POR QUE DEVEMOS
COMPARTILHAR?
CENÁRIO DE MUDANÇAS
sec.18 ERA
AGRICULTURA
sec.19 ERA
INDUSTRIAL
sec.20 ERA
INFORMAÇÃO
sec.21 ERA
COLABORAÇÃO
Capital mais...
A ERA QUE VIVEMOS
compartilhar para aprender
Como resolvo os problemas?
Faço isso sozinho ou
compartilho com alguém?
Qual ...
Novos modelos de aprendizagem
Universidade de Haaga, a primeira do mundo
sem alunos, professores ou sala de aula
- profess...
A ERA QUE VIVEMOS
aprender para inovar
Nosso cérebro funciona em rede,
seres humanos se relacionam em
rede, por que não ge...
Alex Atala
Em uma entrevista do Alex Atala na Revista Época em 2013, o reporter
pergunta:
“Você não se preocupa em guardar...
Em um mundo altamente conectado,
a empresa isolada corre o risco de
ficar para trás
Há milhares de pessoas
compartilhando ...
O que esta nova forma de fazer
provoca?
● Maior comprometimento em torno desta causa
● Redução dos tempos e custos para re...
ISSO É COCRIAÇÃO!
DNA da coCREATTO!
Gestão de grupos multidisciplinares
- resgate do propósito do grupo ou da empresa
- aumento do engajamen...
Luciana Kimi
Designer de Negócios
Facilitadora de Processos
Master em Engenharia e Inovação
11-9 9480.7604
luciana@cocreat...
of 11

Por que devemos compartilhar?

Workshop "Inovar para crescer" em Sebrae - São José dos Campos
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Business      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Por que devemos compartilhar?

  • 1. POR QUE DEVEMOS COMPARTILHAR?
  • 2. CENÁRIO DE MUDANÇAS sec.18 ERA AGRICULTURA sec.19 ERA INDUSTRIAL sec.20 ERA INFORMAÇÃO sec.21 ERA COLABORAÇÃO Capital mais importante é a terra Capital são as máquinas e fábricas Produtos massificados Mente, informação e tecnologia… O conhecimento é o grande valor Criativos e empáticos. Interação entre conteúdo e sujeito MUDANCAS RÁPIDAS!
  • 3. A ERA QUE VIVEMOS compartilhar para aprender Como resolvo os problemas? Faço isso sozinho ou compartilho com alguém? Qual estratégia em andamento? Qual o meu propósito? Por que me levanto todos os dias? TELEFONE, INTERNET, EMAIL, GOOGLE, FACEBOOK, LINKEDIN!!!! Telefone com tudo isso, TV, Tablets!!! Como eu posso aprender nos dias de hoje? Como está a minha agenda? Meu tempo é tomado por 'coisas' diversas?
  • 4. Novos modelos de aprendizagem Universidade de Haaga, a primeira do mundo sem alunos, professores ou sala de aula - professor também aprende aqui, e então ninguém é autoridade do saber O que o mercado busca? É ter jogo de cintura, ter iniciativa e criatividade para projetos, mostrar que consegue fazer com poucos recursos. - o trabalho em equipe, as habilidades de relacionamento profissional, o poder de negociação e de comunicação e a "manha" de tirar mais proveito das coisas como principais demandas do mercado. - a sala dos professores foi abolida, não só porque a universidade entende que não tem professores, mas também porque os educadores devem ser acessíveis - todos os espaços de aprendizado têm ao menos uma parede de vidro. A ideia é mostrar não só que lá estão aprendizes articulando pensamentos e compartilhando ideias, mas também quem está envolvido no tema. É uma questão de transparência!
  • 5. A ERA QUE VIVEMOS aprender para inovar Nosso cérebro funciona em rede, seres humanos se relacionam em rede, por que não gerarmos solução em rede? Não conseguimos criar mais nada sozinhos! No mesmo instante que tenho uma ideia, centenas de outras pessoas estão tendo a mesma ideia!
  • 6. Alex Atala Em uma entrevista do Alex Atala na Revista Época em 2013, o reporter pergunta: “Você não se preocupa em guardar conhecimento? Alex Atala - O advento da internet destruiu isso. Antigamente, o chef escondia o seu segredo para conseguir atrair as pessoas até ele. Hoje, o chef divulga para reivindicar autoria. E autoria traz os clientes. Nada mais legítimo do que conhecimento público.” Em uma era de incertezas, a abertura para o imponderável se torna umas das chaves para o sucesso, mas para suportá-lo devemos manter o nosso aprender em constante evolução, o aprender não está mais no passado – deve ser construído, formado ao longo da vida e entendida como um processo permanente.
  • 7. Em um mundo altamente conectado, a empresa isolada corre o risco de ficar para trás Há milhares de pessoas compartilhando e aprendendo de forma colaborativa A velocidade atingida por estas mudanças é exponencial A ERA QUE VIVEMOS inovar para crescer
  • 8. O que esta nova forma de fazer provoca? ● Maior comprometimento em torno desta causa ● Redução dos tempos e custos para resolução de problemas ● Mais assertividade ● União dos recursos individuais para resolver uma questão comum ● Maior respeito ao outro ● Resgate do propósito do grupo ● Responsabilização e Engajamento
  • 9. ISSO É COCRIAÇÃO!
  • 10. DNA da coCREATTO! Gestão de grupos multidisciplinares - resgate do propósito do grupo ou da empresa - aumento do engajamento - aumento do comprometimento - aumento da produtividade Foco: - planejar - definição de prioridades de acordo com os recursos existentes - melhoria de processos, redução de perdas - desenvolver novos produtos e serviços Bases do trabalho: - cocriação - facilitação de grupos - fluxos de conversação - IDM - Design thinking - Design processos
  • 11. Luciana Kimi Designer de Negócios Facilitadora de Processos Master em Engenharia e Inovação 11-9 9480.7604 luciana@cocreatto.com.br http://br.linkedin.com/in/lucianakimi/ Ana Caner Design Estratégico Facilitadora de Inovação Phd Neurociências 11-9 8259-8959 ana@cocreatto.com.br http://br.linkedin.com/pub/ana- caner/4a/5ab/a65 Quem somos? NOSSA MISSÃO “Ajudar a desobstruir os fluxos que impedem o crescimento da pequena e média empresa.”

Related Documents