Entre Deus, óleo e sangue
Na Terra dos Aiatolás
Antecedentes
O Xá Mohammad Reza Pahlavi estava no poder desde
1941, com uma curta interrupção em 1953 quando teve
que aban...
Revolução Iraniana
A impopularidade do regime dos xás, o que obrigou o governo
a promover a revolução branca, pressionado ...
Khomeini retornou da França em 01/fev/1979 convidado
pela revolução que prosseguia e rapidamente afastou os
elementos mais...
Contendo o Aiatolá
Guerra Irã-Iraque
1980-1988
Conflito militar entre Irã e Iraque (1980 e
1988), resultado de disputas políticas e
territoriais entre ambos os países;
O...
O Iraque também estava interessado
na desestabilização do governo islâmico
de Teerã e na anexação do Cuzistão, a
província...
Quem ganhou?
Em 1990, o Iraque aceitou o acordo de Argel de
1975, que estabelecia fronteira com o Irã. Não
houve ganhos e ...
Nas montanhas de Kandahar...
Conflito entre tropas soviéticas, que
apoiavam
o
governo
marxista
do
Afeganistão,
e
insurgentes
mujahidin
afegãos, que pro...
E a economia mundial...
• Retaliação
Iraniana
• 1979
Superprodução Mundial
• Opep
• 1973
Revolução Fundamentalista do Irã
Guerra do Yon Kippur...
E na Síria...
Conflito interno em andamento na Síria,
que começou como uma série de grandes
protestos populares em 26 de janeiro de
2011...
IRÃ: o "padrinho" xiita do regime de Assad
potência regional e aliado da Rússia, o Irã, cujo convite à
conferência Genebra...
http://twitter.com/PREUNI
http://twitter.com/PREUNI
http://twitter.com/PREUNI
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO
of 50

PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO

Powerpoint da aula ministrada neste domingo, 09/março, com o Prof Odair Feitosa, Prof Rafael Souza e Prof Marcelo Dores
Published on: Mar 4, 2016
Published in: Education      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - PREUNI_AULA_EXTRA_ORIENTEMEDIO

  • 1. Entre Deus, óleo e sangue
  • 2. Na Terra dos Aiatolás
  • 3. Antecedentes O Xá Mohammad Reza Pahlavi estava no poder desde 1941, com uma curta interrupção em 1953 quando teve que abandonar o país. Retornou no mesmo ano ao depor o governo democraticamente eleito de Mohammad Mosaddeq, com a ajuda de uma operação da CIA, batizada de Operação Ajax. Pahlavi manteve boas relações com os Estados Unidos, porém conflitou com as visões tradicionais do alcorão, o jogo e as relações sexuais antes do casamento, as quais se recusou a banir. O regime era conhecido por sua corrupção política e práticas brutais, as quais, como resposta, suscitavam inúmeros protestos.
  • 4. Revolução Iraniana A impopularidade do regime dos xás, o que obrigou o governo a promover a revolução branca, pressionado pelas potências ocidentais; A cultura ocidental estava penetrando no Irã na mesma proporção da opressão do regime político. Os problemas do regime (a pobreza e inflação elevadas), resultado das ações do xá Reza Pahlevi, foram objetos de programa econômico do governo, porém sem sucesso. O crescimento da rivalidade islâmica que se opôs a ocidentalização do Irã e viu na figura de Sayyid Ruhollah Musavi Khomeini um promotor da Revolução. A subestimação do movimento islâmico de Khomeini pelo xá que pensavam que eles seriam uma ameaça menor - e pelas medidas antissecularistas de Pahlevi - que pensavam que os pró-Khomeini poderiam ser menosprezados.
  • 5. Khomeini retornou da França em 01/fev/1979 convidado pela revolução que prosseguia e rapidamente afastou os elementos mais moderados, criando uma república islâmica onde se tornou o líder supremo. Muitos dos costumes ocidentais (vestuário, maquiagem, música, jogos, cinema etc.) foram proibidos pelo novo regime que considerava que corrompiam a juventude iraniana. Foram reintroduzidos os castigos corporais para quem violasse os preceitos da sharia (sexo fora do casamento, adultério, consumo de álcool etc.) e a pena de morte foi aplicada não só nos defensores do xá (sobretudo ministros e militares do anterior regime), como também em prostitutas, homossexuais, marxistas e membros de outras igrejas.
  • 6. Contendo o Aiatolá
  • 7. Guerra Irã-Iraque 1980-1988
  • 8. Conflito militar entre Irã e Iraque (1980 e 1988), resultado de disputas políticas e territoriais entre ambos os países; Os Estados Unidos, cujo presidente era Ronald Reagan, apoiavam o Iraque; Em 1980, o presidente Saddam Hussein, do Iraque, revogou um acordo de 1975 que cedia ao Irã cerca de 518 quilômetros quadrados de uma área de fronteira ao norte do canal de Shatt-al-Arab em troca da garantia de que o Irã cessaria a assistência militar à minoria curda no Iraque que lutava por independência;
  • 9. O Iraque também estava interessado na desestabilização do governo islâmico de Teerã e na anexação do Cuzistão, a província iraniana mais rica em petróleo. Segundo os iraquianos, o Irã infiltrou agentes no Iraque para derrubar o regime de Saddam Hussein. Além disso, fez intensa campanha de propaganda e violou diversas vezes o espaço terrestre, marítimo e aéreo iraquiano. Ambos os lados foram vítimas de ataques aéreos a cidades e a poços de petróleo.
  • 10. Quem ganhou? Em 1990, o Iraque aceitou o acordo de Argel de 1975, que estabelecia fronteira com o Irã. Não houve ganhos e as perdas foram estimadas em cerca de 1,5 milhão de vidas. A guerra destruiu os dois países e diminuiu o ímpeto revolucionário no Irã. Em 1989, o Aiatolá Khomeini morreu e o governo iraniano passou a adotar posições mais moderadas. Em Setembro de 1990, enquanto o Iraque se preocupava com a invasão do Kuwait, ambos os países restabeleceram relações diplomáticas.
  • 11. Nas montanhas de Kandahar...
  • 12. Conflito entre tropas soviéticas, que apoiavam o governo marxista do Afeganistão, e insurgentes mujahidin afegãos, que procuravam derrubar o regime comunista no país. No contexto da Guerra Fria, a União Soviética apoiou o governo, enquanto que os rebeldes receberam apoio dos Estados Unidos, do Paquistão e de outros países muçulmanos. O conflito coincidiu no tempo com a Revolução Iraniana (1979) e a Guerra IrãIraque (1980-1988).
  • 13. E a economia mundial...
  • 14. • Retaliação Iraniana • 1979 Superprodução Mundial • Opep • 1973 Revolução Fundamentalista do Irã Guerra do Yon Kippur Crises do Petróleo • Racionamento via Opep • 1985
  • 15. E na Síria...
  • 16. Conflito interno em andamento na Síria, que começou como uma série de grandes protestos populares em 26 de janeiro de 2011 e progrediu para uma violenta revolta armada em 15 de março de 2011, influenciados por outros protestos simultâneos no mundo árabe. As manifestações populares por mudanças no governo foram descritas como "sem precedentes". A oposição alega estar lutando para destituir o presidente Bashar al-Assad do poder para posteriormente instalar uma nova liderança mais democrática no país.
  • 17. IRÃ: o "padrinho" xiita do regime de Assad potência regional e aliado da Rússia, o Irã, cujo convite à conferência Genebra II provocou a ira da oposição, é o padrinho do regime sírio. Irã e Síria são a pedra fundamental do arco xiita no Oriente Médio. A família Assad (o pai Hafez e o filho Bashar) permitiu ao Irã ter influência no Líbano, onde a milícia xiita Hezbollah é sua principal aliada. Os combatentes do Hezbollah apoiam o exército sírio nos combates contra os rebeldes. O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, advertiu antes da Conferência de Genebra que os que tentam excluir da mesma o Irã, convidado e que posteriormente teve seu convite retirado, lamentarão.
  • 18. http://twitter.com/PREUNI http://twitter.com/PREUNI http://twitter.com/PREUNI