DIRETRIZES GERAIS PARA
POLÍ TICAS HABITACIONAIS
EM CAMPI
CONSCIENCIOLÓGICOS EM
FOZ DO IGUAÇU
1. A moradia em campus
conscienciológico deve ser realizada de
maneira a harmonizar as necessidades
do morador com as nece...
2. Além do vínculo contratual ou
financeiro, deve prevalecer o vínculo
consciencial na relação do morador com
a Instituiçã...
3. Os critérios de habilitação do morador devem ser
objetivos, claros e previamente divulgados à CCCI,
incluindo dentre ou...
4. Cada Instituição Conscienciocêntrica
poderá adotar o modelo contratual que
melhor atenda as suas necessidades,
primando...
5. Cada Instituição Conscienciocêntrica
deverá elaborar uma Política
Habitacional que contemple as
presentes diretrizes e ...
6. As regras de moradia de um campus
conscienciológico não podem gerar
prejuízos de qualquer natureza aos
demais campus ou...
7. A Política Habitacional deve
considerar os aspectos diferenciados
das fases de instalação do campus e de
sua operação e...
8. Todo contrato de moradia deve
passar previamente por revisão do
CIAJUC – Conselho Internacional de
Assistência Jurídica...
9. A localização das áreas para
moradias no campus deve ser
determinada a partir de critérios
técnicos, urbanísticos e de ...
10. No caso de eventuais conflitos decorrentes
da relação de moradia, as partes buscarão
todos os meios possíveis e cabíve...
Política Habitacional - Cognópolis Foz
Política Habitacional - Cognópolis Foz
of 13

Política Habitacional - Cognópolis Foz

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Technology      Education      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Política Habitacional - Cognópolis Foz

  • 1. DIRETRIZES GERAIS PARA POLÍ TICAS HABITACIONAIS EM CAMPI CONSCIENCIOLÓGICOS EM FOZ DO IGUAÇU
  • 2. 1. A moradia em campus conscienciológico deve ser realizada de maneira a harmonizar as necessidades do morador com as necessidades da Instituição Conscienciocêntrica.
  • 3. 2. Além do vínculo contratual ou financeiro, deve prevalecer o vínculo consciencial na relação do morador com a Instituição Conscienciocêntrica.
  • 4. 3. Os critérios de habilitação do morador devem ser objetivos, claros e previamente divulgados à CCCI, incluindo dentre outros: (i) a existência de vínculo de voluntariado e consciencial com alguma Instituição Conscienciocêntrica; (ii) estabilidade mínima nos diversos setores existenciais que não comprometam a convivência no campus, incluindo a análise do seu histórico; (iii) a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos; (iv) a convergência explícita entre os interesses da Instituição e do candidato.
  • 5. 4. Cada Instituição Conscienciocêntrica poderá adotar o modelo contratual que melhor atenda as suas necessidades, primando pela legalidade e pelo respeito aos direitos de terceiros.
  • 6. 5. Cada Instituição Conscienciocêntrica deverá elaborar uma Política Habitacional que contemple as presentes diretrizes e também estabaleça as regras de moradia, devendo ser de fácil acesso prévio a qualquer interessado.
  • 7. 6. As regras de moradia de um campus conscienciológico não podem gerar prejuízos de qualquer natureza aos demais campus ou a Cognópolis, devendo levar em consideração esses aspectos quando de sua criação ou atualização.
  • 8. 7. A Política Habitacional deve considerar os aspectos diferenciados das fases de instalação do campus e de sua operação e estabilização, prevendo os possíveis impactos jurídicos, financeiros e administrativos decorrentes dos vínculos estabelecidos com os moradores para períodos futuros.
  • 9. 8. Todo contrato de moradia deve passar previamente por revisão do CIAJUC – Conselho Internacional de Assistência Jurídica da Conscienciologia e ou atender as diretrizes jurídicas específicas editadas por este Conselho..
  • 10. 9. A localização das áreas para moradias no campus deve ser determinada a partir de critérios técnicos, urbanísticos e de gestão, considerando a expansão da Cognópolis de Foz do Iguaçu e respeitando integralmente as regras previstas em seu Plano Diretor.
  • 11. 10. No caso de eventuais conflitos decorrentes da relação de moradia, as partes buscarão todos os meios possíveis e cabíveis para solução amigável das controvérsias, cabendo o uso de advertências por escrito e aplicação de multas nos termos do Regulamento do Campus e da sua Política Habitacional, recomendando-se a utilização de instrumentos de solução de conflitos existentes na Cognópolis Foz do Iguaçu, buscando-se a manutenção dos objetivos que justificaram o contrato e a convergência cosmoética de interesses.