemos de uma fita gravada
com o título desta meditação. É uma palestra do Pastor D...
6
“Hoje, o maior problema dos casais está na dificuldade de se
relacionarem de modo adequado. A convivência com personalid...
7
Dentro do coração de cada um estão escritas as Leis Eternas de
Deus, portanto, mesmo que a Bíblia ainda não faça parte d...
8
avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes
a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural,
irrecon...
9
pais para se tornar uma só carne com ela, formando assim uma outra
aliança, dando então uma outra cobertura a esta que é...
10
A Rocha Eterna segura qualquer tempestade, enquanto que uma base
de areia não é suporte para se edificar um castelo sob...
11
Descrição:16
Um grande mistério sexual revelado. Uma mensagem poderosa para
os casados, e um guia de vida para a felici...
12
para aqueles que crêem e se dispõem a não seguir o curso deste
mundo que jaz todo no maligno.18
Observemos o que nos fa...
13
De uma maneira ou de outra, um dia chegaremos a esta conclusão, e
se isso ocorrer no tempo da vida terrena teremos entã...
14
tristeza, pobreza e de doença, mas que os que se sujeitam às Leis
Sagradas, as únicas que podem legislar sobre o fato, ...
15
também dias de “tristeza, doença e pobreza...”, seria imprescindível
que Ele estivesse perto também para quando a tempe...
16
construído sua casa “sobre a areia”, mesmo que esta casa seja a
mais linda e bem feita do mundo, não subsistirá. A Bíbl...
17
“12 Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um
perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus
vi...
18
um casamento racional, mas só emocional, e muito menos em
preservar este casamento que é uma instituição divina e não h...
19
lhe sobejava espírito? E por que somente um? Não é que
buscava descendência piedosa? Portanto guardai-vos em
vosso espí...
20
colocou no coração deste que é feito à Sua semelhança esta busca
incessante da sua outra metade (Jesus busca também,
in...
21
ter experiências sexuais para deixar bem claro que é “macho” e para
que não chegue ao casamento ignorante. O menino a p...
22
(pág 17) “Quando uma criança nasce, ela está coberta com o sangue
do útero e carrega o tipo sanguíneo do seu pai ou da ...
23
A mulher foi a segunda pessoa que Deus criou e a que mais
demorou para ser feita. É mais frágil fisicamente que o homem...
24
marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido
virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganos...
25
Quando o homem cobra a sua posição de “cabeça” no
relacionamento, é geralmente, e quase sempre, para oprimir e não
para...
26
Em contrapartida, é grande o número de homens que são verdadeiros
“joguetes” nas mãos dessa mulher ferida que quando se...
27
consumir-se da tua carne e do teu corpo. E então digas: Como
odiei a correção! e o meu coração desprezou a repreensão!”...
28
apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua
vida. Agora pois, filhos, dai-me ouvidos, e estai atentos ...
29
Vamos agora observar o que fala Shelia Cooley, a qual já citamos, no
seu livro “O Porque do Hímen”:63
Muitas pessoas re...
30
do símbolo da aliança que nós temos com Deus Pai, por meio
do sangue derramado de Jesus Cristo. Quando um homem deixa
a...
31
tampouco qualquer homem. Existe algo muito especial em ser capaz
de olhar para trás, mesmo depois de anos de casamento ...
32
tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e
depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos
Exércitos, se eu n...
33
completado. O hímen é criado por Deus como uma semente. Quando
a semente é rompida, o sangue que surge é a primícia da ...
34
“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à
sombra do Onipotente descansará”.70
Ao dizimar as primícias do seu ca...
35
“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também
Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por
ela”.73
É tão vital...
36
virgindade; O grande mistério; Como dizer não; O que Deus uniu;
Vidas transformadas.
Deste último capítulo registramos ...
37
tive uma nova compreensão do meu relacionamento com Deus e com
minha esposa (uma aliança de sangue que não pode ser que...
38
antes uma vida dissoluta, depois se arrependeram e se colocaram aos
pés do Criador.
No momento da cerimônia pediram per...
39
relacionamento com outra mulher, pois não poderia ficar sem sexo, já
que “era homem”.
Estava mentindo, mas ela caiu no ...
40
filhos no momento da escolha para o matrimônio. Ou, se ousam algo
neste sentido, os filhos dificilmente querem escutar ...
41
completou dezoito anos, a bênção deles para ir do nordeste onde
moravam para Brasília, que estava ainda em construção, ...
42
Soube depois que ela era sobrinha de uma moça, sua funcionária no
hotel que trabalhava. Neste mesmo dia disse para esta...
43
“22 FOGE também das paixões da mocidade, e segue a justiça,
a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o
...
44
e clamava a Deus para que as levasse ao hospital e as trouxesse de
volta. Muitas eram as vezes que isso acontecia. Em u...
45
a emoção, as lágrimas e as palavras que saiam da minha boca, falei
para ela que Deus iria honrá-la por este amor e por ...
46
mesmo depois de casar, o que é outra distorção, uma desobediência
à Palavra, ao que Deus estabeleceu para o homem. Como...
47
Falávamos que hoje as pessoas consideram uma idiotice pedir a
orientação dos pais para a escolha do cônjuge, mas vejamo...
48
não fez bonecos, mas pessoas que decidem se querem viver ao Seu
lado ou do lado do inimigo. Se fosse tão simples entend...
49
dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do
mundo. 17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas
aqu...
50
segundo a Lei Divina.104
É claro que se eu rebeldiar e manipular a
bênção, sofrerei depois as conseqüências do meu erro...
51
herdar as bênçãos, herda também as maldições do outro, querendo
ou não. Mesmo que a família esteja longe, a herança esp...
52
Voltando a Abrahão, depois de instruir seu servo e acertarem todos
os pormenores, o bom homem segue o seu caminho, pedi...
53
“8 E assim fez para todas as suas mulheres estrangeiras, as
quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios a seus
deus...
54
etnia e para vencer duas guerras vamos precisar do dobro de forças.
Existem várias bênçãos e várias maldições que acomp...
55
inexplicáveis. Essas pessoas têm uma vida sofrida, desesperada,
lutando sempre contra tentações bastante poderosas, con...
56
“7 Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, cuidando de
fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou;
n...
57
Negebe. 63 Saíra Isaque ao campo à tarde, para meditar; e
levantando os olhos, viu, e eis que vinham camelos. 64 Rebeca...
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
of 152

NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO

Published on: Mar 3, 2016
Published in: Spiritual      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO

  • 1. 1 MEDITAÇÕES – NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO
  • 2. 2 Neli Cavalcante Assessoria jurídica Especialista em Leis Cristãs R. Aureliano Coutinho, 228 / 04 Embaré – Santos- Cep: 11.040- 240 Tel. 32314759- 91780437 E-mail: nelicavalcante7@yahoo.com.br “e te restituirei os teus juízes, como eram dantes, e os teus conselheiros, como no princípio, então serás chamada cidade de justiça, cidade fiel”.1 Dedicatória: 1 Isaías 1:26.
  • 3. 3 A Deus, pois justiça e juízo são a base do Seu trono.
  • 4. 4 1. Prefácio Querida (o) amiga (o), sedenta (o) e faminta (o) de JUSTIÇA Deixo aqui para sua reflexão, de maneira simples, alguns retalhos escritos, algumas sementes, para que germinem e dêem frutos ao seu coração, certamente inconformado com a injustiça, com a hipocrisia e o desamor. Seja cada uma dessas sementes, água de Deus para regar a sua alma. Livres de cercas religiosas, encontramos Deus fora do status quo, fora do padrão religioso estabelecido, que como revela o Apocalipse é uma verdadeira prisão e uma astuta armadilha anti-Cristo. Encontramos o Poderoso fora dos dogmas, dos rituais vazios, a exemplo de Martinho Lutero e tantos outros que ousaram questionar o que está pré- estabelecido, como ensinou Kant, como denunciou Kierkegaard, e outros tantos filósofos, como também Sto Agostinho, Aquino e outros, que explicaram a fé pela lógica, e aí descobrimos a virtude, o que é santo e justo, e entendemos também o que falou Sócrates: “Só sei que nada sei”. A exemplo de tantos mártires, nos ocupamos em tornar os textos bíblicos populares, como é o propósito de Deus em oposição à religião, esta que é umas das maiores desgraças da humanidade (se não for a maior), e que divide os homens que Jesus veio para unir. É impressionante como este nome, que é acima de todo o nome que se nomeia, provoca tempestades e escandaliza, pois veio testificar que as nossas obras são más. Descobrimos enfim, de maneira maravilhosa, que este Jesus Bíblico, que não pertence a nenhuma religião, mas ao que crê, este que divide a humanidade em antes e depois, o Verbo que se fez carne, O Homem que habitou entre nós, é também Deus (o único), de eternidade à eternidade. Jesus não é religião, mas a única oportunidade para o relacionamento do homem com Deus. A sua ressurreição foi o fato mais extraordinário da humanidade e é fartamente comprovado pela história. Eis o nosso fundamento, a nossa Fonte Primeira: “Pois ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo”. Há outro que tenha ressuscitado? Observemos para tirar as nossas conclusões: A Bíblia tem 40 livros que foram escritos por 66 autores. Todos estes viveram em épocas totalmente diferentes, eram pessoas de personalidade, cultura, idade, sexo, nações diferentes totalmente uma da outra, porém falaram sobre as mesmas coisas; uma coisa testifica da outra, se encaixa na outra com uma exatidão espantosa. Qual o livro que demora séculos para ser escrito? Qual livro é o best-seller do mundo? Qual livro que termina de ser escrito hoje, sem estar já ultrapassado? Qual o livro que fala com todos, nos quatro cantos do mundo da mesma maneira, que desperta o rico e o pobre, o sábio e o iletrado, sem fazer acepções? Quais as leis que estão inseridas em todos os seguimentos das sociedades, em todos os tempos? Se assim é, como poderia alguém imaginar que estas são palavras de homem? “Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis;”.
  • 5. 5 Colocamos abaixo um texto que transcrevemos de uma fita gravada com o título desta meditação. É uma palestra do Pastor Djair Guerra e sua esposa, os quais têm um ministério itinerante a serviço do Reino de Deus que nos tem dado uma grande contribuição na área da família, com muita simpatia, conhecimento, competência e unção. É realmente, sem sombra de dúvidas, muito importante grifar a especialíssima experiência deste casal. Pastor Djair Guerra Quando o (a) leitor (a) terminar de ler, certamente sentirá o desejo muito grande de conhecê-los pessoalmente e averiguar se eles são reais ou saíram de um romance. Recebi a notícia de que ele lançou um livro com o título “Palavras que podem mudar o seu casamento”, o qual ainda não li, mas, certamente, não há como não recomendar. 4. Recomendação de Valnice Milhomens2 2 Editora Yendis.
  • 6. 6 “Hoje, o maior problema dos casais está na dificuldade de se relacionarem de modo adequado. A convivência com personalidades tão diferentes e almas vezes prisioneiras e doentes é um desafio. Haverá solução? Palavras que Podem Mudar seu Casamento, de autoria do Dr. Djair Guerra, um pastor de almas, marido e pai exemplar, mostra como Deus tem princípios muito simples, mas de profundo efeito na vida a dois. Sinto-me grata a Deus e honrada em recomendar este livro não somente aos casais, mas a todos, pois os princípios aqui apresentados podem salvar qualquer tipo de relacionamento.” Pra. Valnice Milhomens. 5. Grifo nosso a respeito do tema
  • 7. 7 Dentro do coração de cada um estão escritas as Leis Eternas de Deus, portanto, mesmo que a Bíblia ainda não faça parte do seu cotidiano, elas estão trabalhando no seu íntimo, direcionando, convencendo, apontando o caminho certo. Infinitas coisas, simples e maravilhosas, como tudo o que de Deus é, estão escritas no Livro Sagrado. Algumas as pessoas questionam, perguntam ou mesmo “saem na mão com Deus” como é próprio até do que é sincero. Devemos, entretanto saber distinguir a hipocrisia da rebeldia, entender a diferença do questionamento daquele que confia em Deus, a ponto de falar das coisas que não entende, com firmeza, apresentando com ousadia as suas firmes razões,3 e o falar com rebeldia, incredulidade e falta de temor (Ele é pai, mas é também Deus!). Este tema é um assunto muito pouco falado e ensinado, mas vital para o ser humano em formação. A noiva em Israel era pedida ao seu pai e em seguida o noivo partia para se preparar para casar. Ele não ficava então “namorando”, “ficando”, “se prostituindo”, fazendo filhos irresponsavelmente. Quando ele estava para voltar para buscar a sua prometida, o zeloso amigo do noivo fazia a gentileza de avisar a noiva, pois ela deveria estar impecável para assumir o compromisso, sob pena de este ser desfeito. Há aqui um paralelo com a noiva de Cristo (o amigo do noivo é o Espírito Santo, que nos tem avisado constantemente que estamos nos fins dos dias e o noivo está às portas para arrebatar a sua noiva). E entre tantos sinais temos este a seguir. Confira o quadro: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, 3 Isaías 41:21; 43:26.
  • 8. 8 avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela”. 4 É ou não a descrição dos dias de hoje? Jesus está voltando, e, como nos indica a parábola das dez virgens, as que estiverem preparadas subirão com Ele e as outras ficarão de fora: “Portanto, vigiai porque não sabeis quando virá o Senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã. Se ele vier inesperadamente, não vos encontre dormindo. O que vos digo, digo a todos Vigiai!”.5 Jesus falou para a sua noiva: “Não se turbe o vosso coração (não fique preocupada nem ansiosa, porque eu vou voltar); credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar (quando tudo estiver preparado venho te buscar). E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”.6 O noivo cristão na terra deverá seguir este princípio, e deveria falar as mesmas palavras para a sua futura esposa. Pedirá a noiva em casamento, depois então irá se preparar para fazer uma aliança de sangue, tirando assim a donzela da cobertura da aliança com seus 4 II a Timóteo 3:1/5. 5 Marcos 13:35/37. 6 João 141/3.
  • 9. 9 pais para se tornar uma só carne com ela, formando assim uma outra aliança, dando então uma outra cobertura a esta que é a sua escolhida e assumindo assim um compromisso irrevogável até os fins dos dias. Certamente não precisará mudar de cidade ou cortar relações com esta até o casamento, mas sim, reservá-la, respeitá-la, como manda o “figurino”. O que é cristão sabe que anda na contra mão da vida, ou seja, se o mundo vai por um caminho este quase sempre seguirá o oposto, suportando assim o escárnio, os açoites, o vitupério, o caminho estreito,7 ou seja, perdendo aqui para ganhar no Reino de Deus: “39 Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á”.8 “25 pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de mim perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á”.9 Quem poderá nos dias de hoje escutar tal conceito para um namoro sem se espantar, no mínimo? Porém, conheço pessoas que abraçaram este conceito divino e se deram muitíssimo bem e uma multidão que não se pode contar que tomaram o caminho oposto e se deram muito mal. No momento da tentação, da “fome”, para este que se expõe a ficar perto e não foge das paixões como nos comanda a Lei Divina,10 o “prato de lentilhas”11 pode parecer irrecusável, mas depois as conseqüências são muitas vezes tão amargas que não dá para “passar na garganta”, tanto pelo fato do “cair a ficha” e amargar sobre o que se jogou fora, como pela realidade que é bem diferente sem a ótica do encantamento. Deus é galardoador daqueles que O buscam. Certamente vale a pena obedecer as Suas Leis. Ele fez o homem, e a Bíblia é o Manual do Fabricante. Isto sem contar a tranqüilidade que há em um compromisso nesses moldes, mesmo enfrentando a guerra espiritual que se forma trazendo evidentemente muitas tentações. Esta é a receita para se formar uma família com uma base sólida, um alicerce firme e digno. Se alguém tem interesse em conquistar algo de tal monta, é através deste solo que vai começar a maravilhosa construção: “11 Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo”.12 7 Mateus 7:13,14; Lucas 13:24. 8 Mateus 10. 9 Mateus 16. 10 II a Timóteo 2:22. 11 Gênesis 25:34. 12 I aos Cor 3.
  • 10. 10 A Rocha Eterna segura qualquer tempestade, enquanto que uma base de areia não é suporte para se edificar um castelo sobre ele. Só os insensatos gastam tempo e vida construindo o que um dia, certamente vai para o chão: “24 Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha. 25 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. 26 Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. 27 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda”.13 Os noivos deverão meditar sobre o “dízimo” do casamento14 , sobre os passos para se fazer uma aliança de sangue15 e muitos outros assuntos correlatos. Deus nos garante que “...aquele que perseverar até o fim será salvo. “O Porquê do hímen”, um livro de Shelia Cooley nos fala de maneira muito especial sobre o assunto. Mais adiante comentaremos mais sobre ele. 5.a Recomendação ao “O Porque do hímem” Vejamos agora um comentário parceiro sobre este livro, contido no mesmo: 13 Mateus 7. 14 Livro: “O Porque do Hímen”. 15 Meditar sobre o texto “Aliança de sangue”.
  • 11. 11 Descrição:16 Um grande mistério sexual revelado. Uma mensagem poderosa para os casados, e um guia de vida para a felicidade dos solteiros. Da 4ª capa: O porquê do hímen é um livro que deve ser lido! Qualquer pessoa que nos anos 60 era adolescente precisa conhecê-lo, a fim de entender como recuperar aquilo que o diabo roubou! O amor livre, por exemplo, foi o maior engano dessa geração. Pagou-se caro, e, dentre os prejuízos, está o alto índice de divórcios. Este livro mostrará a você, leitor, uma verdade sobre a sexualidade. Todo homem de Deus necessita ler este livro para entender a aliança de sangue que se perdeu nas teorias das escolas teológicas. E uma tremenda revelação sobre o casamento, a qual transformará não só a vida das ovelhas, como também a maneira de pregar. Marido e mulher precisam alinhar a relação que têm um com o outro e com Deus. Só há um caminho: conhecer a revelação transformadora de vidas sobre a aliança de sangue entre marido e mulher. O divórcio não é a solução. Então, após adquirir esse entendimento, vocês poderão começar de novo e experimentar o que Deus originalmente planejou! Todo solteiro, ao ler este livro, obterá sucesso no casamento. As orientações contidas nesta obra poderão realmente evitar dores futuras e proporcionar uma união abençoada. Um fato é certo: quase toda pessoa que lê O porquê do hímen declara: 'Por que não obtive essa informação antes?' Não perca, portanto, a oportunidade de ler um livro verdadeiramente transformador de vidas. 5.b Faça-se tudo com ordem e com decência17 Sempre valerá a pena fazer tudo com ordem e com decência. Quem planta colhe. Infelizmente este nível de vida não é para todos, mas só 16 Gospel downloads. 17 I aos Cor 14:40.
  • 12. 12 para aqueles que crêem e se dispõem a não seguir o curso deste mundo que jaz todo no maligno.18 Observemos o que nos fala Deus em Mateus, quando Jesus falava aos discípulos sobre os moldes do casamento, que era bem diversa da maneira a qual estavam acostumados já que Moisés, provisoriamente, teve que permitir o divórcio por causa da dureza de corações das pessoas que ainda não tinham a companhia do Espírito de Deus para ajudá-los.19 “8 Disse-lhes ele: Pela dureza de vossos corações Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas não foi assim desde o princípio”.20 Depois da ascensão de Jesus isto não mais acontece, pois Ele veio então aprimorar a lei e estabelecer como era no princípio. “6 Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de um melhor pacto, o qual está firmado sobre melhores promessas”.21 Agora todos já podem tirar a pedra que está no seu coração com a ajuda do Ajudador (o Espírito Santo de Deus), entender as Leis Eternas e as cumprir. Mas os discípulos não aceitaram esta Palavra que veio do Autor da Vida, assim como muitos até hoje não aceitam e então questionam, especulam aquilo que é sagrado, imutável e que homem algum tem direito a tal porquanto é criação, é um vaso e não o oleiro: “16 Vós tudo perverteis! Acaso o oleiro há de ser reputado como barro, de modo que a obra diga do seu artífice: Ele não me fez; e o vaso formado diga de quem o formou: Ele não tem entendimento”.22 Ora, somos o barro e Ele é o Oleiro, ou seja, somos APENAS homens e Ele é Deus: “31 Vós, ovelhas minhas, ovelhas do meu pasto, sois homens, e eu sou o vosso Deus, diz o Senhor Deus”.23 18 I a João 5:19. 19 Temos um texto escrito com o título “Divórcio e adultério” onde fundamentamos biblicamente a questão e meditamos sobre o assunto. 20 Mateus 19. 21 Hebreus 8. 22 Isaías 29. 23 Ezequiel 34.
  • 13. 13 De uma maneira ou de outra, um dia chegaremos a esta conclusão, e se isso ocorrer no tempo da vida terrena teremos então ainda a chance de uma conversão, pois: “27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo”.24 Ou seja, este “dobrar-se”, depois da morte, não vai trazer a graça salvadora, pois o juízo aí já está feito e o tempo de arrependimento já se expirou. “9 Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é que é Deus, o Deus fiel, que guarda o pacto e a misericórdia, até mil gerações, aos que o amam e guardam os seus mandamentos”.25 “23 Por mim mesmo jurei; já saiu da minha boca a palavra de justiça, e não tornará atrás. Diante de mim se dobrará todo joelho, e jurará toda língua”.26 Ora, os discípulos ficaram perplexos! Não é assim que acontece hoje se alguém escuta que o casamento é ATÉ QUE A MORTE, e não até que o divórcio OS SEPARE? E pensar que faz tão pouco tempo que esta tragédia foi estabelecida! Como então vivíamos antes?! A Palavra de Deus deixa claro que casamento não é para todos, mas para os que sabem o valor de uma família, os que entendem os direitos de uma criança, os que respeitam a instituição sagrada, os que sabem que a sua palavra, o compromisso assumido, o voto que fazem devem ser cumpridos,27 os que entendem que deverão perdoar para serem perdoados por Deus,28 os que entenderam que no momento de assumirem o compromisso de uma aliança de sangue (pacto inquebrável), no meio desta “festa”, haverá os momentos de 24 Hebreus 9. 25 Deuteronômio 7. 26 Isaías 45. 27 Eclesiastes 5:4. 28 Mateus 6:12; Mateus 18.
  • 14. 14 tristeza, pobreza e de doença, mas que os que se sujeitam às Leis Sagradas, as únicas que podem legislar sobre o fato, sabem, que o socorro virá, e Deus transformará a água em vinho, devolvendo assim a alegria da festa, pois Ele é o Guardião do matrimônio, ou seja, casamento é para os que têm um coração tementes a Deus e fazem o que é justo. As conseqüências do divórcio são infinitamente maiores do que as situações que ocorrem dentro do matrimônio, que muitas vezes são tão drásticas que até Deus permite uma separação, MAS NUNCA O DIVÓRCIO. Mais adiante comentaremos mais sobre a questão. “10 Todavia, aos casados, mando, não eu, mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido; 11 se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher”.29 Infelizmente, a grande maioria não pede a opinião de Deus no momento da escolha do parceiro que terá para toda a vida, porém, mesmo assim, Deus será testemunha do casamento30 e este não poderá ser anulado.31 “14 Casa e riquezas são herdadas dos pais; mas a mulher prudente vem do Senhor”.32 Como falamos, este assunto, é claro, não é banal ou simplório, mas temos um texto em dois volumes onde meditamos e fundamentamos a questão, com o título “Divórcio e adultério”. Fala Jesus aos discípulos e a cada um de nós: “10 Disseram-lhe os discípulos: Se tal é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar. 11 Ele, porém, lhes disse: Nem todos podem aceitar esta palavra, mas somente aqueles a quem é dado”.33 Ou seja, casamento não é para qualquer um. Esta meditação, gerada principalmente através da experiência, comentários e ministério de Djair Guerra, tem o objetivo de dar a receita de um bolo saboroso de noivado, que é o alicerce para esta construção divina, evidentemente tudo respaldado pelo Inventor do Casamento, O que fez os céus e a terra e cada um de nós, Este que é, que era e que há de vir (falta pouco),34 Este que deverá ser o convidado especial de qualquer casamento, pois alegria vem d’Ele e deverá sempre voltar para Ele. E, se o voto matrimonial, como já vimos, não inclui só alegrias, mas 29 I aos Cor 7. 30 Malaquias 2: 14. 31 Gálatas 3:15. 32 Provérbios 19. 33 Mateus 19:10,11. 34 Apocalipse 1:8.
  • 15. 15 também dias de “tristeza, doença e pobreza...”, seria imprescindível que Ele estivesse perto também para quando a tempestade chegar (ela chega para todos), pois é o GUARDIÃO DO CASAMENTO. Com o apelo tão grande às sensações, imediatismo, prazer pueril, que vivemos nestes dias maus, perguntam os tais que buscam o que é reto, que buscam o melhor: “Como purificará o jovem o seu caminho? (Responde Deus:) Observando-o segundo a Tua Palavra”.35 É desta maneira que qualquer um encontrará forças para fazer o que é correto. As nossas atitudes deverão sempre passar por uma peneira: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, todo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. 36 O filósofo Kant nos adverte que jamais deveríamos aceitar o que já está pronto sem antes fazer uma análise, mesmo que a afirmação venha de um especialista no assunto. O que a mídia e o cotidiano nos mostra a respeito do namoro, noivado e casamento é tão assombrosamente diverso das leis de Deus, que o certo pode nos parecer errado, porém isto é só uma estrutura de pensamento, ou seja, um sofisma, uma fortaleza formada na mente desde a infância, como nos fala o Ap. Paulo37 . Porém as armas espirituais que Deus coloca à disposição do cristão são poderosas para destruir estas fortalezas. Sem o Convidado de Honra presente, como já citamos, como farão os noivos quando o “vinho” (que representa a alegria) acabar? Isso, invariavelmente acontece. Os que tiverem firmados na “Rocha Inabalável” suportarão os dias maus, porém os que tiverem 35 Sl 1119:9. 36 Fil 4:8. 37 II aos Cor 10.
  • 16. 16 construído sua casa “sobre a areia”, mesmo que esta casa seja a mais linda e bem feita do mundo, não subsistirá. A Bíblia diz que será grande a sua queda, como já vimos no texto Sagrado. No casamento devemos “comer a carne e roer o osso”, como diz o dito popular. O osso estará sempre colado à carne e teremos que invariavelmente roê-lo, mais dia, menos dia. No texto Sagrado38 , quando o vinho acaba, Jesus pede para encher 6 (o número na Bíblia que indica o limite do homem) talhas até a boca, de Água. É difícil, querer concordar em encher talhas de água, pois esta não tem sabor, cor ou cheiro, ou seja, quando queremos o vinho, isto parece não ter sentido, porém Jesus sabe o que faz e não se discute com Ele. Quando se começa a ler a Bíblia, ela nos parece assim: sem cor, sem sabor e sem cheiro, porém, aquele que persevera até o fim, ou seja, aquele que se dispõe a se encher dessa Água até a boca, a ler continuamente esta Palavra Viva, certamente, quando menos esperar o milagre vai acontecer: a água vai ser transformada em vinho, ou seja, a alegria vai voltar. Este milagre vai acontecer sempre em um casamento em que Ele, O Senhor dos Senhores, é convidado. As pessoas que resolvem assumir o compromisso de um casamento, hoje, depois da sociedade instituir o divórcio, depois da família não ser mais a base da sociedade, mas desagregada, vilipendiada, não se preocupam mais em pensar, averiguar, raciocinar, medir antes de tal feito, que deveria ser o único em suas vidas e que deveria durar conforme afirmam diante de todos... “até que a morte os separe”, mas seguem o curso do que lhes é imposto sutilmente pelo maligno, ou seja, já casam contando com a opção de separação. O errado então vos parece certo, o engano do pecado vos venceu a mente que já está cauterizada e passiva: 38 João 2.
  • 17. 17 “12 Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus vivo; 13 antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado”.39 Depois de o divórcio ser estabelecido (um pecado mortal segundo Deus se não houver uma regressão a este feito maldito e um arrependimento neste sentido), já casam, como citamos, com o pensamento de que poderão a qualquer momento optarem pela separação. Não há o propósito então de se tornarem UM SÓ, portanto, INSEPARÁVEIS, como Deus lhes faz. Como vão viver então, conforme o voto que fizeram, os momentos ruins, se não precisam disso? Como vão perseverar no que lhes parece no momento impossível? Como Deus poderá fazer o milagre se as pessoas não esperam, nem sabem que isso possa ser possível? Para que insistir na situação difícil ou impossível segundo a ótica humana, se há uma saída, outra opção? É UMA PENA que muitos não saibam o valor de tudo isso e não esperem pelo milagre acontecer, e não perseverem no clamor a Deus: “7 E não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que dia e noite clamam a ele, já que é longânimo para com eles? 8 Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Contudo quando vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra”.40 A humanidade está caótica, os valores se perderam, o mau assola, dissipa, as crianças dificilmente ainda continuam crianças, tudo está ruindo à nossa volta e mesmo assim o homem não se detém para pensar onde começou tudo isso. Quem não sabe que uma criança com os pais separados abrigam um câncer na alma? Todos sabem, mas mesmo assim apóiam o divórcio, ou não se preocupam em fazer 39 Hebreus 3. 40 Lucas 18.
  • 18. 18 um casamento racional, mas só emocional, e muito menos em preservar este casamento que é uma instituição divina e não humana e, portanto, só Deus deveria ditar as normas para tal. Para que então as pessoas insistem em fazer o casamento religioso (o mais honrado e procurado) se não se importam nem um pouco com a opinião de Deus a respeito do assunto? Porque somos, como Jesus nos fala: “21 Quanto a Israel, porém, diz: Todo o dia estendi as minhas mãos a um povo rebelde e contradizente”.41 “41 Respondeu Jesus: ó geração incrédula e perversa! até quando estarei convosco e vos sofrerei? Traze-me cá o teu filho”.42 Somos isso e Ele nos ama tanto! Como entender isso??? Para Deus então, o Casamento é um contrato permanente, indissolúvel, íntimo entre duas pessoas: “E dizeis: Por quê? Porque o Senhor foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira, e a mulher da tua aliança. Porque o Senhor, o Deus de Israel diz que odeia o divórcio, e aquele que cobre de violência as suas vestes, diz o Senhor dos Exércitos; portanto guardai-vos em vosso espírito, e não sejais desleais”.43 Quem quebra uma aliança, coloca-se debaixo de uma maldição. Quando uma virgem de Israel era difamada, ela tomava os lençóis da virgindade e os levava aos anciãos.44 Quando o noivo e a noiva se unem na noite de núpcias, a aliança é consumada pelo romper do hímen e o sangue da aliança é derramado. Por esta razão, a virgem de Israel guardava o sinal de que a aliança de sangue fora firmada. Deus é testemunha desta aliança e também das lágrimas das mulheres traídas. Essas mulheres eram uma só pessoa com os seus maridos e a manutenção desta união espiritual lhes traria uma descendência piedosa. DEUS ODEIA a quebra deste compromisso sagrado. “13 Ainda fazeis isto: cobris o altar do Senhor de lágrimas, de choros e de gemidos, porque ele não olha mais para a oferta, nem a aceitará com prazer da vossa mão. 14 Todavia perguntais: Por que? Porque o Senhor tem sido testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, para com a qual procedeste deslealmente sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança. 15 E não fez ele somente um, ainda que 41 Romanos 10. 42 Lucas 9. 43 Malaquias 2:14/16. 44 Deuteronômio 22.
  • 19. 19 lhe sobejava espírito? E por que somente um? Não é que buscava descendência piedosa? Portanto guardai-vos em vosso espírito, e que ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade. 16 Pois eu ODEIO o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel, e aquele que cobre de violência o seu vestido; portanto cuidai de vós mesmos, diz o Senhor dos exércitos; e não sejais infiéis”.45 E esta ALIANÇA, mesmo sendo meramente humana (mesmo que o homem tenha feito sem a direção de Deus), não pode ser revogada, ou seja, não há escapatória ou justificativa para um divórcio, porque as pessoas são fundidas em uma só, ou seja, não são mais duas e ninguém poderá separar: “6 Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem”.46 O casamento, sendo uma aliança de sangue, portanto o contrato mais solene que existe47 deve ser cumprido até que a morte separe os cônjuges, pois esta é a promessa desta aliança. Quando dois cristãos fazem esta aliança, ela tem um sentido maior ainda, porque estão baseados, firmados, na aliança com o Senhor JESUS, o Deus Todo Poderoso. É uma aliança selada com sangue (o sangue do hímen). Quando alguém então derramou o sangue (perdeu a virgindade) e não fez uma aliança (não casou com a pessoa), sendo vítima do pecado, como vai fazer? Graças!!! Quando se estabelece uma aliança com Jesus, o passado desta pessoa morre. O sangue invisível de Deus está presente para suprir a falta. 5.c O conflito entre os diferentes que se tornarão um só Observemos o perfil do homem, este que foi criado UM SÓ, abrigando dentro de si uma mulher, a qual Deus extraiu dele através de uma cirurgia espiritual, não depois de o homem entender que não é bom que ele fique só. Depois de este fato ser plenamente entendido, Deus 45 Malaquias 2. 46 Mateus 19. 47 O mais solene que existe entre os homens. Temos um texto com o título “Aliança de sangue”, onde meditamos sobre o assunto, com a grande ajuda de Valnice Milhomens Coelho.
  • 20. 20 colocou no coração deste que é feito à Sua semelhança esta busca incessante da sua outra metade (Jesus busca também, incessantemente a Sua noiva), para que, como no princípio, os dois, OUTRA VEZ, desta em definitivo, SE TORNAREM UM. Coisas maravilhosíssimas como essa, SÓ DEUS pode fazer. “18 Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. 19 Da terra formou, pois, o Senhor Deus todos os animais o campo e todas as aves do céu, e os trouxe ao homem, para ver como lhes chamaria; e tudo o que o homem chamou a todo ser vivente, isso foi o seu nome. 20 Assim o homem deu nomes a todos os animais domésticos, às aves do céu e a todos os animais do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea. 21 Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; 22 e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. 23 ENTÃO DISSE O HOMEM: ESTA É AGORA OSSO DOS MEUS OSSOS, E CARNE DA MINHA CARNE; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. 24 Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão UMA SÓ CARNE”.48 O homem é a primeira pessoa criada por Deus. Este é ensinado e incentivado, desde os primórdios, que a luxúria, a masturbação e correlatos são coisas que podem, ou mesmo devem, serem praticados naturalmente, sem culpa, consigo mesmo, com parceiros do mesmo sexo ou do sexo oposto49 . É orientado também que deve 48 Gênesis 2. 49 Comentamos sobre o assunto no texto “Educação Sexual?” (carta a uma escola) inserido na meditação com o título “Porque dos tais é o Reino dos céus”.
  • 21. 21 ter experiências sexuais para deixar bem claro que é “macho” e para que não chegue ao casamento ignorante. O menino a princípio sofre para se adaptar a esta “imposição” que lhe é impingido sob pena de não ser considerado um viril da espécie. E infelizmente a maioria se acostuma com a idéia, e depois, mesmo depois do casamento, não consegue mais manter um padrão de santidade, de seriedade, mesmo querendo, pois acontece aí grande investida espiritual de espíritos de vícios e concupiscências, gerando muitas vezes taras e grandes brechas no caráter, marcas essas, que sem o socorro de Deus serão irreversíveis. Aqueles que se dispõem a manter a virgindade até o casamento, ou não queiram usar o corpo de ninguém para satisfazer os seus desejos, ou não considerem o sexo como imprescindível, ou assumem a posição de se disciplinarem como homens racionais, são considerados anormais, homossexuais. Ficam então confusos, marginalizados, infelizes e muito ignorantes a respeito do socorro e do perdão de Deus. No momento em que se nasce outra vez no espírito, pedindo a Jesus que escreva o seu nome no Livro da Vida, deixando assim para trás a antiga aliança com satanás, ou seja, quando alguém decide assumir uma nova aliança de sangue com Jesus, fazendo d’Ele o seu Guardião eterno, quebrando assim a antiga aliança com o maligno, isto só é possível porque Jesus vem para a sua noiva, incorrupto, para exatamente destruir a sua vida velha e maldita e dar-lhe vida abundante com Deus outra vez, como era no princípio. Jesus passará então a ser o Protetor da vida desta bem aventurada pessoa. Aqui há um paralelo com a responsabilidade do homem quando se torna um só com ela: a de ser o seu protetor, seu líder espiritual, doador de vida e provedor. Embora isso possa parecer utópico e religioso é fato e é direito de todos os que crêem. Estes já vão sair na frente na batalha conjugal, pois vão receber um galardão especial de Deus para o seu casamento. 5.c.1 Fala Shelia Cooley50 50 Shelia Cooley; “O Porque do Hímen”;Tradução de Maria Eugênia da silva Fernandes;Graça Artes Gráficas e Editora Ltda; 2002;RJ.
  • 22. 22 (pág 17) “Quando uma criança nasce, ela está coberta com o sangue do útero e carrega o tipo sanguíneo do seu pai ou da sua mãe, ou uma combinação deles no corpo dela. Isto simboliza que a criança tem a cobertura da aliança de sangue dos pais, e a aliança de sangue do casamento deles está sob a cobertura da aliança com Jesus Cristo – até o tempo em que a criança optar pelo seu relacionamento pessoal de aliança com Cristo”: “Portanto, deixará o homem pai e mão e se unirá à sua mulher, e serão dois numa só carne”.51 (pág. 18) “Ele deve canalizar a sua força para proteger a sua esposa em todas as áreas da vida, no espírito, na alma e no corpo. Portanto, deve ser estabelecido, no coração dos rapazes, que cada um precisa apresentar-se para aquela nova aliança de sangue sem pecado ou mácula, incorrupto, aceitável, virgem em sua masculinidade; um príncipe encantado para uma virgem, e entrar na aliança de sangue do casamento”: “Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou a ela”.52 Prosseguindo... 51 Mat 19:5. 52 Efésios 5:25.
  • 23. 23 A mulher foi a segunda pessoa que Deus criou e a que mais demorou para ser feita. É mais frágil fisicamente que o homem, porém, se observarmos o perfil de mulher virtuosa que está descrito em Provérbios de Salomão 31, ficaremos estupefatos diante de tamanha competência. É realmente surpreendente: além de fazer todos os trabalhos manuais, é também uma excelente empreendedora e administradora. É o retrato da mulher liberta por Jesus. É extraordinária, e certamente os homens para alcançar tal mulher devem ser parecidos com Jesus: “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos (é prendada, mas não idiota como a tão famosa Amélia que gostava -??- de não ter o que comer). Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão. Levanta- se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas. Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos (é empreendedora, negociante). Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços (faz exercícios). Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca. Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado. Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata. Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura (vaidosa e bem tratada. Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra. Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores. A força e a honra são seu vestido (porém, não coloca a vaidade acima desses valores), e se alegrará com o dia futuro. Abre a sua boca com sabedoria (estuda, é inteligente), e a lei da beneficência está na sua língua. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu
  • 24. 24 marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente! Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas”..53 Não podemos deixar de citar que a Rainha Ester, antes de ser escolhida pelo rei, recebeu um tremendo tratamento de beleza que durou doze meses, como era o costume. Como vemos, a mulher não se cuidava pouco: “12 Ora, quando chegava a vez de cada donzela vir ao Rei Assuero, depois que fora feito a cada uma segundo prescrito para as mulheres, por doze meses (pois assim se cumpriam os dias de seus preparativos, a saber, seis meses com óleo de mirra, e seis meses com especiarias e ungüentos em uso entre as mulheres);”.54 É um conflito. A mulher “pisa duro”, pois quer assumir viver na plenitude da sua competência e não quer mais se sujeitar a ficar em segundo plano ( É bom grifar que a mulher foi, durante muito tempo massacrada em seus direitos). O homem não está preparado para lidar com esta mulher, e se encolhe, buscando muitas vezes a solução em um relacionamento com o sexo oposto. Dá menos trabalho e é menos frustrante. Ambos perdem muito quando deixam as veredas antigas, ou seja, deixam de ser aquilo que eram quando saíram da forma de Deus: “4 Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio HOMEM E MULHER”.55 53 Prov 31:10/31. 54 Ester 2:12. 55 Mateus 19.
  • 25. 25 Quando o homem cobra a sua posição de “cabeça” no relacionamento, é geralmente, e quase sempre, para oprimir e não para suprir, infelizmente, por conta da ignorância quanto aos seus direitos e deveres. Estas são as Palavras de Jesus à sua igreja, à sua noiva: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas”.56 E que deveria ser também do marido para a mulher: “Vinde a mim, minha esposa. Você está cansada e sobrecarregada e eu quero te dar alívio. Toma sobre ti o meu jugo e aprenda de mim, pois sou manso e humilde de coração e encontrarás descanso para a sua alma”. A responsabilidade de ser “o cabeça” é muito grande, porém o amor, tudo sofre, tudo crê, tudo suporta. Nenhuma mulher terá dificuldade em se submeter a um homem que é capaz de falar coisa tão maravilhosa como esta. A menina então é educada de maneira inversa, e acaba por ter que assumir toda a responsabilidade de uma possível gravidez, o que normalmente acaba no aborto,57 ou seja, no assassinato.58 Crescem aterrorizadas, feridas e consumidas pela culpa e pela vergonha, pois esses meninos que podem e “devem” tudo na área do sexo, as usam com o assentimento dos pais, da sociedade e da escola e se excluem da responsabilidade que seria dos dois. 56 Mateus 11:28. 57 Vide o texto “Aborto”, onde abordamos o tema e exibimos muitas fotos de abortos. 58 Temos um texto escrito com o título “Aborto” onde abordamos o assunto, fundamentamos, colocamos várias reportagens e depoimentos, e também muitas fotos chocantes.
  • 26. 26 Em contrapartida, é grande o número de homens que são verdadeiros “joguetes” nas mãos dessa mulher ferida que quando se vinga, destrói, não se sacia e acaba se tornando pior que os seus opressores. Grandes homens na Bíblia foram derrotados por terríveis mulheres, como Sanção, o Rei Davi, o grande Rei Salomão e tantos outros. Fala Salomão, o homem mais sábio que já houve: “E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são redes e laços, e cujas mãos são ataduras; quem for bom diante de Deus escapará dela, mas o pecador virá a ser preso por ela. Vedes aqui, isto achei, diz o pregador, conferindo uma coisa com a outra para achar a razão delas; a qual ainda busca a minha alma, porém ainda não a achei; um homem entre mil achei eu, mas uma mulher entre todas estas não achei. Eis aqui, o que tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, porém eles buscaram muitas astúcias”.59 Deus aconselha sobremaneira em Provérbios a respeito deste assunto: “Filho meu, atende à minha sabedoria; à minha inteligência inclina o teu ouvido; para que guardes os meus conselhos e os teus lábios observem o conhecimento. Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais suave do que o azeite. Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. Os seus pés descem para a morte; os seus passos estão impregnados do inferno. Para que não ponderes os caminhos da vida, as suas andanças são errantes: jamais os conhecerás. Agora, pois, filhos, dai-me ouvidos, e não vos desvieis das palavras da minha boca. Longe dela seja o teu caminho, e não te chegues à porta da sua casa; para que não dês a outrem a tua honra, e não entregues a cruéis os teus anos de vida; para que não farte a estranhos o teu esforço, e todo o fruto do teu trabalho vá parar em casa alheia; e no fim venhas a gemer, no 59 Eclesiastes 7:26.
  • 27. 27 consumir-se da tua carne e do teu corpo. E então digas: Como odiei a correção! e o meu coração desprezou a repreensão!”.60 E mais: “Filho meu, guarda as minhas palavras, e esconde dentro de ti os meus mandamentos. Guarda os meus mandamentos e vive; e a minha lei, como a menina dos teus olhos. Ata-os aos teus dedos, escreve-os na tábua do teu coração. Dize à sabedoria: Tu és minha irmã; e à prudência chama de tua parenta, para que elas te guardem da mulher alheia, da estranha que lisonjeia com as suas palavras. Porque da janela da minha casa, olhando eu por minhas frestas, vi entre os simples, descobri entre os moços, um moço falto de juízo, que passava pela rua junto à sua esquina, e seguia o caminho da sua casa; no crepúsculo, à tarde do dia, na tenebrosa noite e na escuridão. E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração. Estava alvoroçada e irrequieta; não paravam em sua casa os seus pés. Foi para fora, depois pelas ruas, e ia espreitando por todos os cantos; e chegou-se para ele e o beijou. Com face impudente lhe disse: Sacrifícios pacíficos tenho comigo; hoje paguei os meus votos. Por isto saí ao teu encontro a buscar diligentemente a tua face, e te achei. Já cobri a minha cama com cobertas de tapeçaria, com obras lavradas, com linho fino do Egito. Já perfumei o meu leito com mirra, aloés e canela. Vem, saciemo-nos de amores até à manhã; alegremo-nos com amores. Porque o marido não está em casa; foi fazer uma longa viagem; levou na sua mão um saquitel de dinheiro; voltará para casa só no dia marcado. Assim, o seduziu com palavras muito suaves e o persuadiu com as lisonjas dos seus lábios. E ele logo a segue, como o boi que vai para o matadouro, e como vai o insensato para o castigo das prisões; até que a flecha lhe atravesse o fígado; ou como a ave que se 60 Prov 5:1/12.
  • 28. 28 apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua vida. Agora pois, filhos, dai-me ouvidos, e estai atentos às palavras da minha boca. Não se desvie para os caminhos dela o teu coração, e não te deixes perder nas suas veredas. Porque a muitos feridos derrubou; e são muitíssimos os que por causa dela foram mortos. A sua casa é caminho do inferno que desce para as câmaras da morte”. 61 Quando Jesus é convidado para o casamento haverá sempre a possibilidade da restauração da alegria. Quando o vinho, que simboliza a alegria no casamento, acabar, como já colocamos, no meio da festa, se Jesus estiver por perto, ele vai pedir que encha seis talhas de água até a boca (seis representa o número do homem), e embora as pessoas não tenham muita paciência para tomar água quando querem o vinho, nem todos se disponham a perseverar até o fim para conseguir encher as talhas até a boca, custem a crer no sobrenatural ou no pedido específico de Jesus que não tem nada de racional, os que entenderem que Jesus é a Água que mata a sede, é o Verbo que se fez carne, é a Palavra Fiel e Verdadeira, que Ele trás à existência o que não existe,62 embora a água não tenha cor, nem cheiro e nem sabor (à princípio), se a pessoa se dispuser a meditar nestas Leis Sagradas até “encher” estas talhas (só Deus sabe quando chega este momento), inesperadamente, a água será transformada em vinho, ou seja, a revelação de Deus, a alegria, brotará dessas letras vivas e vai solucionar certamente qualquer conflito. 5.c.2 Fala Shelia Cooley sobre o hímen 61 Prov 7:1/27. 62 Romanos 4:17.
  • 29. 29 Vamos agora observar o que fala Shelia Cooley, a qual já citamos, no seu livro “O Porque do Hímen”:63 Muitas pessoas referem-se ao hímen como a “cereja”. A definição de hímen é: Prega formada pela membrana mucosa da vagina, cujo orifício externo oclui parcial ou totalmente, e que apresenta uma abertura de forma e de diâmetro variáveis. O hímen possui uma perfuração central que geralmente é rompida durante o primeiro ato sexual. Uma vez rompido, torna-se um anel de tecido em volta da abertura da vagina. Você já parou para pensar porque Deus colocou- o na mulher? Mesmo depois de pesquisar em muitos livros de Medicina e conversar com vários médicos, fui incapaz de encontrar uma razão clinica para o hímen. Por que ele está lá? É simplesmente para deixar alguém saber se a mulher é virgem ou não. No antigo testamento, um casamento era consumado na noite de núpcias quando os convidados e anciãos ainda estavam presentes. A nova trazia com ela um lençol da cama e, quando ocorria a cópula, o rompimento da membrana derramava sangue sobre ele. Este era, então, levado aos pais e anciãos como prova de sua virgindade. Esse lençol era guardado por toda a vida dela, como um sinal de pureza, para que ela não pudesse ser repudiada (divorciada) por não ser uma virgem: “Quando um homem tomar mulher e, depois de coabitar com ela, a desprezar, e lhe imputar coisas escandalosas, e contra ela divulgar má fama, dizendo: tomei esta mulher, e me cheguei a ela, porém não a achei virgem; então o pai da moça e sua mãe tomarão os sinais da virgindade da moça, e levá-los-ão aos anciãos da cidade, à porta; e o pai da moça dirá aos anciãos: eu dei minha filha por mulher a este homem, porém ele a despreza; e eis que lhe imputou coisas escandalosas, dizendo: não achei virgem a tua filha; porém eis aqui os sinais da virgindade de minha filha. E estenderão a roupa diante dos anciãos da cidade. Então os anciãos da mesma cidade tomarão aquele homem, e o castigarão. E o multarão em cem siclos de prata, e os darão ao pai da moça; porquanto divulgou má fama sobre uma virgem de Israel. E lhe será por mulher, em todos os seus dias não a poderá despedir. Porém se isto for verdadeiro, isto é, que a virgindade não se achou na moça, então levarão a moça à porta da casa de seu pai, e os homens da sua cidade a apedrejarão, até que morra; pois fez loucura em Israel, prostituindo-se na casa de seu pai; assim tirarás o mal do meio de ti”.64 Quando um marido e sua esposa se deitam juntos pela primeira vez, o hímen se rompe. Quando isso acontece, há um fluxo de sangue incorrupto: o sinal da virgindade. Uma razão para isso é que se trata 63 Páginas 24 a 33. 64 Deuteronômio 22:13/21.
  • 30. 30 do símbolo da aliança que nós temos com Deus Pai, por meio do sangue derramado de Jesus Cristo. Quando um homem deixa a aliança de nascimento com seu pai e sua mãe e relaciona-se com sua mulher pela primeira vez, a ruptura do hímen é a nova aliança de sangue que ele estabelece com sua mulher. Tal aliança estabelece direitos entre os dois. O sangue de Jesus estabelece também, da mesma maneira, estabelece direitos entre Deus Pai e a pessoa que nasce de novo: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim“.65 A menos que você receba Jesus Cristo em seu coração, confesse com a sua boca que ele é o Filho de Deus, e receba perdão de todos os seus pecados, você não pode entrar no reino dos céus. Se Jesus Cristo não for seu Salvador, então você não tem direitos de aliança com Deus. Você precisa entrar no céu por meio do sangue derramado de Jesus. Este é o nosso perdão. Seu sangue estabelece o nosso direito de entrar em todas as promessas da aliança, em todo o que Deus promete na Sua Palavra. O derramamento de sangue da ruptura do hímen é plano divino para um marido e uma mulher entrarem em aliança de sangue um com o outro, e é a primícia do seu casamento. O desejo de Deus é que os dois se unam na relação sexual pela primeira vez, permanecendo à sombra do Altíssimo. O mundo ensina e acredita que o sexo antes do casamento prepara uma pessoa para o leito conjugal. Deus criou um único homem para uma única mulher. Tanto o homem quanto a mulher devem se unir em uma aliança de sangue incorrupto, como virgens! “Bebe a água de tua cisterna [de um relacionamento conjugal puro] e das correntes do teu poço”.66 Os Dez Mandamentos podem ser perfeitamente identificados ao longo do Livro de provérbios. O sétimo mandamento é: “Não adulterarás”. O paralelo, portanto, entre este versículo e Provérbios 5.15 é evidente. A palavra tua não significa qualquer mulher, mas aquela que foi destinada a determinado homem. Não significa 65 João 14:6. 66 Prov 5:15.
  • 31. 31 tampouco qualquer homem. Existe algo muito especial em ser capaz de olhar para trás, mesmo depois de anos de casamento e recordar o fato de que ele foi o único com quem esteve sexualmente. A profundidade da beleza no casamento é uma revelação especial e linda da verdade de algo que, no Corpo de Cristo, não se comenta muito. Nem se gasta tempo para buscar a Deus a respeito desta importante verdade. A virgindade não é um tema sobre a qual muitos pastores ou ministros cristãos discorra. A castidade no casamento é muito especial e linda ao coração de Deus. Ao criar o homem e a mulher, nosso Pai celestial pensou em tudo o que o nosso corpo precisaria. Deus considerava o hímen muito importante, assim como a virgindade do homem. Embora não seja facilmente estabelecido no plano físico se um homem é virgem ou não, todas as criaturas são manifestas à vista de Deus e todas as coisas são nuas e nítidas aos seus olhos, com que temos de tratar. Vamos ver algumas passagens: “E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar”.67 “Honra o Senhor com a Tua fazenda e com as primícias de toda a tua renda”. 68 “Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do 67 Hebreus 13. 68 Prov 3:9.
  • 32. 32 tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos”.69 Deus Pai, pela sua Palavra, mostrou-nos que temos de levar a Ele as primícias de toda a nossa renda. Ao obedecermos a esta lei espiritual, o Pai te deu o direito de repreender o devorador para longe de nós, e de nos abençoar abundantemente na área financeira. Sempre pensamos nesses versículos em relação às finanças ou ao aumento de bens materiais. Deus quis dizer exatamente o que Ele disse: toda a tua renda. Tais versículos são igualmente importantes no casamento. Deus sabia que todas as leis espirituais teriam de ser cumpridas, para que Ele fosse o “Papai” que deseja ser aos Seus filhos. Criando o homem e a mulher, Ele sabia que, quando eles se tornassem um, haveria um aumento, uma renda. É possível supor que a primeira renda no casamento seja o seu filho primogênito. Como é possível dizimar uma criança para Deus? Todas as pessoas nascidas nesta terra têm a própria vontade e devem escolhe para si a sujeição a Deus. Nosso precioso Pai deseja que toda pessoa nascida O sirva, mas Ele nunca forçará tal escolha em ninguém. Como ele sabe que nós não poderíamos dizimar-Lhe nosso filho mais velho, Deus elaborou uma outra forma de nós Lhe oferecermos as primícias do nosso casamento como dízimo. Quando o homem e a mulher se unem em matrimônio, ambos virgens, primeiramente estabelecem a aliança de sangue entre eles. Em segundo lugar, o fruto (a renda) dos dois acontece. Quando os dois se tornam uma só carne, o plano de Deus está sendo 69 Malaquias 3:7/11.
  • 33. 33 completado. O hímen é criado por Deus como uma semente. Quando a semente é rompida, o sangue que surge é a primícia da semente. Este fruto é a primícia do casamento. O sangue do rompimento, sendo incorrupto, é recebido pelo Pai como a primícia do casamento. O sangue é a vida da carne e quando dizimado para Deus, você está dando a Deus a própria vida do casamento. No reino espiritual, você está dando a Deus pai o direito de permanecer à frente do seu casamento. De acordo com a sua Palavra, em Malaquias 3, Deus disse que, se você entregar-Lhe as primícias, Ele abrirá as janelas do céu e derramará bênçãos que nem haverá espaço suficiente para conter. Ele disse que repreenderia o devorador por sua causa, e que Satanás não poderia destruir o fruto da sua terra. Ele também deu a Sua Palavra de que a sua vinha não seria estéril. O fruto da sua terá é tudo o que resulta do seu casamento, desde os filhos até todos os bens materiais. A vinha representa os seus filhos, uma continuação sua. Portanto, seus filhos não perderão o seu fruto (perder a virgindade) antes da hora no campo (antes da noite de núpcias). O diabo sempre soube que o hímen era a semente que traz a primícia do casamento, que até o chamou de “cereja”. Ele estabeleceu roubar a oferta do fruto de todas as mulheres que pudesse. Em milhares de vidas, ele teve sucesso, mas está na hora de nós darmos uma basta nos seus modos de ladrão, usando o conhecimento da Palavra. Deus deseja que sejamos livres para sermos propriedade d’Ele, escondidos debaixo da Sua sombra, para que Ele repreenda o devorador. Os pais não desejam ver os seus filhos feridos de forma alguma. Um pai amoroso fará qualquer coisa a seu alcance para deter alguém que vá ferir o seu filho. Quando uma criança não ouve o seu pai e desobedece a ele, muitas vezes acaba machucada. O mesmo princípio está em operação no nosso relacionamento com Deus. Ele nos ama mais do que poderíamos amar nossos filhos e deseja apenas o melhor para nós. Seu amor por nós é tão grande, que Ele enviou o Seu Filho para morrer, para que tivéssemos vida abundante nesta terra e um lar celestial para irmos quando nossa obra cessar. Deus deseja a nossa obediência à Sua Palavra, porque Ele sabe que, na nossa obediência, o diabo não tem qualquer direito legal de nos fazer coisa alguma:
  • 34. 34 “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará”.70 Ao dizimar as primícias do seu casamento, Deus permanece à frente da união do casamento e a sua sombra cai sobre você e seu par. Vocês estão protegidos sob ela. Se a renda dos dois, ao se tornarem um não trouxer a primícia, então o diabo pode facilmente ver o seu casamento e fará tudo o que puder para destruí-lo. Somente se o par permanecer na Palavra de Deus e tomar a autoridade, resistindo ao diabo, é que será capaz de manter o casamento: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.71 Quando nós ofertamos no plano financeiro, Deus vigia a nossa atitude e nos abençoa com um retorno: “Daí, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a mesma media com que medirdes também vos medirão de novo.” 72 Quando você dá o dízimo das primícias de suas finanças, você se dá o direito de experimentar a manifestação de Deus, que promete abrir as janelas do céu e derramar bênçãos sobre sua vida. O Senhor garantiu que também repreenderia o devorador. É importante dizimar o sangue virgem do hímen, o sinal da virgindade para Deus na sua noite de núpcias. Deus quer que você tenha bênçãos abundantes no seu casamento. O casamento é tão especial para Deus, que Ele o compara a Jesus e Seu relacionamento com a Igreja: 70 Sl 91:1. 71 Tiago 4:7. 72 Lucas 6:38.
  • 35. 35 “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela”.73 É tão vital a mulher ir ao altar sexualmente livre de pecado quanto o é para o homem.Jesus está vindo para uma Noiva que é santa sem mácula. Você deve ser apresentada ao seu marido no altar do matrimônio como virgem. Você possui um grande presente de Deus: o hímen. 5.c.3 Depoimento de Willian F. Rankin Registramos aqui os títulos dos demais capítulos do livro: A aliança do casamento; Filhos da Aliança; Pais da aliança; Alianças demais; A 73 Efésios 5:25.
  • 36. 36 virgindade; O grande mistério; Como dizer não; O que Deus uniu; Vidas transformadas. Deste último capítulo registramos esta passagem: Piloto de aviação/ Capitão Willian F. Rankin (págs. 135 a 137) “Refiro-me a isto como a verdade que falta, de que os pais e a Igreja não estão ensinando aos jovens de hoje. Este ensino me libertou totalmente. Querida Shelia, Sinto-me orgulhoso em dizer que minha esposa e eu éramos virgens quando nos casamos. Embora tivéssemos freqüentado uma conferência pré-Caná requerida pela nossa igreja, englobando todos os aspectos do casamento, inclusive o sexo, não houve orientação sobre a ruptura do hímen. A consumação do nosso casamento foi uma experiência dolorosa para a minha esposa. Quando seu hímen se rompeu e eu percebi o sangue, tive medo de que a tivesse ferido ou talvez houvesse algo errado fisicamente. Não preciso dizer, nossa vida sexual não foi muito boa por algum tempo depois daquilo. O que deveria ter sido uma experiência natural e prazerosa tornou-se temerosa, devido à falta de esclarecimento. A Bíblia declara que as pessoas são destruídas pela falta de conhecimento.74 Eu compreendi pouco na época sobre o significado espiritual que esta experiência deveria ter para o nosso relacionamento conjugal. Nós tínhamos entrado em uma aliança de sangue e nem mesmo sabíamos disso! Em Efésios, capítulo cinco, a Bíblia compara o relacionamento conjugal com o de Cristo e a Igreja. O relacionamento entre Cristo e a Igreja é uma aliança de sangue. É por isso que a virgindade é tão importante. Refiro-me a isto como a verdade que falta, de que os pais e a Igreja não estão ensinando aos jovens de hoje. Vinte e três anos mais tarde, em 1988, o pastor da igreja que nós freqüentamos ministrou uma série de sete semanas, sobre A aliança de sangue. Este seminário mudou radicalmente a minha vida, pois 74 Oséias 4:6.
  • 37. 37 tive uma nova compreensão do meu relacionamento com Deus e com minha esposa (uma aliança de sangue que não pode ser quebrada). Ele ensinou o significado do sangue espargido sobre o homem quando se consuma o casamento durante a primeira relação sexual. Esta orientação me libertou totalmente! Minha esposa e eu agora compreendemos que todas as vezes que nos unimos sexualmente, estamos literalmente celebrando o nosso relacionamento de aliança entre cada um e Deus! Se eu soubesse disso antes do casamento! Deus realmente projetou o nosso corpo e o casamento como um reflexo do relacionamento dEle com a Igreja. Esta é mais uma evidência de que nós não viemos por evolução, mas fomos criados por um desígnio. Enquanto preparava a mensagem, nosso pastor recebeu esta revelação depois de ler um livro chamado “O porque do hímen”, de Shelia Cooley. Eu contatei a autora imediatamente, e compartilhei o meu testemunho com ela, bem como solicitei numerosos exemplares do seu livro para distribuir. Isto foi a nove anos e, como piloto de aviação, continuo a compartilhar esta mensagem com membros da equipe de bordo, passageiros, ministros, amigos e parentes, para a glória de Deus. Logo estarei celebrando 32 anos de casamento. Nosso casamento foi testado com algumas adversidades extremas, mas continua a prosperar e a ficar cada vez mais forte. Eu atribuo esta longevidade ao nosso relacionamento de aliança de sangue. A mensagem de “O porque do hímen” é para esta geração e precisa ser ensinada a todos. Capitão Willian F. Rankin Março e 1997 “Eu sou do meu amado e o meu amado é meu”.75 “Eu sou do meu amado e o seu desejo é para mim”.76 5.d Virgens outra vez Registramos aqui a experiência de um casal muito especial. Ministramos o seu casamento, que foi muito comentado, pela simplicidade, beleza, verdade e a unção de Deus presente. Tiveram 75 Cantares de Salomão 6:3. 76 Cantares 7:10.
  • 38. 38 antes uma vida dissoluta, depois se arrependeram e se colocaram aos pés do Criador. No momento da cerimônia pediram perdão a Deus, aos seus pais, amigos e conhecidos por tudo isso. Um tempo antes do casamento ficaram separados de corpos, embora tivessem um filho e já convivessem, pedindo a Deus que os tornassem virgens para que pudessem ofertar o dízimo do seu casamento a Ele. Na noite de núpcias, aconteceu algo divino e maravilhoso, pois receberam a confirmação de Deus para as suas orações: ela sangrou como uma virgem. Dá para medir o tamanho da felicidade dos dois e nossa? 5.d.1 A mentira roubou a benção Em contrapartida, entre tantos casais que aconselhamos, houve um em que os dois eram virgens, porém, ele, aconselhado por outros, armou um plano para consegui-la: falou que havia tido um
  • 39. 39 relacionamento com outra mulher, pois não poderia ficar sem sexo, já que “era homem”. Estava mentindo, mas ela caiu no laço e cedeu. Que pena!!! O diabo conseguiu desta vez. O casamento deles, embora tivesse tudo para dar certo, foi marcado por separações e muitos dissabores, por conta desta dívida que tinham com o diabo. “4 Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará”.77 5.e Honra teu pai e tua mãe Outro aspecto que queremos colocar é o fato dos pais não receberem mais a devida honra nestes dias maus (“Honra teu pai e tua mãe”78 ). Estes não recebem mais a honra de ter o direito de aconselhar os 77 Hebreus 13. 78 Êx 20.
  • 40. 40 filhos no momento da escolha para o matrimônio. Ou, se ousam algo neste sentido, os filhos dificilmente querem escutar a opinião dos seus genitores para uma escolha tão importante nas suas vidas. Isso “não está na moda”. Alguém que pede ajuda dos pais na escolha do seu parceiro ou mesmo que queiram morar com os pais até o casamento é tido como incapaz. Verdade ou mentira? “Ninguém merece” tal castigo, mas o homem na sua loucura condena-se a si mesmo em nome de um modernismo ou com a desculpa de que precisa “aprender a se virar” e “bate asas” ou joga fora a proteção da aliança que tem com seus pais ficando então exposto espiritualmente. Fala a Lei Sagrada que o filho deixa seu pai e sua mãe quando casa, formando assim uma nova aliança, e não antes. “24 Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir- se-á à sua mulher, e serão uma só carne”.79 5.e.1 Na casa dos pais, mesmo longe Não podemos deixar de frisar que há situações que são exceções, como, por exemplo, o caso de um rapaz que morava na roça com seus pais com mais 11 irmãos. Este percebeu que os pais não estavam suportando mais tantos encargos e pediu então, quando 79 Gênesis 2.
  • 41. 41 completou dezoito anos, a bênção deles para ir do nordeste onde moravam para Brasília, que estava ainda em construção, e assim trabalhar e poder enviar sustento para os irmãos e a ajuda para os seus pais. Mesmo relutando muito o pai concordou, o abençoou e deu na sua mão um pouco de dinheiro para a viagem. È verdadeiramente um exemplo de vida este homem que já está há quarenta anos em Brasília. Dormiu na rua muitas vezes e começou do “zero”. Comprou um saco de laranja e revendia, depois arrumava empregos e em cada um deles sempre prosperava e era muito honrado. Fazia cursos, se especializava e resistia a todas as tentações que lhe aparecia para desviá-lo do caminho reto. E o mais importante: a cada mês enviava aos pais o dinheiro que ganhava, ficando apenas com o absolutamente necessário para a sua sobrevivência. No começo, sem roupa e sem nada, comprava suas necessidades aos poucos. Em um mês comprava uma calça, no outro uma camisa, e assim ele foi vivendo, aprendendo, mas sem nunca desviar-se do seu objetivo. Ou seja, ele, na verdade, nunca havia saído da casa dos seus pais embora estivesse longe. SAIR NEM SEMPRE SIGNIFICA DEIXAR E VICE-VERSA. Durante a sua permanência em Brasília a sua família aumentou em mais cinco irmãos e em dado momento seu pai faleceu. Conversou com sua mãe e resolveram que os mais velhos e já casados ficariam lá e os mais novos junto com a mãe viriam para junto dele. Conseguiu fazer um barraco em um terreno e abrigou lá a sua família, criou todos eles, formou-os e quando estavam todos casados e bem encaminhados a mãe retorna ao nordeste para estar com os outros enquanto ele permaneceu em Brasília para estar perto dos outros. Em dado momento Deus lhe trouxe a sua companheira que ele não se continha para descrevê-la: era a mais bonita e maravilhosa mulher que existia. No dia em que a conheceu ela estava lavando roupa no tanque, e ele, de passagem, trabalhando (não foi “caçar” nas baladas da vida, como muitos acham necessário), a avistou, e não conseguiu mais desviar os pensamentos daqueles cabelos pretos e compridos.
  • 42. 42 Soube depois que ela era sobrinha de uma moça, sua funcionária no hotel que trabalhava. Neste mesmo dia disse para esta tia que iria casar com ela, e assim foi e já estavam casados há 35 anos, com quatro filhos, todos também formados, casados e encaminhados. Era um honrado chefe de família. Falava que a sua “filosofia” de vida e a mesma que sempre ensinou para os seus irmãos e filhos era essa: antes de dar qualquer passo em qualquer direção, ou tomar alguma decisão mais ou menos importante, ou falar qualquer coisa, ele pensava sempre nas conseqüências dessa atitude ou palavra. De acordo com o que os seus pensamentos apontavam, ele, ou prosseguia encarando a “batalha”, ou então “engolia qualquer sapo” que precisasse e ficava quieto. Falava ele que isso nunca deu errado, nem para ele e nem para a sua família. É um bálsamo a história de vida deste homem, um alento para a alma e a prova de que se o jovem purificar o seu caminho de acordo com as Leis Sagradas tudo será bem mais fácil. Ele honrou pai e mãe, fugiu das tentações até o fim, e foi salvo: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o de acordo com a tua palavra”.80 “9 Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas Deus te trará a juízo”.81 “12 Ninguém despreze a tua mocidade, mas sê um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza”.82 80 Salmo 119. 81 Eclesiastes 11. 82 I a Timóteo 4.
  • 43. 43 “22 FOGE também das paixões da mocidade, e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor”.83 “12 e, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. 13 Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo”.84 Quero enfatizar o fato notório (para quem tem ouvidos espirituais) que honrar pai e mãe trás uma bênção na área do casamento. O dito popular fala que “bom filho, bom marido”. Esta observação do povo trás um princípio bíblico em seu bojo e por isso que dá certo. Os grandes pensadores afirmam que as leis humanas serão legítimas, se estiverem de acordo com as Leis Divinas. Aqui é o caso. Já presenciei muitos fatos comprovando esta tese bíblica. Nada na Bíblia é pueril ou uma linda poesia, mas é Lei de Deus, é Palavra de Deus, afirmação d’Este que não tem sombra de variação,85 e não é homem para que minta. “19 Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá”.86 “16 Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça”.87 É matemático, realmente: “bom filho, bom marido”. 5.e.2 Boa filha arruma um bom marido Observava eu certa feita a uma jovem mulher que não tinha trégua cuidando das suas duas mães adotivas (as duas com mais de 80 anos, quase beirando os 90). Chorava pelos corredores, pedia oração 83 II a Timóteo 2. 84 Mateus 24. 85 Tiago 1:17. 86 Números 23. 87 II a Timóteo 3.
  • 44. 44 e clamava a Deus para que as levasse ao hospital e as trouxesse de volta. Muitas eram as vezes que isso acontecia. Em um determinado ano as coisas ficaram além da medida. Ela trabalhava, mas não hesitava em faltar ao emprego, embora fosse muito responsável, inteligente e capacitada, caso precisasse socorrê-las. A sua alegria era comprar uma camisolinha nova para elas, ou uma roupinha de cama, festejar seus aniversários, passear em algum lugar (quantas vezes fora da cidade). Isso era visível na sua vida: a prioridade para ela eram aquelas duas velhinhas, que, para muitos não passavam de duas pessoas esperando a morte. Esteve duas vezes “casada”, mas não deu certo por causa da sua responsabilidade para com as suas mães. Ela permanecia, agora já com quarenta anos, “solteira”, pois dentro do “pacote” que era ela, havia anexado à sua pele as suas duas mães, e isso não era para qualquer um suportar. Não por causa de uma mãe, mas pelo trabalho incessante que é cuidar de pessoas que já não andam mais direito, nem tomam banho sozinhas e que caem a todo instante fraturando ossos ou tantas outras coisas que acontecem com corpos fragilizados pelo tempo de uso. A alegria delas era fazerem as suas refeições na mesa e rindo muito, além de passear e se divertirem juntas. Neste ano que estive mais insistentemente observando, ou que Deus me chamou a atenção de maneira especial para isso, no final do ano ela falou comigo rapidamente no portão do prédio que havia passado o natal mais maravilhoso da sua vida. Eu perguntei como foi, ao que ela respondeu com os olhos brilhantes e molhados que estavam as três em casa, ela havia vestido as duas com um vestidinho novo, estava fazendo do a unha delas que estavam acomodadas nas suas camas, cheirosas, e, como ela falava, muito “palhaças”, contando as suas bobagens e rindo muito. Ali ficaram tomando a ceia e gozando a alegria da companhia uma da outra, e assim foi aquele momento maravilhoso: as três juntas e felizes. Neste momento eu fui tomada de uma comoção sobrenatural (na Bíblia, nas vezes que Jesus se quebrantava, em seguida acontecia um milagre), e, sem poder conter
  • 45. 45 a emoção, as lágrimas e as palavras que saiam da minha boca, falei para ela que Deus iria honrá-la por este amor e por este zelo, pois iria enviar um marido que lhe desse Neste momento ela sorriu e disse que isso seria um milagre. Insisti em falar que este homem teria que ser solteiro, e que, se aparecesse alguém como os anteriores, divorciados ou casados, que ela descartasse, pois não seria este que Deus estava preparando para ela. Ela retrucou mais uma vez, mais incrédula ainda, pois, segundo a sua ótica, na sua faixa de idade o que existe são homens separados e divorciados. Eu disse que se a sua fé não bastasse para um homem solteiro, pelo menos um viúvo iria aparecer. Dois dias depois ela me encontra no corredor e me fala de um viúvo do interior que por acaso encontrou na internet e que não parava de falar com ela. Ficamos apreensivas por ter sido encontrado na internet, mas observando. E NÃO DEU OUTRA: casaram em um curto espaço de tempo, como se já se conhecessem há muito. Era um viúvo que ainda falava muito bem da sua falecida esposa, também era dotado de amor ao próximo e a ajudava cuidar da casa e principalmente das suas velhinhas, de maneira inacreditável. No momento do vômito, que ela sofria para limpar ele era quem fazia isso. No momento da sua ausência por causa do trabalho ele era quem trocava as suas fraldas, depois de pedir licença, explicando que agora ele era também seu filho e isso era o normal a ser feito. Espantosamente elas aceitavam isso com naturalidade, o que não é comum em velhinhas. A “lua de mel” deles foi passada em hospitais e enfermarias. Ele largou um emprego de muitos anos na sua cidade para estar aqui perto delas, pois seria muito risco tirá-las do seu habitat de tantos anos e transportá-las para o interior. Mesmo depois de encontrar este homem, ela ainda não arrefecia no seu objetivo. Em dado momento, depois de Deus prepará-la em todos os sentidos, a mais velha se foi. Foi um sofrimento muito grande para ela este impasse, mas ele estava ali perto dela para ampará-la e confortá-la. Restou a outra mãe, e agora, estão pensando se continuam aqui ou seguem para a cidade mais tranqüila. Estudam este caso com ordem e com decência, com amor e com zelo, e, certamente Deus vai honrar as suas vidas. Neste momento estão começando a perceber que estão casados, são novos ainda, e, têm uma vida toda pela frente. Não tem erro. É matemático: honra teu pai e tua mãe e as bênçãos familiares vão acontecer. 5.e.3 Os que resistem em não “deixar” os pais É claro que não estamos deixando de observar também o fato de que muitos não “deixam” seus pais, mas permanecem dependentes deles
  • 46. 46 mesmo depois de casar, o que é outra distorção, uma desobediência à Palavra, ao que Deus estabeleceu para o homem. Como falamos, sair, nem sempre significa deixar. As situações conflitantes neste sentido são muitas nestes dias maus, onde o Estado interfere drasticamente na autoridade dos pais no tocante à correção dos filhos, onde o ECA praticamente os deixa sem freios como se pode constatar diante da criminalidade cresce vertiginosa e assustadoramente no meio deles, onde os princípios bíblicos praticamente foram apagados neste quesito. Temos um texto escrito com o título “Porque dos tais é o Reino de Deus” onde meditamos, fundamentamos e colocamos a opinião de muitas parcerias neste sentido. Porém, o que estamos frisando é que, via de regra, o que normalmente acontece é que muitos “casam” fora de hora e os pais são obrigados por eles (aí sim eles podem e devem recorrer a eles) a tomar conta dos seus filhos. Eles têm direito a fazer errado, mas não querem suportar as conseqüências dos seus erros. É uma bola de neve, pois as crianças sofrem a distorção de serem “abandonados” pelos pais para então serem criados pelos avós, e estes, por sua vez, vão ficando cada vez mais presos a esta situação que não é da alçada deles, e sofrem então, assim como as crianças e os pais, todas as conseqüências advindas desta situação distorcida. Os pais têm uma perspectiva e ensinam de uma maneira, os avós têm outra, pois são duas alianças diferentes, as crianças ficam então sem um modelo para seguir e se instala a confusão: os avós indicam um caminho, os pais outro. Toda autoridade é constituída por Deus e não pode ser ultrapassada. Se os pais não aceitam conselho dos avós e estes entendem que os pais estão errados, as suas orações vão colocar Deus para resolver a questão com ordem e com decência para que a ordem da família, que é outra aliança, não seja extrapolada. Os pais ficam distantes dos filhos, não cumprem a responsabilidade que é deles e não percebem o quanto isso lhes vai ser danoso mais para frente, os filhos sofrem esse abandono e se revoltam mesmo que inconscientemente, muitos avós se apegam à criança e depois é um drama quando porventura têm que se separar. Esta situação que é tão comum, não é o plano de Deus para as famílias e por isso nos trás conseqüências danosas. Certa vez Deus me falou que meus netos precisavam mais do “um” que os pais ocupados lhes pudessem dar do que os “mil” que porventura eu quisesse ou pretendesse dar a eles. Foi um impasse difícil e até hoje ainda sou “cobrada” neste sentido, mas, sem sombra de dúvidas vi os frutos desta caminhada na vida do meu neto. Deus está sempre certo. 5.e.4 Os pais podem opinar sobre o casamento dos filhos?
  • 47. 47 Falávamos que hoje as pessoas consideram uma idiotice pedir a orientação dos pais para a escolha do cônjuge, mas vejamos que o que fala a Bíblia neste aspecto: “2 E disse Abraão ao seu servo, o mais antigo da casa, que tinha o governo sobre tudo o que possuía: (...) que não tomarás para meu filho mulher dentre as filhas dos cananeus, no meio dos quais eu habito; 4 mas que irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque”.88 Isaque já não era mais uma criança, será que não tinha então capacidade para escolher a sua esposa? É comum se escutar falar que os antigos (não tão antigos assim), costumavam escolher os cônjuges para seus filhos, ou então estes não costumavam casar sem a aprovação dos seus pais: “7 O Senhor, Deus do céu, que me tirou da casa de meu pai e da terra da minha parentela, e que me falou, e que me jurou, dizendo: À tua o semente darei esta terra; ele enviará o seu anjo diante de si, para que tomes de lá mulher para meu filho”.89 Deus é a mais antiga e a mais vanguarda Pessoa que se conhece. Quem deu a ordem sobre a escolha da esposa para o filho de Abrahão, se não o próprio Deus? Se Ele deu esta ordem e também determinou que todos terão o direito de escolha. Teremos então que analisar aqui o ponto de equilíbrio na questão90 . Começando na base, na nossa origem, sabemos que temos a liberdade de escolher a qual deus vamos servir. Isto foi decidido pelo próprio Criador, que nos fez e que também é o ÚNICO Deus (Que coisa extraordinária essa!!!). Ele 88 Gênesis 24:2/4. 89 Gênesis 24:7. 90 Recomendamos o texto “O Ponto de Equilíbrio”, no volume II.
  • 48. 48 não fez bonecos, mas pessoas que decidem se querem viver ao Seu lado ou do lado do inimigo. Se fosse tão simples entender que o diabo é o sedutor tudo seria mais fácil, PORÉM, o Reino de Deus é de graça, mas não é barato! O que estamos falando é que as Leis Divinas estão escritas no coração do homem, mas este é tentado pelas suas próprias concupiscências e acaba muitas vezes “comprando gato por lebre” e se dando muito mal no final. As escolhas têm que ser medidas com muito zelo, pois estas não ultrapassam esta vida. Temos então um tempo para buscar a Deus, como aquelas pessoas na época do dilúvio tiveram. Quando menos esperamos a PORTA da salvação se fecha para nós. “6 Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”.91 “27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo”.92 “15 Mas, se vos parece mal o servirdes ao Senhor, escolhei hoje a quemn haveis de servir; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do Rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor”.93 “10 Ora, este é o pacto que farei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor; porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.94 “19 A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado à beira do caminho”.95 “45 O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do seu mau tesouro tira o mal; pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca”.96 “22 a despojar-vos, quanto ao procedimento anterior, do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano”.97 “15 Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência 91 Isaías 55. 92 Hebreus 9. 93 Josué 24:15. 94 Hebreus 8. 95 Mateus 13. 96 Lucas 6. 97 Efésios 4.
  • 49. 49 dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. 17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre. 18 Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora”.98 Não podemos então ficar em cima do muro, mas teremos que tomar uma decisão: “21 E Elias se chegou a todo o povo, e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui- o; mas se Baal, segui-o. O povo, porém, não lhe respondeu nada”.99 “14 Multidões, multidões no vale da decisão! porque o dia do Senhor está perto, no vale da decisão”.100 O morno causa ânsias de vômito em Deus: “15 Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente! 16 Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca”.101 Deus dá o direito de escolher o reino em que quer viver, mesmo tendo sido d’Ele a feitura de cada homem: “19 O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência”.102 Se escolhermos servir a Deus, acaso não teremos regras para cumprir? A aliança de sangue não tem cláusulas estabelecidas para ambos dos lados?103 Ou será que Deus estabeleceu para nós só as Promessas e não os deveres, as condições parar herdarmos essas promessas? Terei eu a livre escolha de viver desfrutando das bênçãos de Deus e também fazendo as minhas próprias leis, ou usando das leis do diabo? Claro que não poderei desonrar meus pais e que eles por sua vez não poderão me oprimir, me obrigar, se forem ou não cristãos, a passar por cima de Deus; claro que eu terei que escutar os que me dão a cobertura de aliança, meus pais, pois dificilmente (não sempre) estarão errados no caso de opinar sobre a escolha que terei que fazer para o resto da minha vida, pois casamento é um só, 98 I João 2. 99 I Reis 18:21. 100 Joel 3:14. 101 Apoc 3:15,16. 102 Deuteronômio 30:19. 103 Sugerimos o texto “Aliança de Sangue”, no vol IV.
  • 50. 50 segundo a Lei Divina.104 É claro que se eu rebeldiar e manipular a bênção, sofrerei depois as conseqüências do meu erro. Fala a Sabedoria, O Maravilhoso Conselheiro, que haverá os conselheiros na terra: “22 Onde não há conselho, frustram-se os projetos; mas com a multidão de conselheiros se estabelecem”.105 Se assim é, porque os pais, que têm uma visão muito mais ampla da vida, não poderiam acertar muito mais em uma escolha como esta, que exige muito mais razão do que emoção? O casamento não se decide emocionalmente, mas muito mais racionalmente. É preciso ponderar muito, e não se faz isso hoje, pois no reino das trevas, ou no presente sistema mundial, no reino que jaz todo no maligno, o casamento é contrato que pode ser quebrado a qualquer instante. Se houvesse o entendimento do que significa um casamento, que envolve todo um projeto que é de Deus e não de homens, que envolve a vida de pessoas que nascerão e terão o direito de receberem o melhor para eles, que envolve a feitura de outra aliança chamada família, que é o retrato de Deus na terra, que é a base da sociedade inclusive segundo a Constituição Brasileira, se houvesse o entendimento quanto a tudo o que envolve um casamento, as pessoas certamente pensariam muito mais em dar este passo, ou seja, não entrariam em um casamento pensando na possibilidade de um poder quebrá-lo (“se não der certo eu separo”), e então, certamente não ousariam tratar este assunto com tanta leviandade, mas atentariam para o que está escrito pelo dedo de Deus: “10 Disseram-lhe os discípulos: Se tal é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar. 11 Ele, porém, lhes disse: Nem todos podem aceitar esta palavra, mas somente aqueles a quem é dado”.106 Deus nos fala através do Apóstolo Paulo: “7 Contudo queria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um deste modo, e outro daquele. 8 Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. 9 Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se”.107 Irresponsavelmente muitos afirmam, sem noção do que falam, que não casará com a família, mas com o cônjuge. Porém, querendo ou não, sabendo ou não, a pessoa casa com a família do outro; além de 104 Recomendamos o texto “Casamento: Contrato ou Aliança?”, no vol III. 105 Prov 15:22. 106 Mateus 19:10,11. 107 I aos Cor 7:7/9.
  • 51. 51 herdar as bênçãos, herda também as maldições do outro, querendo ou não. Mesmo que a família esteja longe, a herança espiritual está sempre perto, pois é uma genética espiritual. A emoção passa logo, mas a razão, a sensatez permanece. Alguns gostam de determinadas coisas e outros não e isto depois de passar a emoção pesa muito. Enquanto as pessoas namoram não costumam mostrar o seu lado difícil, mas procuram, via de regra, esconder, ou então enxergam, mas fingem que não viram nada, ou então crêem firmemente que o outro vai mudar, que depois dos filhos tudo se resolverá e na maioria dos casos não é isso que acontece. Muitos casam e querem encontrar nos parceiros, o pai ou a mãe, e não vão encontrar isso. Por um certo tempo se enganam, e depois a realidade prevalece. Quando pessoas casam, Deus faz dos dois UM, no espírito, porém, na alma, só a convivência fará. Falávamos que Deus instruiu Abrahão sobre como casar seu filho. Porque Deus não faria isso com os outros pais e com os outros filhos, mas só com Abrahão? De cada um dos seus filhos Ele espera uma descendência piedosa e numerosa e tem o mesmíssimo zelo por cada um. E Se Deus age desta maneira, isto pode ser um erro? Não se pode generalizar, ou ir para os extremos, mas, certamente Deus ordena aos os pais a orientar os seus filhos em tudo, e muito mais sobre o assunto casamento, pois os noivos, via de regra, ainda não têm os olhos muito abertos para dar este passo importantíssimo. É comum também escutarmos falar que, antigamente, quando esta escolha era feita desta maneira, os casamentos duravam muito mais. Sim, é claro que aconteciam coisas terríveis e vergonhosas como em todas as épocas sempre aconteceram com todos os homens, mas, o que prevalece é a lembrança dos casamentos de antigamente serem mais duradouros.
  • 52. 52 Voltando a Abrahão, depois de instruir seu servo e acertarem todos os pormenores, o bom homem segue o seu caminho, pedindo a Deus que lhe dê um sinal para esta escolha deveras muito importante: “12 E disse: Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje, peço-te, bom êxito, e usa de benevolência para com o meu senhor Abraão. 13 Eis que eu estou em pé junto à fonte, e as filhas dos homens desta cidade vêm saindo para tirar água; 14 faze, pois, que a donzela a quem eu disser: Abaixa o teu cântaro, peço-te, para que eu beba; e ela responder: Bebe, e também darei de beber aos teus camelos; seja aquela que designaste para o teu servo Isaque. Assim conhecerei que usaste de benevolência para com o meu senhor. 15 Antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, filha de Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o ombro. 16 A donzela era muito formosa à vista, virgem, a quem varão não havia conhecido; ela desceu à fonte, encheu o seu cântaro e subiu”.108 Casamento, como já comentamos, fala de muitas responsabilidades e uma delas é a descendência. Não é muito fácil falar sobre este assunto, pois corremos o risco de alguém meio apressado passar por cima da reflexão e com isto não entender que não se trata de preconceito, pois no Reino de Deus não se nomeia tal coisa. Observemos aqui: “1 Ora, o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e heteias”.109 Todos sabemos que Salomão foi o homem mais sábio que já houve; no entanto entrou em muitas maldições por ter se unido com mulheres que não eram para ele: 108 Gênesis de 12/16 109 I a Reis 11:1.
  • 53. 53 “8 E assim fez para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios a seus deuses”.110 Ou seja, elas serviam a um deus que não era o Deus que fez os céus e a terra, mas um deus pagão. Isso foi uma lástima para Salomão: “26 Não pecou nisso Salomão, rei de Israel? Entre muitas nações não havia rei semelhante a ele, e ele era amado de seu Deus, e Deus o constituiu rei sobre todo o Israel. Contudo mesmo a ele as mulheres estrangeiras o fizeram pecar. 27 E dar-vos-íamos nós ouvidos, para fazermos todo este grande mal, esta infidelidade contra o nosso Deus, casando com mulheres estrangeiras?”111 No livro de Esdras, o povo reconhecia que estavam errados pelo mesmo fato: “2 Então Seeanias, filho de Jeiel, um dos filhos de Elão, dirigiu-se a Esdras, dizendo: Nós temos sido infiéis para com o nosso Deus, e casamos com mulheres estrangeiras dentre os povos da terra; contudo, no tocante a isto, ainda há esperança para Israel. 10 Então se levantou Esdras, o sacerdote, e disse- lhes: Vós tendes transgredido, e casastes com mulheres estrangeiras, aumentando a culpa de Israel.”112 Depois de Jesus, não há mais acepção de pessoas, mas deve-se ter sabedoria para entender, para mensurar, para escolher a companhia ideal para passar o resto dos seus dias, com certeza, para evitar muitos grandes dissabores.113 Há uma guerra espiritual para cada 110 I a Reis 11:8. 111 Neemias 13:26. 112 Esdras 10:2,10. 113 No volume III e III-B, temos vários textos interessantes sobre família, relacionamentos, namoro, noivado, filhos, ETC.
  • 54. 54 etnia e para vencer duas guerras vamos precisar do dobro de forças. Existem várias bênçãos e várias maldições que acompanham as famílias, as descendências, as raças, as tribos e nem sempre a união de segmentos opostos são suportáveis espiritualmente: “(...) porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. 6 e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos”.114 Ou seja, muitas vezes uma pessoa é perseverante e tem mais dificuldades que outra que não persevera tanto pois tem uma herança abençoada dos seus pais, avós, bisavós. Outras vezes a pessoa fuma, bebe e tem mais saúde que outras que não fazem esta loucura porque geneticamente esta pessoa herdou esta bênção dos seus antepassados (poderia estar muito melhor se não fizesse loucuras) e outras têm que lutar muito para alcançar a saúde, porque herdou dos seus antepassados uma genética pobre. São as bênçãos e as maldições que acompanham a pessoa e esta terá que lutar às vezes mais e às vezes menos para conquistar a terra prometida, dependendo da herança espiritual de cada um. Isso nos deixa o alerta sobre a responsabilidade de criar filhos. 5.e.5 Fala Rebeca Brown sobre maldições hereditárias115 Por que tantos males sobrevêm às pessoas? Você é uma das vítimas das maldições não quebradas? No dia de hoje, um número incalculável de pessoas em todo o mundo são atingidos por uma situação financeira difícil, por calamidades, e por diversos males 114 Êxodo 20:5-B,6. 115 Maldições não quebradas; Danprewan;RJ;1999; contracapa; págs:
  • 55. 55 inexplicáveis. Essas pessoas têm uma vida sofrida, desesperada, lutando sempre contra tentações bastante poderosas, contra doenças físicas e mentais, enfrentando uma quantidade enorme de situações catastróficas. Muitas vezes tais pessoas não têm consciência de que toda a situação que estão enfrentando é conseqüência de maldições não quebradas, que vieram para a sua vida e possivelmente para a sua família. Algumas causas dessas maldições são: ódios, ciúmes, invasões em territórios do diabo sem o comando de Deus, tocar em coisas impuras, maldições hereditárias, quebra de votos feitos a Deus. A Bíblia nos dá soluções detalhadas para não sermos alvos de maldições, para reconhecê-las e quebrá-las. Contudo, um impressionante número de cristãos, crentes na Bíblia, não leram , ou não se lembram dos princípios espirituais básicos a respeito do assunto. Por este motivo muitas pessoas e muitos cristãos levam uma vida afligida por inúmeras maldições. O povo sofre e poderá até ser destruído se permanecer na ignorância do pecado, sem quebrar essas maldições, pois não há desculpa para não se conhecer as Leis de Deus que estão à disposição de qualquer pessoa. Os códigos humanos argumentam da mesma maneira: se alguém praticar algum delito e alegar desconhecimento da lei, isto não o livrará de cumprir a pena, pois a ninguém é dado desconhecer a lei: Art. 3º da Lei de Introdução ao Código Civil. “Ninguém se escusa de cumprir a lei alegando que não a conhece”. Ou: a ninguém é dado o direito de desconhecer a lei. E observe-se que aqui, na vida secular, é mais difícil conhecer todas as leis, haja vista que a mesma lei diz ser imprescindível a presença de um advogado para representar qualquer demanda, e mesmo este tem que se aprimorar muito para conhecê-las, mas quanto a Bíblia Deus fez para qualquer pessoa, sem distinção, ler, e receber as revelações. Deus é justo e citamos muitas vezes que Ele mesmo diz para não ter medo de ninguém e nem de nada, mas só d’Ele.116 116 Mateus 10:28.
  • 56. 56 “7 Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, cuidando de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; não te desvies dela, nem para a direita nem para a esquerda, a fim de que sejas bem sucedido por onde quer que andares. 8 Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. 9 Não to mandei eu? Esforça- te, e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares”.117 Continuando a narrativa do caso de Abrahão, os pais de Rebeca depois de aprovarem e perceberem a direção de Deus, perguntaram a ela se estava de acordo: “57 Disseram-lhe: chamaremos a donzela, e perguntaremos a ela mesma. 58 Chamaram, pois, a Rebeca, e lhe perguntaram: Irás tu com este homem; Respondeu ela: Irei ... (note-se que ela não havia visto o seu noivo ainda, e então não sabia se era “sarado” ou não, mas só entendia que os seus pais tinham aprovado, e seguia o que lhe ia ao coração, o que julgava correto fazer. É bom que se registre que temos o exemplo de varão perfeito que é Jesus, que não tinha formosura;118 e também a descrição do diabo que é o sedutor, o “sarado”) ... 59 Então despediram a Rebeca, sua irmã, e à sua ama e ao servo de Abraão e a seus homens; 60 e abençoaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irmã nossa, sê tu a mãe de milhares de miríades, e possua a tua descendência a porta de seus aborrecedores! 61 Assim Rebeca se levantou com as suas moças e, montando nos camelos, seguiram o homem; e o servo, tomando a Rebeca, partiu. 62 Ora, Isaque tinha vindo do caminho de Beer-Laai-Rói; pois habitava na terra do 117 Josué 1. 118 Isaías 53.
  • 57. 57 Negebe. 63 Saíra Isaque ao campo à tarde, para meditar; e levantando os olhos, viu, e eis que vinham camelos. 64 Rebeca também levantou os olhos e, vendo a Isaque, saltou do camelo... (... tudo deu certo. Graças a quem? Seria muito bom se todos fizessem como Rebeca, para receberem como ela. Se a pessoa não quer esperar a orientação de Deus, se estiver enganada, como provavelmente poderá estar, pela maneira como foi feito o alicerce, então terá que esperar depois para saber se o tal “sarado (a)” vai se converter ou não; aí é que será a prova, pois é quase impossível suportar a companhia de alguém pelo resto da vida que não é igual ao “sem formosura”. “16 Pois, como sabes tu, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, como sabes tu, ó marido, se salvarás tua mulher”.119 Vale a pena se arriscar tanto?) ... 65 e perguntou ao servo: Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro? respondeu o servo: É meu senhor. Então ela tomou o véu e se cobriu”.120 É assim que acontece hoje, quando uma moça se interessa por um rapaz? Infelizmente o pudor hoje não está na moda. Deveria estar, pois é muito interessante notar a pessoa e ficar observando, sem dizer que sim e nem que não, para quem sabe achar nele ou nela alguma coisa que tenha valor. Ao contrário, o que se vê hoje são as mulheres, ao invés de se cobrirem, se descobrirem, e caçarem os homens, como se fossem os últimos da terra. Na verdade, esta situação está prevista na Constituição do Reino. O capítulo treze do Livro do Profeta Isaías fala sobre o juízo de Deus para os últimos dias, e, entre tantas desgraças descritas e tão absolutamente atuais, temos o fato da escassez de homens: 119 I aos Cor 7. 120 Gênesis 24:57/65.

Related Documents