Gestão do Conhecimento
...
Gestão do Conhecimento Por que a palavra conhecimento assusta tan...
Gestão do Conhecimento Por que a palavra Conhecimento assusta tanto?
...
of 3

Por que a palavra conhecimento assuta tanto

O artigo discute o surgimento e transferência do conhecimento nas organizações, contrapondo o aprendizado "empacotado" das Universidades Corporativas com o conhecimento tácito e estratégico proveniente de processos individuais e sociais.
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Business      Education      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Por que a palavra conhecimento assuta tanto

  • 1. Gestão do Conhecimento biblioteca Por que a palavra “conhecimento” assusta tanto? O artigo discute o surgimento e transferência do conhecimento nas organizações, contrapondo o aprendizado "empacotado" das Universidades Corporativas com o conhecimento tácito e estratégico proveniente de processos individuais e sociais. José Cláudio Cyrineu Terra Onde nasce, vive, se multiplica e se transfere o cognição e alma dos indivíduos, que trazem suas conhecimento nas organizações? A resposta é próprias e únicas experiências, valores e padrões relativamente simples: na prática. Nos cursos, cognitivos. Também são sociais, pois aprendizados palestras e mesmo universidades corporativas, o significativos precisam ser validados e polidos pelos que se ouve e se aprende é relativamente marginal pares das sociedades em que os indivíduos se na vida das organizações. Tudo bem! Vocês não inserem. precisam mais ler o resto deste artigo. Vocês já me consideram um desinformado e alguns talvez até já A provocação “por que a palavra “conhecimento” me odeiem. assusta tanto?” surge da constatação da falta de reconhecimento e valorização, por parte de Profissionais que trabalham com símbolos e cujos muitos executivos, do papel das comunidades de produtos diários são mais informação, decisões e, prática formais ou informais que discutem, aplicam algumas vezes, insights notáveis, formam a nova e reformulam o conhecimento organizacional. classe trabalhadora do século XXI. São profissionais A grande bandeira da salvação de algumas absolutamente distintos da classe trabalhadora organizações para lidar com o “Conhecimento” tem da Era Industrial. Para os profissionais da Era do sido as universidades corporativas. E estas surgem Conhecimento aprender é trabalhar; trabalhar é porque seus defensores dizem que as universidades aprender. A verdade dura e crua é que os “knowledge tradicionais não conseguem ser específicas e nem tão workers” aprendem o tempo todo. Aprender, gerar atualizadas como as necessidades de aprendizado novo conhecimento e transmitir conhecimento são das grandes organizações. Podemos dizer, no quase sinônimos das responsabilidades de cada entanto, a respeito das universidades corporativas: um. elas sempre estarão tratando do conhecimento mais commoditizado e mais facilmente empacotado; não O conhecimento de valor não é facilmente do conhecimento tácito e estratégico, que realmente transmitido, transferido ou assimilado. Se assim o faz a diferença e é muito difícil de ser comunicado, fosse, teria pouco valor e poderia ser codificado em escrito e transferido. Em alguns poucos casos, alguns documentos, livros, sites e ou programas de vemos exemplos de universidades corporativas e-learning. Conhecimentos de valor são, sobretudo, que têm trabalhado no sentido de forjar mudanças construídos a partir de processos altamente de modelos mentais e estilos de liderança, para pessoais e, ao mesmo tempo, sociais. São pessoais indiretamente afetar a capacidade da organização porque dependem do engajamento ativo de corpo, em aprender continuamente no próprio contexto do © TerraForum Consultores
  • 2. Gestão do Conhecimento Por que a palavra conhecimento assusta tanto? biblioteca www.terraforum.com.br trabalho e das relações com o ambiente externo. pessoal e profissional. Compreender a dinâmica do conhecimento organizacional demanda uma atitude Neste contexto, qual o nível de pretensão que uma de enorme respeito e humildade. Os filósofos organização pode ter quanto ao “empacotamento” de sabem disso. Estão estudando o “conhecimento” há módulos herméticos de aprendizado desconectados milênios. da prática de trabalho? Ou melhor, o que é mais importante para a construção do conhecimento individual e coletivo? Bons cursos ou ambientes de trabalho que sejam “knowledge-friendly”? Estes últimos tipos de ambientes têm uma série *** de características, como, por exemplo: estimulam a busca incessante por novas idéias dentro e José Cláudio C. Terra é presidente da TerraForum fora da empresa, a experimentação, a discussão Consultores. Atua como consultor e palestrante do próprio trabalho e dos pressupostos sobre o no Canadá, nos Estados Unidos, em Portugal, na ambiente competitivo e uma enorme ênfase no França e no Brasil. Também é professor de vários compartilhamento de aprendizados práticos, etc. programas e pós-graduação e MBA e autor de vários livros sobre o tema. Seu email é jcterra@ Sugerimos a todos líderes e gestores um enorme terraforum.com.br respeito ao “conhecimento” em seu aspecto tácito e mais profundo. A partir deste posicionamento e desta franqueza intelectual, cremos que as organizações darão menos ênfase a grandes programas de treinamento e esforços relativamente inócuos de empacotamento e codificação de conhecimentos. Em contrapartida, todos os gestores da organização deverão se tornar agentes de mudança para a contínua transformação do ambiente, processos de trabalho e modelos mentais que perpetuam a visão da organização como máquina e inibem a proposição de novas idéias, o aprendizado contínuo e o compartilhamento de conhecimentos e experiências. Na Era do Conhecimento, há um paradoxo em curso: as organizações precisam cada vez mais de treinamentos e pessoas com ótima educação formal ao mesmo tempo que precisam se dar conta que este tipo de aprendizado formal atende, de uma certa maneira, cada vez menos as necessidades de aprendizado organizacional. O medo leva à fuga e a subterfúgios; o respeito leva ao diálogo, ao aprendizado e ao crescimento © TerraForum Consultores
  • 3. Gestão do Conhecimento Por que a palavra Conhecimento assusta tanto? biblioteca www.terraforum.com.br A EMPRESA ARTIGOS RELACIOnAdOS A TerraForum Consultores é uma empresa de consultoria e treinamento em Gestão do Conhecimento (GC) e Tecnologia da Informação. Os O papel da organização nos diferentes estágios da Comunidade de Prática clientes da empresa são, em sua maioria, grandes O Papel do RH na Gestão do Conhecimento e médias organizações dos setores público, privado e terceiro setor. A empresa atua em todo o Brasil e também no exterior, tendo escritórios em São Paulo, Brasília e Ottawa no Canadá. É dirigida pelo Dr. José Cláudio Terra, pioneiro e maior referência em Gestão do Conhecimento no país. Além disso, conta com uma equipe especializada e internacional de consultores. PUBLICAÇÕES TERRAFORUM Winning at Collaboration Commerce Gestão do Conhecimento e E-learning na Prática Portais Corporativos, a Revolução na Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento - O Grande Desafio Empresarial Gestão do Conhecimento em Pequenas e Médias Empresas Realizing the Promise of Corporate Portals: Leveraging Knowledge for Business Success Gestão de Empresas na Era do Conhecimento © TerraForum Consultores