REINO DOS ANIMAISOS INVERTEBRADOS<br />
	O reino dos animais é composto por seres pluricelulares,aeróbicos,eucariontes, heterótrofos e com células sem parede celu...
Poríferos e Cnidários (celenterados)<br />
Você já pensou em se ensaboar com o esqueleto de algum animal?<br />	- Antes das esponjas sintéticas, as esponjas naturais...
	Os poríferos são conhecidos também como espongiários ou simplesmente esponjas, surgiram provavelmente há cerca de 1 bilhã...
ORGANIZAÇÃO DO CORPO<br />	As células chamadas de coanócitos se organizam formando pequenos poros por onde é filtrada a ág...
REPRODUÇÃO<br />Pode ser:<br />	Assexuada: ocorre por brotamento. Formam-se brotos no corpo do animal que podem se separar...
	Sexuada: quando os espermatozóides estão maduros, saem do ósculo, junto com a corrente de água, e penetram em outra espon...
Filo Poríferos<br /><ul><li>São fixos, possuem poros, não possuem órgãos.
Pele: células achatadas.
Esqueleto: fibras e espículas
Digestão: intracelular
Excreção: difusão
Respiração: trocas celulares</li></li></ul><li>Filo Poríferos<br /><ul><li>Circulação: não há;
Reprodução: assexuada (Brotamento, regeneração e gemulação) e sexuada (larva ciliada)
Podem possuir dimorfismo sexual
S. nervoso:não possuem;
Habitat: aquáticos (marinhos e de água doce) e solo;
Esponja de banho: esqueleto orgânico.</li></li></ul><li>Filo Poríferos<br />
Filo Porifera: multicelulares, não apresentam tecidos diferenciados, nem órgãos.<br />Sésseis, marinhas e de água doce, su...
CELENTERADOS<br />	Os celenterados são também chamados de cnidários. A palavra celenterado vem do grego koilos: cavidade, ...
Organização do corpo<br />	Pólipos: têm o corpo cilíndrico e vem geralmente fixos. Apresentam tentáculos na extremidade li...
	- Medusas: têm o corpo em foram que lembra um guarda-chuva. Seus tentáculo se distribuem ao longo da margem do corpo, ...
ESTRUTURA DOS CNIDÁRIOS<br />TENTÁCULOS<br />BOCA<br />MEDUSA<br />ECTODERME<br />ENDODERME<br />MESOGLÉIA<br />CAVIDADE <...
 - Após a boca, a cavidade é chamada de digestória onde se encontra as células chamadas de cnidócitos (célula...
REPRODUÇÃO<br />
MEDUSAS – REPRODUÇÃO SEXUADA <br />LARVA PLÂNULA <br />MEDUSAS JOVENS – ÉFIRAS<br />PÓLIPO<br />PÓLIPO – REPRODUÇÃO ASSEXU...
Filo Celenterados<br /><ul><li>Pólipos (fixos) e medusas (livres);
Estrutura: diblástico com mesogléia, cnidoblastos;
Pele: Fibras musculares;
Esqueleto: córneo ou calcáreo (exo);
Digestão: boca com tentáculos e cavidade digestiva; ausência de ânus; digestão extra/intracelular.
Respiração: trocas respiratórias;
Excreção: Eliminam no meio, difusão; </li></li></ul><li>Filo Celenterados<br /><ul><li>Circulação: não existe;
Nervoso: difuso e primário; células foto-receptoras e arco reflexo;
Reprodução: alternância de gerações, brotamento e regeneração e sexuadamente com gônadas temporárias, desenvolvimento dire...
Habitat: aquáticos (marinhos e dulcícolas);
Tamanho: Micro a milimetricos, medusas 10 mm a 2 m.</li></li></ul><li>Filo Celenterados<br />
Filo Cnidaria<br />acima de 100mm<br />Coral da espécie Stylaster venustus, recém-coletado ao largo do estado norte-americ...
Filo Cnidaria<br />Forma Pólipo<br />10mm - 100mm<br />Parentes dos corais e águas-vivas, os pequenos pólipos de Monocoryn...
Filo Cnidaria- Forma de medusaacima de 100mmEmbora não esteja entre as mais perigosas, a medusa Carybdea rastoni pode caus...
O caranguejo-aranha Libinia ferreirae passa parte da vida alojado no corpo da água-viva (medusa) Lychnorhiza lucerna.<br />
Filo Coelenterata: multicelulares, 1ª tecido organizado (nervoso), ainda não apresenta órgãos.<br />
Epiderme muito simples, células urticantes, formas sésseis e de vida livre, digestão extracelular – forma medusa<br />
of 54

Porferos e celenterados_-_2011

Published on: Mar 4, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Porferos e celenterados_-_2011

  • 1. REINO DOS ANIMAISOS INVERTEBRADOS<br />
  • 2. O reino dos animais é composto por seres pluricelulares,aeróbicos,eucariontes, heterótrofos e com células sem parede celular.<br /> Podem habitar ambientes aquáticos ou terrestres e variam muito à forma, ao tamanho e aos hábitos alimentares.<br />Invertebrados: não possuem coluna vertebral.<br />Filos: Poríferos - Cnidários(celenterados) - Platelmintos - Nematelmintos - Anelídeos - Moluscos - Artrópodes - Equinodermos<br />
  • 3. Poríferos e Cnidários (celenterados)<br />
  • 4. Você já pensou em se ensaboar com o esqueleto de algum animal?<br /> - Antes das esponjas sintéticas, as esponjas naturais eram muito usadas pelas pessoas para tomar banho e na limpeza doméstica.<br /> - As esponjas naturais são o esqueleto macio de certas espécies de animais do grupo dos poríferos, esse esqueleto é feito de um emaranhado de delicadas fibras de uma proteína chamada espongina.<br />
  • 5. Os poríferos são conhecidos também como espongiários ou simplesmente esponjas, surgiram provavelmente há cerca de 1 bilhão de anos. <br />Origem: agrupamento de seres heterótrofos em colônias.<br /> Não possuem tecidos definidos, não apresentam órgãos nem sistemas.<br /> São exclusivamente aquáticos, predominantemente marinhos ( existem uns de água doce)<br /> Vivem fixos nas rochas ou outras estruturas submersas.<br /> Alimentam-se de restos orgânicos ou de microorganismos filtrando a água que penetra no corpo.<br /> Servem de alimentos para alguns animais como moluscos, ouriços-do-mar, estrelas-do-mar, peixes e tartarugas.<br /> .<br />
  • 6. ORGANIZAÇÃO DO CORPO<br /> As células chamadas de coanócitos se organizam formando pequenos poros por onde é filtrada a água e capturado o alimento. Por isso os poríferos recebem este nome.<br /> Digestão intracelular (dentro da célula)<br /> Ósculo: abertura por onde a água junto com resíduos do metabolismo é eliminada.<br /> Esqueleto formado por espículas de calcário ou sílica e uma proteína chamada espongina.<br />
  • 7.
  • 8. REPRODUÇÃO<br />Pode ser:<br /> Assexuada: ocorre por brotamento. Formam-se brotos no corpo do animal que podem se separar dando origem a novas esponjas.<br />
  • 9. Sexuada: quando os espermatozóides estão maduros, saem do ósculo, junto com a corrente de água, e penetram em outra esponja, onde um deles fecunda o óvulo.<br /> Forma-se o zigoto, desenvolve uma larva ciliada que sai do corpo da esponja e se fixa numa rocha dando origem a uma nova esponja.<br />
  • 10. Filo Poríferos<br /><ul><li>São fixos, possuem poros, não possuem órgãos.
  • 11. Pele: células achatadas.
  • 12. Esqueleto: fibras e espículas
  • 13. Digestão: intracelular
  • 14. Excreção: difusão
  • 15. Respiração: trocas celulares</li></li></ul><li>Filo Poríferos<br /><ul><li>Circulação: não há;
  • 16. Reprodução: assexuada (Brotamento, regeneração e gemulação) e sexuada (larva ciliada)
  • 17. Podem possuir dimorfismo sexual
  • 18. S. nervoso:não possuem;
  • 19. Habitat: aquáticos (marinhos e de água doce) e solo;
  • 20. Esponja de banho: esqueleto orgânico.</li></li></ul><li>Filo Poríferos<br />
  • 21. Filo Porifera: multicelulares, não apresentam tecidos diferenciados, nem órgãos.<br />Sésseis, marinhas e de água doce, sustentada por espículas, células com funções específicas e dependes do fluxo da água.<br />
  • 22.
  • 23.
  • 24. CELENTERADOS<br /> Os celenterados são também chamados de cnidários. A palavra celenterado vem do grego koilos: cavidade, entheron: intestino e cnidário knidos: urticante, que queima.<br /> Exemplos: anêmonas do mar, água-viva e os corais.<br /> Muitos nadam livres enquanto outros vivem fixos.<br />
  • 25. Organização do corpo<br /> Pólipos: têm o corpo cilíndrico e vem geralmente fixos. Apresentam tentáculos na extremidade livre.<br />
  • 26. - Medusas: têm o corpo em foram que lembra um guarda-chuva. Seus tentáculo se distribuem ao longo da margem do corpo, no centro, em baixo, fica a boca (única abertura). Nadam livremente.<br />
  • 27.
  • 28.
  • 29. ESTRUTURA DOS CNIDÁRIOS<br />TENTÁCULOS<br />BOCA<br />MEDUSA<br />ECTODERME<br />ENDODERME<br />MESOGLÉIA<br />CAVIDADE <br />GASTROVASCULAR<br />PÓLIPO<br />BOCA<br />NEMATOCISTO<br />CNIDÓCITOS OU CNIDOBLASTOS<br />
  • 30.
  • 31. - Após a boca, a cavidade é chamada de digestória onde se encontra as células chamadas de cnidócitos (célula que produz líquido urticante). Essas células servem para capturar o alimento ou para a defesa.<br /> Digestão extracelular: na cavidade digestória.<br /> Digestão intracelular: dentro da célula. <br />
  • 32. REPRODUÇÃO<br />
  • 33. MEDUSAS – REPRODUÇÃO SEXUADA <br />LARVA PLÂNULA <br />MEDUSAS JOVENS – ÉFIRAS<br />PÓLIPO<br />PÓLIPO – REPRODUÇÃO ASSEXUADA<br />
  • 34. Filo Celenterados<br /><ul><li>Pólipos (fixos) e medusas (livres);
  • 35. Estrutura: diblástico com mesogléia, cnidoblastos;
  • 36. Pele: Fibras musculares;
  • 37. Esqueleto: córneo ou calcáreo (exo);
  • 38. Digestão: boca com tentáculos e cavidade digestiva; ausência de ânus; digestão extra/intracelular.
  • 39. Respiração: trocas respiratórias;
  • 40. Excreção: Eliminam no meio, difusão; </li></li></ul><li>Filo Celenterados<br /><ul><li>Circulação: não existe;
  • 41. Nervoso: difuso e primário; células foto-receptoras e arco reflexo;
  • 42. Reprodução: alternância de gerações, brotamento e regeneração e sexuadamente com gônadas temporárias, desenvolvimento direto e indireto;
  • 43. Habitat: aquáticos (marinhos e dulcícolas);
  • 44. Tamanho: Micro a milimetricos, medusas 10 mm a 2 m.</li></li></ul><li>Filo Celenterados<br />
  • 45.
  • 46. Filo Cnidaria<br />acima de 100mm<br />Coral da espécie Stylaster venustus, recém-coletado ao largo do estado norte-americano de Washington.<br />
  • 47.
  • 48. Filo Cnidaria<br />Forma Pólipo<br />10mm - 100mm<br />Parentes dos corais e águas-vivas, os pequenos pólipos de Monocoryne se destacam na paisagem do fundo oceânico, repleta de pequenos e coloridos seres.<br />
  • 49. Filo Cnidaria- Forma de medusaacima de 100mmEmbora não esteja entre as mais perigosas, a medusa Carybdea rastoni pode causar queimaduras dolorosas. Seu corpo hidrodinâmico e o nadar vigoroso são contudo fascinantes.<br />
  • 50.
  • 51. O caranguejo-aranha Libinia ferreirae passa parte da vida alojado no corpo da água-viva (medusa) Lychnorhiza lucerna.<br />
  • 52.
  • 53. Filo Coelenterata: multicelulares, 1ª tecido organizado (nervoso), ainda não apresenta órgãos.<br />
  • 54. Epiderme muito simples, células urticantes, formas sésseis e de vida livre, digestão extracelular – forma medusa<br />
  • 55. Formas marinhas (98%) e apenas um grupo de água doce (2%). Sistemas nervoso primitivo e arranjado de forma irregular e homogênea.<br />
  • 56. Outros animais podem viver em associação com os celenterado, por motivo de proteção ou mesmo como colaboradores no deslocamento já que algumas espécies são sésseis.<br />Filo Celenterado: Forma pólipo<br />
  • 57. Forma medusa<br />
  • 58. Filo Porifera, Cnidaria e Echinodermataacima de 100mmAmbiente com corais, esponjas, hidróides e o crinóide Gorgonocephalus eucnemis<br />
  • 59.
  • 60.
  • 61. Filo Ctenophora<br />10mm - 100mm<br />Ctenóforo Bolinopsis vitrea. Os ctenóforos distinguem-se das medusas por se locomoverem por batimento ciliar. O ângulo de incidência da luz nos pentes de cílios, provoca flashes de cores cintilantes pelo corpo do ctenóforo, num espetáculo de rara beleza. <br />
  • 62.
  • 63. Além de capturar pequenos animais a água-viva Mastigias papua cultiva algas microscópicas em seus tecidos, que servem de alimento e dão ao seu corpo uma coloração amarronzada.<br />
  • 64. Medusa da espécie Atollawyvillei, encontrada no fundo do mar do Japão <br />
  • 65. medusas<br />
  • 66.
  • 67. corais<br />
  • 68. Celenterados<br />

Related Documents