PROGRAMAÇÃO DO NOVEMBRO AZUL
FIOCRUZ MANAUS – ILMD
POLÍTICAS DE SAÚDE DO HOMEM
“O MEDO?”
Prof. Dr. Eduardo J. S. Honorato
Declaração de Conflito de
Interesse
O Apresentador declara não
apresentar conflitos de interesse
que possam ser relacionad...
Atividades Desenvolvidas
 Psicólogo da Atenção
Básica
 Unidade Básica de Saúde
 Educação em Saúde
 Cibercultura e
Sexu...
Pontos importantes…
 Saúde da Criança, Mulher…e do Homem?;
 Dr Romeu Gomes – IFF – Fiocruz
 O Cuidar….
 O Acesso aos s...
Homens…(PNAISH, 2008)
 Morremos mais e somos mais caros ao SUS;
 Somos mais vulneráveis às doenças;
 Morremos mais prec...
Homens…(PNAISH, 2008)
 Os estereótipos de gênero; (+Butler, Simone,
Please!)
 Doença = fragilidade;
 Somos super-home...
Pq esse medo?
 Pesquisas qualitativas são necessárias;
 Prev. -> DESCONTRUÇÃO de gêneros;
 Pensar sobre homens e vulner...
What’s Your Message?OBRIGADO!
e-mail: eduhonorato@hotmail.com
Políticas de saúde do homem
Políticas de saúde do homem
of 10

Políticas de saúde do homem

Evento Novembro Azul na Fiocruz Manaus. Debate sobre o "medo" masculino.
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Healthcare      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Políticas de saúde do homem

  • 1. PROGRAMAÇÃO DO NOVEMBRO AZUL FIOCRUZ MANAUS – ILMD POLÍTICAS DE SAÚDE DO HOMEM “O MEDO?” Prof. Dr. Eduardo J. S. Honorato
  • 2. Declaração de Conflito de Interesse O Apresentador declara não apresentar conflitos de interesse que possam ser relacionados à sua apresentação Eduardo J. S. Honorato
  • 3. Atividades Desenvolvidas  Psicólogo da Atenção Básica  Unidade Básica de Saúde  Educação em Saúde  Cibercultura e Sexualidade;  GEPPES;  Adesão ao tratamento Hiv/AIDS;  Ministério da Saúde;
  • 4. Pontos importantes…  Saúde da Criança, Mulher…e do Homem?;  Dr Romeu Gomes – IFF – Fiocruz  O Cuidar….  O Acesso aos serviços;  Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem
  • 5. Homens…(PNAISH, 2008)  Morremos mais e somos mais caros ao SUS;  Somos mais vulneráveis às doenças;  Morremos mais precocemente;  NÃO procuramos a atenção básica;  Damos mais “prejuízos" ao INSS;  Temos MENOR adesão a tratamentos longos;
  • 6. Homens…(PNAISH, 2008)  Os estereótipos de gênero; (+Butler, Simone, Please!)  Doença = fragilidade;  Somos super-homens invulneráveis;  NÃO Adoecemos nunca;  Time is money - $$$$$;  Temos MENOR adesão a tratamentos longos;
  • 7. Pq esse medo?  Pesquisas qualitativas são necessárias;  Prev. -> DESCONTRUÇÃO de gêneros;  Pensar sobre homens e vulnerabilidade;  Pensar sobre cor/raça;  Sexualidade masculina reducionista;  Violência INTRA-gênero;  SAÚDE DO HOMEM EM DEBATE. Gomes R, organizador. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2011. 228 pp. ISBN: 978-85- 7541-213-8
  • 8. What’s Your Message?OBRIGADO! e-mail: eduhonorato@hotmail.com

Related Documents