Ponto prévio ao grupo de reflexão eSkills
Mercado Único Digital Europeu: transformações
económicas, competências e emprega...
Definição prévia e breve
• Qualificações (skills): “coisas” que a
pessoa consegue fazer, resultado do
treino ou da sua cap...
A visão dos EUA (Institute for the Future, 2011)
http://www.iftf.org/futureworkskills/ lmbg@ufp.edu.pt, 2015
Competências digitais para o Séc XXI
lmbg@ufp.edu.pt, 2015
Mapping Digital Competence: Towards a Conceptual Understanding ...
O conceito e-skills
• O termo engloba um leque alargado de capacidades (conhecimento,
qualificações e competências) e tem ...
3 categorias distintas de e-qualificações
(e-skills)
• Prática profissional de desenvolvimento de TIC (IT practitioner ski...
EU e-Skills for Jobs 2014 campaign
• Recomendações
• Promover a adoção dos perfis de emprego em TIC e o quadro
de competên...
Dados da Comissão Europeia de 2014
• EU digital agenda scoreboard
• 47% dos europeus possuem baixas ou
nenhumas competênci...
Horizon Report Europe: 2014 Schools Edition
https://ec.europa.eu/jrc/sites/default/files/2014-nmc-horizon-report-eu-en_onl...
EU – eSkills agenda (grand coalition for digital jobs)
https://ec.europa.eu/epale/en/blog/reality-eskills-agenda lmbg@ufp....
lmbg@ufp.edu.pt, 2015
Lidar com pessoas e informação requer
qualificações
of 12

Ponto prévio ao grupo de reflexão eSkills

Ponto prévio ao grupo de reflexão eSkills Mercado Único Digital Europeu: transformações económicas, competências e empregabilidade.
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Education      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Ponto prévio ao grupo de reflexão eSkills

  • 1. Ponto prévio ao grupo de reflexão eSkills Mercado Único Digital Europeu: transformações económicas, competências e empregabilidade Luís Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt Fórum da Arrábida: Repensar o futuro da Sociedade da Informação, APDSI. 14ª edição – Convento da Arrábida. 16 de Outubro de 2015
  • 2. Definição prévia e breve • Qualificações (skills): “coisas” que a pessoa consegue fazer, resultado do treino ou da sua capacidade natural • “Envolve o uso crítico e com confiança das TIC, para o trabalho, a aprendizagem e o auto desenvolvimento e participação na sociedade (CE, 2006)” • Nota: competência digital DIFERENTE da utilização de ferramentas TIC Conhecimento Qualificações (skills) Atitudes competência lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 3. A visão dos EUA (Institute for the Future, 2011) http://www.iftf.org/futureworkskills/ lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 4. Competências digitais para o Séc XXI lmbg@ufp.edu.pt, 2015 Mapping Digital Competence: Towards a Conceptual Understanding http://ftp.jrc.es/EURdoc/JRC67075_TN.pdf
  • 5. O conceito e-skills • O termo engloba um leque alargado de capacidades (conhecimento, qualificações e competências) e tem repercussões nas dimensões económica e social, do nosso mundo • A forma como os indivíduos interagem com as TIC varia consideravelmente, dependendo • da organização do trabalho • do contexto do empregador • do ambiente familiar e pessoal • do seu perfil académico e de habilitações • da experiência resultante do seu percurso profissional e de vida lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 6. 3 categorias distintas de e-qualificações (e-skills) • Prática profissional de desenvolvimento de TIC (IT practitioner skills): • Engloba a pesquisa, o desenvolvimento e conceção, a gestão, a produção, a consultoria, o marketing e vendas, a integração, a instalação e administração, a manutenção e o suporte de serviços TIC • Prática na óptica do utilizador (IT user skills): • Engloba a capacidade de aplicação efetiva de sistemas e dispositivos TIC pelo individuo. Recurso a ferramentas TIC para suportar o seu próprio trabalho que é, na maioria dos casos não associado com as TIC. Estas habilidades cobrem a utilização de ferramentas TIC genéricas, bem como o uso de ferramentas mais especializadas • Prática de negócio associado com as TIC (IT business skills): • Engloba a exploração do potencial das TIC, como é o caso da Internet, de modo a permitir desempenhos mais eficientes e eficazes ou a exploração de novas formas de condução do negócio e os processos de uma organização ou mesmo a criação de novos negócios de base digital lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 7. EU e-Skills for Jobs 2014 campaign • Recomendações • Promover a adoção dos perfis de emprego em TIC e o quadro de competências digitais (e-CF – e-Competence framework) • Melhorar a educação em TIC para profissionais não relacionados com TIC • Desenvolver as relações entre indústria e instituições de educação • Melhorar as relações entre os executivos e as funções de TIC, nas empresas • Promover as TIC e as suas oportunidades de carreira para os jovens • Forçar o estabelecimento de grupos de trabalho para desenvolver e-lideranças • Desenvolver e regular a profissão de TIC http://eskills4jobs.ec.europa.eu/c/document_library/get_file?uuid=ace0176a-9950-47a0-ab3d-b94d3015f8f3&groupId=2293353 lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 8. Dados da Comissão Europeia de 2014 • EU digital agenda scoreboard • 47% dos europeus possuem baixas ou nenhumas competências digitais • 23% dos europeus NÃO POSSUEM qualquer tipo de competência digital • E-skills for jobs in Europe: Measuring progress and moving ahead report • Faltam 700 000 profissionais nas áreas de TIC na europa em 2015 • Faltará 1 milhão em 2020… lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 9. Horizon Report Europe: 2014 Schools Edition https://ec.europa.eu/jrc/sites/default/files/2014-nmc-horizon-report-eu-en_online.pdf lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 10. EU – eSkills agenda (grand coalition for digital jobs) https://ec.europa.eu/epale/en/blog/reality-eskills-agenda lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 11. lmbg@ufp.edu.pt, 2015
  • 12. Lidar com pessoas e informação requer qualificações