Poluição nas lagoas<br />
Introdução<br />Escolhemos este tema porque nos preocupamos com a poluição, especialmente nas lagoas, sendo um potencial m...
Conteúdo<br />Dois engenheiros açoreanosdesenvolveram o URM 85 (Unidade de Remoção de Microalgase Cianobactérias), um prot...
Os resultados foram animadores: o mecanismo mostrou ser capaz de limpar as lagoas de uma forma fácil e rápida, remover e r...
Conclusão<br />Recursos hídricos<br />O nível das águas superficiais, designadamente as lagoas, para além do valor paisagí...
Bibliografia<br />Internet e revistas<br />
Elaborado:<br />Trabalho elaborado para o módulo de Cidadania de Empregabilidade, por :<br />Adelina Rocha<br />Carla Mart...
of 7

Poluição nas lagoas

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Education      Technology      Business      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Poluição nas lagoas

  • 1. Poluição nas lagoas<br />
  • 2. Introdução<br />Escolhemos este tema porque nos preocupamos com a poluição, especialmente nas lagoas, sendo um potencial meio de turismo. Se o danificamos a nossa economia sofre as consequências da não procura.<br />
  • 3. Conteúdo<br />Dois engenheiros açoreanosdesenvolveram o URM 85 (Unidade de Remoção de Microalgase Cianobactérias), um protótipo destinado a retirar impurezas das águas das lagoas e deixá-las mais limpas e com menos algas.O URM 85 é uma espécie de embarcação, tripulada por três pessoas, de onde se recolhe a água. O protótipo recebe a água, remove as suas impurezas e devolve-a à lagoa em bom estado, através de um colector e sistema de bombagem que "varre" toda a lagoa, conforme explica a edição online do jornal DN.O protótipo com características anfíbias está assim preparado para receber a água, remover as suas impurezas e devolvê-la à lagoa limpa e em bom estado. As virtudes do engenho passam unicamente pelo tratamento físico, sem recurso a produtos químicos.<br />
  • 4. Os resultados foram animadores: o mecanismo mostrou ser capaz de limpar as lagoas de uma forma fácil e rápida, remover e reduzir significativamente a concentração de microalgas e cianobactérias nas várias camadas de água, melhorando a qualidade química e ecológica das águas. <br />
  • 5. Conclusão<br />Recursos hídricos<br />O nível das águas superficiais, designadamente as lagoas, para além do valor paisagístico, turístico e ecológico, constituem-se como reservas estratégicas de água, sendo a garantia da sua qualidade um dos desafios da gestão dos recursos hídricos. <br />De acordo com a análise e classificações efectuadas a 17 lagoas, a maioria regista situações de poluição mais ou menos acentuada, derivada de contaminação difusa por actividades agro-pecuárias e de fertilização pouco racional, donde a importância dos projectos em curso e a iniciar relativos à construção de açudes, reflorestação das faixas adjacentes às linhas de água, entre outras acções, promovam a qualidade do nível das águas superficiais.<br />
  • 6. Bibliografia<br />Internet e revistas<br />
  • 7. Elaborado:<br />Trabalho elaborado para o módulo de Cidadania de Empregabilidade, por :<br />Adelina Rocha<br />Carla Martins<br />Conceição Pimenta<br />Formadora: Dr.ª Ana Loureiro.<br /> De:21/02/2011<br />