Política PombalinaRita SantosNº 2211ºJ
Introdução  Com o objetivo de enriquecer o Estado e os seus cidadãos, estruturou-se e pôs-se em prá...
D.José ID.José I de Portugal nasceu a6 de Junho de 1714 e faleceua 24 de Fevereiro de 1777. FoiRei de Portugal da Dinasti...
D.José I Este reinado foi também marcado pelas políticas do seuprimeiro-ministro, o Marquês de Pombal...
Marquês de Pombal Sebastião José deCarvalho e Melo, foi oprimeiro Conde deOeiras e Marquês dePombal.Nasceu em Li...
Marquês de Pombal Foi um nobre, diplomata e estadista português.Foi secretário de Estado do Reino durante o re...
A política económica e social pombalina  A situação financeira de Portugal não lhe permitias...
A política económica e social pombalina  dificuldades de colocação dos produtos brasileir...
 Impressionado pelo sucesso económicoinglês, tentou implementar medidas que incutissem um sentido semelhante à econom...
Reformas Pombal pôs em prática um vasto programa dereformas, cujo objetivo era racionalizar a administ...
- reformas económicas  O seu governo procurou incrementar a produção nacional, desenvolver o comércio coloni...
- reformas económicas  Fundou também o Banco Real e estabeleceu uma nova estrutura para administrar a cobran...
- reformas religiosas Neste campo, o primeiro-ministro empenhou-se nofortalecimento do absolutismo régio e no...
- reformas religiosas  obrigou por decreto a “primeira nobreza da corte” a casar fora do seu grupo social o...
- reformas na educação  Pombal criou pela primeira vez o cargo de Diretor Geral dos Estudos, que tem como fun...
- reformas na educação  foi criada ainda a Aula do Comércio, o primeiro estabelecimento de ensino oficial no ...
- reformas no aparelho de Estado O Marquês de Pombal introduziu importantesmudanças no a...
Todas estas reformas lhe proporcionaram a inimizadedas altas classes sociais, em especial da nobreza, poisfomentou o cres...
“A Ação do Marquês de Pombal no reinado de D. José I”   Link do vídeo no youtube: http://www.yout...
Prosperidade comercial dos finais do século XVII Os resultados da política pombalina fizeram-se...
Conclusão  Foi graças ás medidas pombalinas que Portugal viveu a sua melhor época comercial, na qual a...
A linha de força da política económica pombalina foio proteccionismo do comércio nacional e ultramarino,favorecendo o mon...
Bibliografia  “O Tempo da História”, livro da disciplina http://www.infopedia.pt/$politica-economica-e...
of 23

Politica pombalina

Published on: Mar 4, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Politica pombalina

  • 1. Política PombalinaRita SantosNº 2211ºJ
  • 2. Introdução  Com o objetivo de enriquecer o Estado e os seus cidadãos, estruturou-se e pôs-se em prática uma doutrina económica que tomou o nome de Mercantilismo. O mercantilismo caraterizou-se pelo dirigismo estatal e por ser nacionalista, dado que privilegiava os produtos de caráter nacional, estando desde logo associado ao absolutismo. Os grandes objetivos da Política Pombalina foram a redução a redução do défice e a nacionalização do sistema comercial português. E, segundo máximas mercantilistas, Pombal concretizou estes objetivos.
  • 3. D.José ID.José I de Portugal nasceu a6 de Junho de 1714 e faleceua 24 de Fevereiro de 1777. FoiRei de Portugal da Dinastiade Bragança desde 1750 até ásua morte, sendocognominado O Reformadordevido às reformas queempreendeu durante o seureinado.
  • 4. D.José I Este reinado foi também marcado pelas políticas do seuprimeiro-ministro, o Marquês de Pombal, quereorganizou as leis, a economia e a sociedadeportuguesa, tornando deste modo Portugal num paísmoderno.
  • 5. Marquês de Pombal Sebastião José deCarvalho e Melo, foi oprimeiro Conde deOeiras e Marquês dePombal.Nasceu em Lisboa, a13 de Maio de 1689 efaleceu em Pombal, a8 de Maio de 1782.
  • 6. Marquês de Pombal Foi um nobre, diplomata e estadista português.Foi secretário de Estado do Reino durante o reinado deD.José I.No século XVII, foi o representante do despotismoesclarecido e viveu num período da história marcadopelo iluminismo, tendo desempenhado um papelfundamental na aproximação de Portugal à realidadeeconómica e social dos países do Norte da Europa.
  • 7. A política económica e social pombalina  A situação financeira de Portugal não lhe permitiasustentar um império vasto, disperso e longínquo.Em meados do século XVIII, quando as remessas deouro brasileiro começaram a diminuir, Portugal viu-sea braços com uma nova crise, semelhante à que levou oConde da Ericeira a enquadrar novas medidaseconómicas: debilidade da produção interna;
  • 8. A política económica e social pombalina  dificuldades de colocação dos produtos brasileiros no mercado; excessiva intromissão das outras nações no nosso comércio colonial; e o défice crónico da balança comercial.Esta crise e a excessiva dependência de Portugal face àInglaterra coincidiram com o ministro do rei D.José I, oMarquês de Pombal, que governou impondo a lei atodas as classes, desde os mais pobres até à altanobreza.
  • 9.  Impressionado pelo sucesso económicoinglês, tentou implementar medidas que incutissem um sentido semelhante à economia portuguesa, com êxito.
  • 10. Reformas Pombal pôs em prática um vasto programa dereformas, cujo objetivo era racionalizar a administraçãosem enfraquecer o poder real.Para concretizar este objetivo, o ministro incorporou asnovas ideias divulgadas na Europa pelos iluministas,mas ao mesmo tempo conservou aspetos doabsolutismo e da política mercantilista.
  • 11. - reformas económicas  O seu governo procurou incrementar a produção nacional, desenvolver o comércio colonial e incentivar o desenvolvimento das manufaturas, não hesitando em impor monopólios que esmagaram a concorrência interna; Ao mesmo tempo criou estímulos fiscais para a instalação de pequenas manufaturas voltadas para o mercado interno português, do qual também faziam parte as colónias. Esta política protecionista englobava medidas que favoreciam a importação me matérias primas e encareciam os produtos importados similares aos de fabricação portuguesa;
  • 12. - reformas económicas  Fundou também o Banco Real e estabeleceu uma nova estrutura para administrar a cobrança dos impostos.Para Pombal, o poder servia o desenvolvimento ou odesenvolvimento afirmava o poder.
  • 13. - reformas religiosas Neste campo, o primeiro-ministro empenhou-se nofortalecimento do absolutismo régio e no combate asetores e instituições que poderiam enfraquecê-lo: expulsou os jesuítas da metrópole e das colónias, confiscando os seus bens, alegando que a Companhia de Jesus agia como um poder autónomo dentro do Estado português; diminuiu o poder da igreja, subordinando a Inquisição ao Estado
  • 14. - reformas religiosas  obrigou por decreto a “primeira nobreza da corte” a casar fora do seu grupo social ou com linhagens com menores garantias de pureza; fez promulgar uma lei que extinguia as diferenças entre cristãos-velhos e cristãos-novos e impunham critérios de “limpeza de sangue”
  • 15. - reformas na educação  Pombal criou pela primeira vez o cargo de Diretor Geral dos Estudos, que tem como função vigiar o progresso dos estudos e elaborar um relatório anual da situação do ensino; destruiu e proibiu livros de autores que eram tidos como “corruptores da Religião e da Moral” e de conteúdo “ofensivo da paz e sossego público”; introduziu importantes mudanças no sistema de ensino superior, passando-o ao controlo do Estado;
  • 16. - reformas na educação  foi criada ainda a Aula do Comércio, o primeiro estabelecimento de ensino oficial no mundo a ensinar a Contabilidade de uma forma técnico- profissional.
  • 17. - reformas no aparelho de Estado O Marquês de Pombal introduziu importantesmudanças no aparelho de estado português: através da criação das primeiras compilações de direito civil que substituíram assim o direito canónico; através da introdução da censura de livros e publicações de caráter político.
  • 18. Todas estas reformas lhe proporcionaram a inimizadedas altas classes sociais, em especial da nobreza, poisfomentou o crescimento da burguesia com o intuito dedinamizar economicamente o país e estimulou amobilidade entre os estratos sociais.Inaugurou-se então um período de estabilidade esegurança para os homens de negócios queconseguiram um prestígio que nunca haviam gozado
  • 19. “A Ação do Marquês de Pombal no reinado de D. José I”   Link do vídeo no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=1GffBBxJI50
  • 20. Prosperidade comercial dos finais do século XVII Os resultados da política pombalina fizeram-se sentirde imediato.Todas as áreas económicas sob o controlo dascompanhias prosperaram, desenvolveram-se maisprodutos coloniais, as produções internas substituíramas importações e aumentaram também as exportações,para o Brasil, de produtos manufaturados demetrópole.
  • 21. Conclusão  Foi graças ás medidas pombalinas que Portugal viveu a sua melhor época comercial, na qual a balança comercial obteve saldo positivo. Estes resultados foram também originados devido a uma conjuntura externa favorável. Guerras e revoluções afetaram o comércio francês e inglês, contribuindo para devolver a Lisboa a sua grandiosidade como entreposto atlântico.
  • 22. A linha de força da política económica pombalina foio proteccionismo do comércio nacional e ultramarino,favorecendo o monopólio português e encorajando as produções agrícola e manufatureira.
  • 23. Bibliografia  “O Tempo da História”, livro da disciplina http://www.infopedia.pt/$politica-economica-e- social-pombalina http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_I_de_Po rtugal http://pt.wikipedia.org/wiki/Sebasti%C3%A3o_Jos %C3%A9_de_Carvalho_e_Melo

Related Documents