NA MARGEM DO RIO
PIEDRA...
NA MARGEM DO RIO PIEDRA...
Eu me sentei e chorei.
Conta a lenda que tudo que cai nas
águas deste rio: as folhas, os
insetos, as penas das aves, se
transforma nas pedras do ...
Ah, quem dera eu pudesse arrancar o
coração do meu peito e atirá-lo na
correnteza, e então não haveria mais
dor, nem sauda...
Às margens do rio Piedra eu me
sentei e chorei.
O frio do inverno fez com que eu
sentisse as lágrimas em meu
rosto, e elas se misturaram com as
águas geladas que correm d...
Em algum lugar este rio se junta
com outro, depois com outro, até
que - distante dos meus olhos e
do meu coração - todas e...
Que as minhas lágrimas corram
assim para bem longe, para que
meu amor nunca saiba que um dia
chorei por ele.
Que minhas lágrimas corram para
bem longe, e então eu me
esquecerei do rio Piedra, do
mosteiro, da igreja nos Pirineus,
da...
Eu esquecerei as estradas, as
montanhas, e os campos de meus
sonhos - sonhos que eram meus, e
que eu não conhecia.
TEXTO: PAULO COELHO
IMAGEM: GOOGLE
MÚSICA: EDITH PIAF – HINE
A LA MOUR
FORMATAÇÃO: MLB (MALU)
19/04/2009
of 11

Na margen do rio piedra

slides
Published on: Mar 5, 2016
Published in: Internet      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Na margen do rio piedra

  • 1. NA MARGEM DO RIO PIEDRA...
  • 2. NA MARGEM DO RIO PIEDRA... Eu me sentei e chorei.
  • 3. Conta a lenda que tudo que cai nas águas deste rio: as folhas, os insetos, as penas das aves, se transforma nas pedras do seu leito.
  • 4. Ah, quem dera eu pudesse arrancar o coração do meu peito e atirá-lo na correnteza, e então não haveria mais dor, nem saudade, nem lembranças.
  • 5. Às margens do rio Piedra eu me sentei e chorei.
  • 6. O frio do inverno fez com que eu sentisse as lágrimas em meu rosto, e elas se misturaram com as águas geladas que correm diante de mim.
  • 7. Em algum lugar este rio se junta com outro, depois com outro, até que - distante dos meus olhos e do meu coração - todas estas águas se misturam com o mar.
  • 8. Que as minhas lágrimas corram assim para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um dia chorei por ele.
  • 9. Que minhas lágrimas corram para bem longe, e então eu me esquecerei do rio Piedra, do mosteiro, da igreja nos Pirineus, da bruma, dos caminhos que percorremos juntos.
  • 10. Eu esquecerei as estradas, as montanhas, e os campos de meus sonhos - sonhos que eram meus, e que eu não conhecia.
  • 11. TEXTO: PAULO COELHO IMAGEM: GOOGLE MÚSICA: EDITH PIAF – HINE A LA MOUR FORMATAÇÃO: MLB (MALU) 19/04/2009

Related Documents