Secretaria Municipal da Saúde
Coordenação da Atenção Básica
Coordenação das Redes de Atenção
Área Técnica da Criança e do ...
Coordenação da Atenção Básica
Dra. Rejane Calixto Gonçalves
Histórico:
2013 – Decreto nº 54.278, de 28/08/2013, institui a Política Municipal para o Desenvolvimento
Integral da Prime...
PROMOÇÃO DA SAÚDE E
PREVENÇÃO DE AGRAVOS
• Fortalecimento dos Vínculos Sociais e Familiares
• Intersetorialidade na Garant...
OBJETIVO GERAL
Capacitar os profissionais da Atenção
Básica, especialmente os Agentes
Comunitários de Saúde (ACS), enferme...
Unidades Básicas de Saúde
39 UBS Estratégia Saúde da
Família
12 UBS Mistas
37 UBS Tradicionais
ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA
Pro...
ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA – Fase inicial
Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à
Primeira Infância no Município de S...
Critérios de inclusão das
famílias:
Distritos
Administrativos
escolhidos:
 Famílias em vulnerabilidade e risco biopsicoss...
ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA – Fase inicial
Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à
Primeira Infância no Município de S...
Referência Teórica e Metodológica
Janela de Oportunidades
Para a construção do Programa na cidade de São Paulo, definimos algumas fases:
ESTRUTURA DO PROGRAMA – PLANO DE AÇÃO
Fase ...
Programa de Apoio ao
Desenvolvimento
Integral à Primeira
Infância no Município
de São Paulo
Fortalecimento da
Atenção Prim...
UBS
STS
CRAS
PAVS CAPS
CREAS
NASF
UNIVERSIDADE
Fórum da
Infância e
Juventude
Associação
de bairro
Entidades
da
Sociedade
C...
Nascimento e Desenvolvimento Saudável
• Planejamento Familiar;
• Efetivação do Pré Natal;
• Parto humanizado/ Triagem huma...
Desenvolvimento de Vínculos Familiares
Afeto, Convivência, Cuidado e
Brincadeiras, são primordiais para
estabelecer Víncul...
Coordenação da Política São Paulo Carinhosa
Ana Estela Haddad
Coordenação na SMS-SP
Coordenação da Atenção Básica
Rejane C...
of 16

Política São Paulo Carinhosa na Saúde

Apresentação realizada no Seminário Desenvolvimento Infantil e Vínculos Familiares ocorrido em 10 de agosto de 2015 - Política São Paulo Carinhosa na Saúde
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Government & Nonprofit      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Política São Paulo Carinhosa na Saúde

  • 1. Secretaria Municipal da Saúde Coordenação da Atenção Básica Coordenação das Redes de Atenção Área Técnica da Criança e do Adolescente Coordenação de Gestão de Pessoas Escola Municipal de Saúde
  • 2. Coordenação da Atenção Básica Dra. Rejane Calixto Gonçalves
  • 3. Histórico: 2013 – Decreto nº 54.278, de 28/08/2013, institui a Política Municipal para o Desenvolvimento Integral da Primeira Infância na Cidade de São Paulo – São Paulo Carinhosa e cria seu comitê Gestor; 2013 – Dezembro – São Paulo Carinhosa – Saúde, inicia discussão de Projeto de capacitação de profissionais, em parceria com o Ministério da Saúde, visando visitas domiciliares com foco na primeira infância; 2014 – Janeiro – apresentação do Projeto ao MS, visando apoio técnico e financeiro; 2014 – Fevereiro – 1º Seminário Municipal com apresentação das experiências regionais das ações voltadas à primeira infância; 2014 – Quatro oficinas de trabalho com os territórios de alinhamento conceitual e reuniões para levantamento de dados e definições conjuntas; 2015 – Início da execução do Projeto, com a definição de Grupos de Trabalhos específicos: Grupo I - Planejamento e Elaboração da Capacitação Grupo II- Construção da Linha de Base Grupo III- Avaliação e Monitoramento
  • 4. PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE AGRAVOS • Fortalecimento dos Vínculos Sociais e Familiares • Intersetorialidade na Garantia dos Direitos da Criança Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 5. OBJETIVO GERAL Capacitar os profissionais da Atenção Básica, especialmente os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), enfermeiros da equipe da Estratégia Saúde da Família e profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), para promover o desenvolvimento integral na primeira infância com o envolvimento das famílias, respeitando sua cultura e equipes das Unidades Básicas de Saúde. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Definir o processo de trabalho da equipe incluindo visitas domiciliares com foco no desenvolvimento infantil;  Definir o instrumento de campo para a ação específica da equipe da Atenção Básica na primeira infância e familiares;  Identificar nos territórios elencados situações concretas passíveis de articulação intersetorial;  Elaborar o conteúdo e a programação da Educação Permanente para os ACS e profissionais da Atenção Básica com a especificidade da primeira infância;  Capacitar as equipes das UBS com ESF e das UBS sem ESF das áreas – alvo. Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 6. Unidades Básicas de Saúde 39 UBS Estratégia Saúde da Família 12 UBS Mistas 37 UBS Tradicionais ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA Profissionais envolvidos na visita domiciliar para DPI Agente Comunitário de Saúde Enfermeiro ESF Enfermeiro e Aux. Enfermagem (UBS T) Profissionais dos NASF 88 Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 7. ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA – Fase inicial Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 8. Critérios de inclusão das famílias: Distritos Administrativos escolhidos:  Famílias em vulnerabilidade e risco biopsicossocial  Recém nascidos prematuros e de baixo peso  Crianças com deficiências  Asfixia perinatal grave  Situação de violência intrafamiliar  Mães e gestantes com dependência a álcool e outras drogas  Região Leste, Cidade Tiradentes Guaianases Itaim Paulista Iguatemi  Região Norte Brasilândia  Região Sul Grajaú  Região Centro Sé  Região Sudeste Brás  Região Oeste Raposo Tavares Rio Pequeno Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 9. ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA – Fase inicial Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 10. Referência Teórica e Metodológica Janela de Oportunidades
  • 11. Para a construção do Programa na cidade de São Paulo, definimos algumas fases: ESTRUTURA DO PROGRAMA – PLANO DE AÇÃO Fase 1 Formulação e Planejamento das Ações Fase 2 Implementação do Plano de Educação Permanente Fase 3 Ampliação do Programa com a inserção de Agentes Comunitários para todo o território das áreas prioritárias Fase 4 Avaliação, Supervisão e Sistematização Fase 5 Expansão gradativa do Programa para mais territórios vulneráveis do Município Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo
  • 12. Programa de Apoio ao Desenvolvimento Integral à Primeira Infância no Município de São Paulo Fortalecimento da Atenção Primária na Cidade de São Paulo – UBS INTEGRAL X  Atendimento integral à saúde na primeira infância;  Ampliação do acesso da população em situação de maior vulnerabilidade;  Promoção da melhoria na atenção primária à saúde com foco no desenvolvimento infantil: fortalecendo os profissionais e as famílias.
  • 13. UBS STS CRAS PAVS CAPS CREAS NASF UNIVERSIDADE Fórum da Infância e Juventude Associação de bairro Entidades da Sociedade Civil Hospitais/ Maternida des Conselh o Gestor EE EF CEI/EMEF Subprefeitura Igrejas Equipamentos de Cultura
  • 14. Nascimento e Desenvolvimento Saudável • Planejamento Familiar; • Efetivação do Pré Natal; • Parto humanizado/ Triagem humanizada Recém Nascido; • Acompanhamento de RN e Puerperas pelas Equipes da UBS; • Incentivo e Promoção da manutenção do Aleitamento Materno exclusivo nos seis primeiros meses, ou complementado até 02 anos de vida.
  • 15. Desenvolvimento de Vínculos Familiares Afeto, Convivência, Cuidado e Brincadeiras, são primordiais para estabelecer Vínculos.
  • 16. Coordenação da Política São Paulo Carinhosa Ana Estela Haddad Coordenação na SMS-SP Coordenação da Atenção Básica Rejane Calixto Gonçalves Cecília Seiko Takano Kunitake Selma Maria Pereira dos Santos Maria Teresa Souza Coordenação das Redes de Atenção Iara Alves de Camargo Área Técnica da Criança e Adolescente Athene Maria de Marco França Mauro Escola Municipal de Saúde Laura Aparecida Christiano Santucci Ester Fingerut Serff Jaqueline Alves Sartori APOIO TÉCNICO CIENTÍFICO: Profª Dra. Anna M. Chiesa Profª Dra. Lislaine A. Fracolli

Related Documents