Portugal tem a mais baixa taxa de natalidade da U.E. Trabalho elaborado por Luísa e Sandra ( 11º Ano 34º Turma – Esc. Sec...
A natalidade continua a baixar, situando-se agora em 1,36 crianças por mulher em idade fértil. Mas as cidades também não e...
       Os portugueses, tal como acontece nos outros países europeus, têm vindo a retardar a natalidade e a diminuir o núm...
Esta situação apresenta-se preocupante pois irá seguramente contribuir no futuro para situações de instabilidade ao nível ...
of 4

Natalidade em Portugal

Published on: Mar 3, 2016
Published in: Technology      Business      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Natalidade em Portugal

  • 1. Portugal tem a mais baixa taxa de natalidade da U.E. Trabalho elaborado por Luísa e Sandra ( 11º Ano 34º Turma – Esc. Sec. Jaime Moniz )
  • 2. A natalidade continua a baixar, situando-se agora em 1,36 crianças por mulher em idade fértil. Mas as cidades também não estão feitas a pensar nos menores e os pais não são apoiados, denunciam os peritos. A boa notícia é que a taxa de mortalidade infantil têm vindo a diminuir, sendo de 3,5 óbitos por mil nados-vivos. Números que se recordam a propósito do Dia Universal da Criança, amanhã, que celebra os 18 anos da Convenção dos Direitos da Criança.
  • 3.        Os portugueses, tal como acontece nos outros países europeus, têm vindo a retardar a natalidade e a diminuir o número de filhos. A taxa de natalidade passou de 28% em 1935 para 10% em 2006. Ou seja, praticamente três vezes menos, o que significa que não está a ser feita a renovação de gerações, o que só é possível com 2,1 crianças por mulher.   - Diário de Notícias, Edição de 19 de Novembro de 2007
  • 4. Esta situação apresenta-se preocupante pois irá seguramente contribuir no futuro para situações de instabilidade ao nível do sistema de segurança social, isto em virtude de passar haver cada vez menos pessoas no activo a descontar e mais reformados. Urge pois inverter este cenário, concedendo por exemplo regalias aos jovens casais para que tenham mais filhos. Neste sentido é de aplaudir a iniciativa recente do governo ao aumentar os benefícios fiscais dos agregados mais numerosos.

Related Documents