1o
. Curso de Dirigentes da Fraternidade do Grande Coração
Proposta: preparar umbandistas para a organização e direção esp...
que podem simplesmente riscar o ponto e que as entidades vão fazer tudo por
ele.
Vemos em muitos centros de umbanda médiun...
Elementos básicos de identificação dos pontos riscados
(Oriundos dos desenvolvimentos das linhas, eles são três)
- Flecha:...
2 - Raiz ou linha (uma das 7) na qual a entidade trabalha:
- Oxalá
- Ogum
- Oxossi
- Xango
- Yemanjá
- Yori
- Yorimá
3 - C...
7 - Entidades que comanda:
- Naturais
- Artificiais
Sinais grafados
1. Flecha ou vibração – forma da entidade:
Caboclo Pre...
3. (Chave) Grau hierárquico:
1°-Guias 2°-Protetores
Obs. Ambos grafam o sinal do lado esquerdo da flecha
3°-Chefe de legiã...
Exemplo até aqui:
Entidade da linha de Xangô.
Plano de guia.
No grau de chefe de legião.
4. Planetas e signos zodiacais:
P...
Mercúrio Gêmeos - Virgem - m Yori
(2105a
2006 e 2108a
2009)
Lua Câncer - Yemanjá
(2106a
2007)
Saturno Capricórnio - Aquári...
5. Cor Fluídica:
O triangulo da forma fluídico plasmado no astral pelos orixás é violeta (que é cor da
umbanda*) e tem as ...
Considerações teosóficas* sobre os 4 elementos
A inscrição na cruz de Cristo – INRI – na verdade não significa “Jesus Naza...
Outros sinais grafados
(mais raramente, pois são somente para entidades de alta hierarquia)
- Chave de abertura da alta ma...
Observações
O médium precisa controlar seu desejo de colocar no ponto todos os sinais ou
desejar que “sua” entidade tenha ...
Caboclo Tabajara
Explicações adicionais
Como pode ser observado as entidades podem ser “cruzadas” com outras
linhas. O caboclo Tabajara que...
Caboclo Anhanguera
Outras informações
As entidades podem ainda ser “ligadas” com outras linhas. Estar “ligado” com
outra linha significa que ...
Caboclo Cachoeirinha
Para completar apresentamos um ponto de preto velho. Não daremos
explicações como forma de convidar os alunos a pensar e e...
of 18

Ponto riscado

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Spiritual      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Ponto riscado

  • 1. 1o . Curso de Dirigentes da Fraternidade do Grande Coração Proposta: preparar umbandistas para a organização e direção espiritual de casa de umbanda, através de um conhecimento aprofundado da umbanda ancestral - Aumpram (pela orientação de Roger Feraudy – as frases em itálico são tiradas de seus livros). Não é um curso de desenvolvimento mediúnico. É um curso avançado de umbanda, em continuação do curso básico de umbanda on line “700.000 anos de umbanda”. Não é um curso para formação de babalaôs, pois para tanto seria necessário o candidato ter um compromisso cármico, além de ter todas as obrigações feitas, etc. 15a . Aula Pontos riscados Definição O ponto riscado é uma “ordem” escrita a uma série de entidades. Quando um médium risca um ponto irradiado por uma entidade, está mobilizando a falange que com ela trabalha, ou outra, direcionando a energia mobilizada para o objetivo desejado, dependendo do merecimento do consulente e da ética do médium. Os pontos riscados obedecem à vibração original ou flecha, da qual falaremos a seguir. Tudo começa com 1 simples ponto (1 ponto sozinho nada produz em termos de magia, mas vários pontos geram uma linha e várias linhas fazem um ponto riscado). Todavia é importante saber que o ponto riscado não produz nenhum tipo de magia se não for impulsionado pelo pensamento. Muitos médiuns acreditam
  • 2. que podem simplesmente riscar o ponto e que as entidades vão fazer tudo por ele. Vemos em muitos centros de umbanda médiuns riscando pontos que de fato nada têm a ver com os princípios dos pontos riscados. É possível que em alguns casos a espiritualidade considerando o merecimento do consulente e o desconhecimento bem intencionado do médium, além de seu real desejo de manipular forças amorosas para aquele consulente, promova o necessário para o auxílio. Não se engane todavia o médium achando que está promovendo magia com pontos sem os elementos básicos dos quais eles se compõem. Os sinais aqui apresentados são os chamados sinais positivos, que propiciam apenas magia branca, digamos assim. De forma que não adianta a ninguém tentar fazer outro tipo de magia usando estes sinais. Os sinais negativos, os chamados ocultos, não podem ser revelados. Breve consideração teosófica (falaremos mais sobre o assunto em outro capítulo) Entendimento inicial do ponto ( • ) • (ponto) • Deus Natureza Ativo Passiva Ser Reflexo Energia absoluta A divisão Unidade Reflexo da Unidade
  • 3. Elementos básicos de identificação dos pontos riscados (Oriundos dos desenvolvimentos das linhas, eles são três) - Flecha: identifica a vibração - forma da entidade. - Raiz: identifica a origem (a linha, uma das sete, a que pertence a entidade). - Chave: identifica o elemento que a entidade manipula. Sinais positivos que identificam cada ponto (são 7) (os negativos são ocultos) 1 - Flecha ou vibração forma (identifica a forma como a entidade se apresenta): A Flecha, que é baseada na linha, que por sua vez é formada de pontos, representa o equilíbrio e a dualidade sendo, portanto, a vibração original ou reflexo da escrita divina. Sempre orientada para o alto, para o céu, em louvor e respeito às divindades que a ensinaram aos homens. No movimento da síntese da umbanda existem três manifestações formas: - caboclo - preto velho - criança
  • 4. 2 - Raiz ou linha (uma das 7) na qual a entidade trabalha: - Oxalá - Ogum - Oxossi - Xango - Yemanjá - Yori - Yorimá 3 - Chave (identifica o grau hierárquico da entidade): - Guia - Protetor Obs. E também se é chefe de legião, chefe de falange ou de sub falange. 4 - Planeta regente (planetas sagrados) e signo zodiacal: - Sol - Lua - Marte - Vênus - Júpiter - Saturno - Mercúrio 5 - Cor fluídica 6 - Elemento que manipula, tattwa*, corrente cósmica e metal correspondente. * Falaremos mais disso em momento oportuno.
  • 5. 7 - Entidades que comanda: - Naturais - Artificiais Sinais grafados 1. Flecha ou vibração – forma da entidade: Caboclo Preto Velho Criança 2. Raiz ou linha da entidade: (o sinal grafado na flecha) . . . Oxalá Ogum Oxossi Xangô Yemanjá Yori Yorimá
  • 6. 3. (Chave) Grau hierárquico: 1°-Guias 2°-Protetores Obs. Ambos grafam o sinal do lado esquerdo da flecha 3°-Chefe de legião: grafa acima da flecha o sinal de sua vibração original. Na alta magia esse sinal tem grande poder e comanda um número infindável de entidades. Oxalá Imanência de Deus Ogum Fogo da salvação Oxossi Ação envolvente Xangô Equilíbrio Yemanjá Eterno feminino da natureza Yori . Relação com a Lei Yorimá A Lei em ação 4° - Chefes de falange e sub falange: grafam o mesmo sinal abaixo da flecha.
  • 7. Exemplo até aqui: Entidade da linha de Xangô. Plano de guia. No grau de chefe de legião. 4. Planetas e signos zodiacais: Planetas sagrados Signos zodiacais Orixás Sol Leão - Oxalá (2107a 2008) Júpiter Peixes - Sagitário - Xango (2102a 2003 e 2111a 2012) Marte Áries - Escorpião - m Ogum (2103a 2004 e 2110a 2011) Vênus Libra - Touro - Oxossi (2104a 2005 e 2109a 2010)
  • 8. Mercúrio Gêmeos - Virgem - m Yori (2105a 2006 e 2108a 2009) Lua Câncer - Yemanjá (2106a 2007) Saturno Capricórnio - Aquário - Yorimá (2101a 2002 e 2112a 2001) Exemplo até aqui: . . . Caboclo da linha de Oxalá Plano de guia No Grau de chefe de Legião Planeta Sol Signo leão
  • 9. 5. Cor Fluídica: O triangulo da forma fluídico plasmado no astral pelos orixás é violeta (que é cor da umbanda*) e tem as seguintes representações para as diversas linhas: Caboclos: Azul (Oxossi) Amarelo (Yemanjá) Obs- As cores de Ogum (vermelho) e Xangô (verde) não estão Branco (Oxalá) representadas no triangulo da forma (ver explicações anteriores) Pretos velhos: Anil (Yorimá) Crianças: Alaranjado (Yori) Obs: As cores são conseqüência dos sons. São vibrações. Obs: A cor da umbanda esotérica é a do 7°raio, o da Magia (dirigido pelo C. Saint Germain, para se contrapor à magia negra, através de seu mediador que é o arcanjo Ariel). Obs. A grafia das cores é dada apenas pela cor da pemba usada para riscar o ponto. * A cor da umbanda está mudando. Falaremos disso em capítulo posterior. 6. Elementos que manipula: Podem ser grafados de duas maneiras. As formas mais comuns estão marcadas com um *. * * * * Ar Água Terra Fogo ou os 4 elementos * (Sinais dos elementos básicos da natureza)
  • 10. Considerações teosóficas* sobre os 4 elementos A inscrição na cruz de Cristo – INRI – na verdade não significa “Jesus Nazareno Rei dos Judeus”,e sim, o seguinte: I: Iammin (água) N: Nour (fogo) R:Ruach (ar) I: Iabashad (terra) * Haverá neste curso uma aula de elementos básicos da teosofia na umbanda. 7. Entidades que comanda: Estes sinais são grafados abaixo da flecha, à esquerda. 7. - Chave das entidades naturais. - Chave das entidades elementares (egrégoras, artificiais).
  • 11. Outros sinais grafados (mais raramente, pois são somente para entidades de alta hierarquia) - Chave de abertura da alta magia (acima da flecha à direita) - Sinal da magia branca (acima da flecha à esquerda). Grafado junto com o sinal dos 4 elementos. - Triangulo da força cósmica (acima da flecha à direita). Atua modificando correntes cósmicas, produzindo modificações na matéria. Ex. abertura para limpeza - Sinal do Pi* (3,1416). Grafado bem em cima da flecha. Grafado pelos orixás menores. Entidade trabalha com todas as leis da umbanda. Quando encarnado era mago da luz divina. * (falaremos sobre isso em outro capítulo) - Mago branco (grafado à direita da flecha). Pode vir com um ou mais sinais de + , o que significa ser um Caçador de Feiticeiros. Exemplo: + + +
  • 12. Observações O médium precisa controlar seu desejo de colocar no ponto todos os sinais ou desejar que “sua” entidade tenha uma alta hierarquia, pois isso nada significa no plano espiritual. O que importa é o trabalho na caridade, independente de tudo o mais. Naturalmente é preciso também compreender que não há como uma entidade de alta hierarquia se manifestar por um médium que não tenha na vida um comportamento condizente com a ascendência moral da mesma (semelhantes se atraem, diz o ditado). Que ninguém espere ser na vida uma pessoa raivosa, rancorosa ou ranzinza, ou quem sabe melindrosa, insatisfeita ou vaidosa, ou ainda egoísta, gananciosa ou arrogante, não tolerar ser contrariado, beber ou fumar, ser de fácil irritabilidade ou ainda ter uma vida sexual desregrada ou “casos” fora do casamento e ainda assim achar que vai receber uma entidade de grande luz, porque não vai mesmo. Podemos até riscar pontos que impressionem as pessoas, mas não podemos enganar o plano espiritual e desta forma nenhuma magia será mobilizada por ele, na medida que toda magia é mental (o ponto é um instrumento de concentração do médium). Mostramos abaixo o ponto riscado do Caboclo Tabajara (conheça sua história no livro Terra dos Ay-Mhorés – a ser lançado em 2007 – uma continuação da Terra das Araras Vermelhas), entidade que se manifesta na FGC. Foi o sumo sacerdote nas terras altas. É preciso lembrar que existe apenas um caboclo Tabajara com estas características. Como já falamos em outro capítulo deste curso, a entidade que se manifesta num determinado centro não é a mesma que se manifesta em outro. Isto quer dizer que muitas entidades podem até se apresentar com esse nome, o que não significa ser a mesma.
  • 13. Caboclo Tabajara
  • 14. Explicações adicionais Como pode ser observado as entidades podem ser “cruzadas” com outras linhas. O caboclo Tabajara que se apresenta na FGC é da linha de Oxalá, cruzado com a linha de Oxossi. Observar que ao longo da Flecha ele grafa tanto a Raiz de Oxalá (a linha original) quanto a de Oxossi (linha com a qual é cruzado). Ser cruzado significa que trabalha nas duas vibrações. Naturalmente uma entidade dessa hierarquia pode trabalhar em qualquer linha, mas originalmente trabalha nas duas. Ele poderia também ter grafado as duas Flechas com as duas Raízes, uma cruzando sobre a outra, como mostraremos a seguir no ponto do Caboclo Anhanguera, outra entidade manifestada na FGC (sua história está nos livros Terra das Araras Vermelhas e Baratzil – de R. Feraudy). Anhanguera é uma das entidades que participou do Projeto Terras do Sul, que sob a tutela do Caboclo das 7 Encruzilhadas trouxe a umbanda para o Brasil. Trata-se de uma entidade que trabalha na linha de Oxossi cruzado com a linha de Xangô. No canto inferior do ponto pode-se observar um sinal diferente: um circulo pequeno com as duas flechas correspondentes às linhas que trabalha. Esse sinal particular ajuda a identificar a entidade. É como se fosse uma assinatura. De fato todo ponto identifica uma determinada entidade. Qualquer pessoa que domine seu entendimento poderia dizer qual entidade está realmente manifestada.
  • 15. Caboclo Anhanguera
  • 16. Outras informações As entidades podem ainda ser “ligadas” com outras linhas. Estar “ligado” com outra linha significa que a entidade trabalha, eventualmente, junto com a outra linha, dependendo da necessidade do trabalho. A Flecha da linha não original à qual a entidade está ligada. É grafada ao lado da original, em tamanho menor. Mostraremos o ponto riscado pelo Caboclo Cachoeirinha, entidade também manifestada na FGC (na verdade trata-se de um corpo de ilusão* de outra entidade). Pode ser notado que ao lado das Flechas de sua vibração original, que é Oxossi, a entidade grafa, por cima, em tamanho menor, a Flecha com a Raiz de Xangô, que é a linha com a qual trabalha eventualmente. É possível notar que o Caboclo Cachoeirinha, entidade manifestada na FGC (corpo de ilusão do Caboclo Anhanguera, cujo ponto está grafado abaixo) grafa duas Flechas de Oxossi. Esta é apenas outra forma de se identificar. Poderia grafar três, por exemplo, ou ainda grafar uma virada para a direita, como deve ser originalmente quando a entidade grafa apenas uma Flecha, e outra para a esquerda. * Nunca é demais lembrar que cada médium recebe duas, no máximo três entidades (as demais geralmente são corpos de ilusão das demais). Isto no caso da entidade atuar no nível de Guia (Protetores apresentam apenas um corpo de ilusão). O Caboclo das 7 Encruzilhadas, por exemplo, o fundador da umbanda, manifestado exclusivamente no médium Roger Feraudy durante muitos anos (ver detalhes na 2a. aula – História da umbanda), apresentava-se com vários corpos de ilusão, como Caboclo Anhangá (na vibração de Xangô), por exemplo, ou ainda como Simeon, o mago, entre outros, dependendo da necessidade da tarefa a ser realizada. Nos colocamos à disposição dos alunos para avaliar eventuais pontos riscados de suas entidades, que devem ser enviados escaneados no e-mail do curso, com as devidas explicações. Pontos sem as explicações técnicas não poderão ser avaliados. Adiantamos também que não podemos grafar pontos pelos médiuns. Só corrigiremos erros técnicos.
  • 17. Caboclo Cachoeirinha
  • 18. Para completar apresentamos um ponto de preto velho. Não daremos explicações como forma de convidar os alunos a pensar e estudar; esperamos que tentem compreender sua grafia e nos colocamos à disposição para eventuais dúvidas. Preto velho Abi-Kubebe

Related Documents