† UMA INVESTIGAÇÃO ¢
Cristãos costumam dizer a judeus que o Tanach
profetiza sobre o maravilhoso plano concebido
pelo Eter...
GRAÇA E CULPA
O argumento cristão tem como alvo uma emoção
muito forte: a culpa. Todos nós já nos sentimos
culpados por no...
of 2

Nao precisamos Sangue cristo

Published on: Mar 3, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Nao precisamos Sangue cristo

  • 1. † UMA INVESTIGAÇÃO ¢ Cristãos costumam dizer a judeus que o Tanach profetiza sobre o maravilhoso plano concebido pelo Eterno para salvar as almas dos pecadores através do sangue de Jesus. Mas, isso é verdade? Investiguemos o Tanach para descobrir. Este folheto te ajudará a começar! VOCÊ REALMENTE PRECISA... JUSTIFICADOS PELA FÉ? A premissa da expiação de sangue é parte do conceito teológico cristão de que só podemos ser justificados pela fé. A frase abaixo, de Paulo, é um importante lema cristão: “E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante do Eterno, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé; mas o h o m e m , q u e fi z e r e s t a s c o i s a s , p o r e l a s viverá.” (Gálatas 3:11-12) Paulo na realidade está citando o profeta Havakuk: “Eis o soberbo! A sua alma não é reta nele; mas o justo pela sua fé [‫ָתֹו‬‫נ‬‫ֱמּו‬‫א‬ֶ‫ּב‬] viverá. Além disso, o vinho é traidor; o homem soberbo não permanece. Ele alarga como a sepultura o seu desejo; como a morte, nunca se pode fartar, mas ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.” (Habacuque 2:4-5) Porém, ‫ָתֹו‬‫נ‬‫ֱמּו‬‫א‬ֶ‫ּב‬ não significa ‘ter fé em alguém’, e sim ‘ser confiável’. Paulo cita o texto equivocadamente. O profeta Havakuk não está falando sobre ter confiança no Eterno. Havakuk está apenas explicando que o justo é confiável e o ímpio não é! Observe um exemplo de como a mesma expressão é usada noutro trecho: “Diante do SENHOR, porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade [‫ָתֹו‬‫נ‬‫ֱמּו‬‫א‬ֶ‫ּב‬].” (Salmo 96:13) O Eterno é fiel ao Seu povo. Não faria sentido dizer que Ele tem fé (no sentido paulino) no seu povo, mas a palavra é exatamente a mesma no hebraico! Como de costume, um dos maiores pilares da fé cristã é baseado numa compreensão equivocada do Tanach. SEM TEMPLO, SEM PERDÃO? Os cristãos frequentemente argumentam que, sem o sistema sacrificial do Templo, nós como nação estamos sem perdão, a não ser que nos v o l t e m o s p a r a o “sacrifício” de Jesus. Mas será que isso é verdade? A Torah já havia predito um tempo em que ficaríamos sem sacrifício, e mesmo assim tudo o que o Eterno requer de nós é que voltemos para Ele: “E será que, sobrevindo-te todas estas coisas, a bênção ou a maldição, que tenho posto diante de ti, e te recordares delas entre todas as nações, para onde te lançar o ETERNO teu Senhor, E te converteres ao ETERNO teu Senhor, e deres ouvidos à sua voz, conforme a tudo o que eu te ordeno hoje, tu e teus filhos, com todo o teu coração, e com toda a tua alma, Então o ETERNO teu Senhor te fará voltar do teu cativeiro, e se compadecerá de ti, e tornará a ajuntar-te dentre todas as nações entre as quais te espalhou o ETERNO teu Senhor. Ainda que os teus desterrados estejam na extremidade do céu, desde ali te ajuntará o ETERNO teu Senhor, e te tomará dali; E o ETERNO teu Senhor te trará à terra que teus pais possuíram, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais do que a teus pais. E o ETERNO teu Senhor circuncidará o teu coração, e o coração de tua descendência, para amares ao ETERNO teu Senhor com todo o coração, e com toda a tua alma, para que vivas. .” (Deuteronômio 30:1-6) Não há necessidade do sacrifício de um suposto homem-deus. Retorne para o Eterno, e Ele perdoará os teus pecados. Busque a Ele, a Ele somente, e você não tem nada a temer. “Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os confins da terra; porque Eu sou o Eterno, e não há outro.” (Isaías 45:22) SE VOCÊ ESTIVER APREENSIVO COM ESSAS QUESTÕES OU PRECISAR DE AJUDA ANTI-MISSIONÁRIA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO: WWW.KOL-HATORAH.ORG DO SANGUE DE CRISTO?
  • 2. GRAÇA E CULPA O argumento cristão tem como alvo uma emoção muito forte: a culpa. Todos nós já nos sentimos culpados por nossos erros do passado, ou por coisas difíceis de serem mudadas. Parece um gesto tão amoroso que o Eterno proveja o nosso perdão a partir tão somente da graça, e que tudo que você precise fazer seja ter fé em Jesus e deixar os pecados do passado! Mas o que parece ser um conceito tão maravilhoso não é uma ideia nova! Na realidade, nosso povo já fazia essa pergunta há muito tempo: “...Visto que as nossas transgressões e os nossos pecados estão sobre nós, e nós definhamos neles, como viveremos então?” E assim respondeu o Eterno: “...…quando eu também disser ao ímpio: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e praticar a retidão; se esse ímpio… andar nos estatutos da vida, não praticando a iniquidade, certamente viverá, não morrerá. Nenhum de todos os seus pecados que cometeu será lembrado contra ele; praticou a retidão e a justiça, certamente viverá..” (Ezequiel 33:10,14-16) Graça e perdão sempre estiveram disponíveis! O Cristianismo não tornou mais fácil obter o perdão! Pelo contrário, tomou uma ideia judaica, e a tornou mais difícil ao acrescentar a necessidade de se crer em Jesus. O Eterno nunca exigiu nada de nós que não fosse nos arrependermos e nos apartarmos de nossos pecados. Essa é a verdadeira graça, e tão somente a graça você realmente precisa do sangue de cristo? A PREMISSA É VERDADEIRA? A premissa cristã de que ninguém, judeus inclusive, pode obter a salvação de seus pecados senão através da fé no sacrifício de sangue de Jesus é baseada na seguinte ideia: “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.” (Hebreus 9:22) A Torah, dizem eles, requer expiação de sangue para a remissão dos pecados. Mas isso simplesmente não é verdade! Existem inúmeros exemplos não apenas na Torah, mas em todo o Tanach, da expiação sendo feita sem o uso do sangue. Aqui estão alguns exemplos. A Torah fala de expiação através do dinheiro: “E tomarás o dinheiro das expiações dos filhos de Israel, e o darás ao serviço da tenda da congregação; e será para memória aos filhos de Israel diante do SENHOR, para fazer expiação por vossas almas.” (Êxodo 30:16) E através de incenso: “E tomou-o Arão, como Moisés tinha falado, e correu ao meio da congregação; e eis que já a praga havia começado entre o povo; e deitou incenso nele, e fez expiação pelo povo.” (Números 17:12 - 16:47 nas Bíblias cristãs) Shlomoh haMelech (o rei Salomão) falou da expiação através do ser misericordioso e verdadeiro: “Pela misericórdia e pela verdade expia-se a iniquidade; e pelo temor do SENHOR os homens se desviam do mal.” (Provérbios 16:6) O povo de Nínive fez expiação através do jejum: “E os homens de Nínive creram no Eterno; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior deles até o menor... Viu o Eterno o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho, e o Eterno se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.” (Jonas. 3:5-10) O profeta Hoshea (Oséias) também nos ensinou que a oração é um substituto aceitável para o sacrifício de pecado: “Volta, ó Israel, para o ETERNO teu Senhor; porque pela tua iniquidade tens caído. Tomai convosco palavras, e voltai para o ETERNO; dizei-lhe: Tira toda a iniquidade, e aceita o que é bom; e ofereceremos como novilhos os sacrifícios dos nossos lábios. Não nos salvará a Assíria, não iremos montados em cavalos; e à obra das nossas mãos já não diremos: Tu és o nosso Senhor; porque em ti o órfão acha a misericórdia. Eu sararei a sua apostasia, eu voluntariamente os amarei; porque a minha ira se apartou deles.” (Oséias 14:2-5 - 14:1-4 nas Bíblias cristãs) ERRANDO NO PONTO PRINCIPAL É verdade que o sangue é uma forma de expiação na Torah, mas não é a única. Fato é que os cristãos não compreendem o objetivo do sistema sacrificial. A oferta não tinha por objetivo ser um substituto para você, ou morrer no seu lugar. A oferta animal objetivava ser uma forma de punição ou compensação financeira pelo seu pecado. Na realidade, em alguns casos, se o pecador fosse pobre demais, ele poderia trazer farinha ao invés de um animal: “Se, porém, as suas posses não bastarem para duas rolas, ou dois pombinhos, então, como oferta por aquilo em que houver pecado, trará a décima parte duma efa de flor de farinha como oferta pelo pecado; não lhe deitará azeite nem lhe porá em cima incenso, porquanto é oferta pelo pecado” (Levítico 5:11) © 2013 - Kol haTorah (www.kol-hatorah.org)

Related Documents