Conselho Distrital de Lisboa da JSD
25-06-2015
MOÇÃO
- Por um acesso ao Ensino Superior mais informado –
Anualmente, milha...
Porém, seja por falta de maturidade ou por insuficiente
acompanhamento e informação, os alunos realizam escolhas acadêmica...
Com esta proposta visamos a promoção da escolha informada nos
alunos do Ensino Secundário, no sentido da maior clareza fac...
of 3

Por um acesso ao Ensino Superior mais informado

Published on: Mar 4, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Por um acesso ao Ensino Superior mais informado

  • 1. Conselho Distrital de Lisboa da JSD 25-06-2015 MOÇÃO - Por um acesso ao Ensino Superior mais informado – Anualmente, milhares de alunos terminam o seu Ensino Secundário, nas mais diversas áreas e, muitos destes, consequentemente, candidatam-se ao Ensino Superior. Todos nós, os que já passaram por esta experiencia, bem como aqueles que esperam vir a experienciar esta passagem, sabemos que muitos destes alunos, aquando da sua candidatura, não têm certezas, manifestando dúvidas em qual será o melhor curso que devem frequentar, de qual será aquele que lhes dá mais garantias de emprego, de qual é o curso em que mais se enquadram e, acima de tudo, de qual é o seu objectivo no futuro, ou seja, aquilo que querem ser e de que forma podem contribuir. “A vida é feita de escolhas”, e, uma delas, uma das mais importantes escolhas, é esta que se faz no 11ºano - com 16/17 anos - ou no 12ºano - com 17/18 anos. É esta a escolha que deverá produzir efeitos e consequências na vida do aluno, na sua formação superior, que são sempre no mínimo 3 anos, a que acresce na maioria das vezes o 2ºciclo de estudos - o mestrado. Esta escolha, por muito que não seja definitiva, implica muita ponderação, afirmação, certeza e empenho, nem que seja pelo peso de decisão no futuro de quem escolhe.
  • 2. Porém, seja por falta de maturidade ou por insuficiente acompanhamento e informação, os alunos realizam escolhas acadêmicas erradas. Desta escolha pode resultar, entre outras coisas, o insucesso escolar, o abandono escolar e o desemprego jovem e qualificado. De todas as consequências, a pior para a nossa sociedade é o desemprego jovem e qualificado, pois nós, jovens, seguimos mais facilmente os nossos “sonhos” e sabemos, sem muito questionar, que determinada licenciatura é a ideal para frequentar e concluir. No entanto, no final, deparamo-nos com um mercado fechado, com poucas oportunidades para emprego. Sendo, também, certo que muitos são os jovens que optam por licenciaturas com um reduzido nível de empregabilidade, levando-nos às consequências apresentadas anteriormente. Outra questão que não podemos deixar de parte são os alunos que não têm escolha e não prosseguem os seus estudos superiores por carência financeira. No entanto, muito é também o desconhecimento existente no que diz respeito aos apoios do Estado, que devem ser incentivados e utilizados por quem, realmente, merece e precisa. Assim, e tendo em conta as considerações supra mencionadas, a JSD Loures propõe: - A existência de Acompanhamento de Orientação Vocacional e de Acompnhamento na Candidatura ao Ensino Superior nas escolas de Ensino Secundário, de forma obrigatória e gratuita para todos os alunos, desde o 10ºano até à candidatura ao Ensino Superior no 12ºano, promovida por Técnicos Especializados, como Psicólogos Educacionais e de Orientação Vocacional, bem como Técnicos Superiores de Educação e, ainda, outros profissionais técnicos do Ministério da Educação. - Queremos, também, que os alunos sejam informados e ajudados a submeter as suas candidaturas aos apoios financeiros do Estado, em especial para alunos que possam vir a ser alunos bolseiros.
  • 3. Com esta proposta visamos a promoção da escolha informada nos alunos do Ensino Secundário, no sentido da maior clareza face às suas competências e motivações para determinada área e curso superior e, depois, maior conhecimento das consequências e resultados possíveis dessa escolha. Assumimos que quanto mais informado um aluno estiver face às suas opções de escolha e suas implicações, mais acertada e podenderada será a sua escolha, trazendo, com certeza, à partida, melhores resultados para si. Por outro lado, com este acompanhamento, muitos alunos que optam por não seguir os seus estudos por carência financeira, ficarão melhor informados das possibilidades existentes e de como concorrer aos apoios do Estado. Pois, se os apoios existem, devem ser assegurados para quem realmente precisa. A JSD Loures espera que, ao ser aprovada, esta moção possa ser trabalhada pela JSD Distrital de Lisboa para que pugne junto das entidades competentes pela concretização destas medidas e, assim, ajudar milhares de jovens que se encontram em carência financeira e optam por não seguir os seus estudos, bem como tornar mais informados os nossos alunos e, consequentemente, fazer com que eles façam melhores escolhas e, idealmente, tenham um futuro melhor. Loures, 22 de Junho de 2015 1º Subscritor: Comissão Política de Concelhia da JSD Loures

Related Documents