Divisão Econômica
Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento
Tel: (21) 3804 9200 ramais...
Divisão Econômica
Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento
Tel: (21) 3804 9200 ramais...
Divisão Econômica
Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento
Tel: (21) 3804 9200 ramais...
of 3

Previsão Natal CNC

Previsão Natal CNC Temporários
Published on: Mar 4, 2016
Published in: News & Politics      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Previsão Natal CNC

  • 1. Divisão Econômica Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento Tel: (21) 3804 9200 ramais 451/277. E-mail: ascom@cnc.com.br 1 CNC REDUZ PROJEÇÕES DE VENDAS E EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE FINAL DE ANO Expectativa de crescimento menor das vendas leva entidade a revisar para baixo a previsão do número de vagas temporárias voltadas para as vendas de final de ano. Segmentos de hiper e supermercados e de vestuário deverão responder por 63% do volume de vendas e 65% dos postos a serem criados. Salário médio de admissão poderá chegar a R$ 1.143. A demanda sazonal por emprego no comércio varejista deverá levar o setor a oferecer 138,4 mil vagas de final de ano em 2014, número que corresponde a uma expansão de 0,7% em relação às vagas temporárias criadas para o Natal do ano passado, segundo a CNC. Essa estimativa é menor que a expansão de 0,8% projetada anteriormente. De acordo com os dados mais recentes do Caged, o comércio varejista acumula um saldo negativo de 4,2 mil postos de trabalho de janeiro a setembro deste ano e de +155,2 mil postos nos últimos 12 meses. Assim como no ano passado, caberá ao emprego temporário de final de ano a reversão do déficit de vagas em 2014. A temporada de contratação compreende os meses de setembro, outubro e principalmente novembro, mês que costuma concentrar 65% das contratações temporárias de final de ano. O Natal é a principal data comemorativa do varejo e deverá movimentar R$ 31,7 bilhões em vendas neste ano – 2,6% a mais que no Natal do ano passado, em termos reais. A previsão anterior da CNC era de um avanço de 3,0% sobre o Natal de 2013, ano em que as vendas natalinas cresceram 5,1%. Os maiores aumentos de vendas deverão ocorrer nos segmentos de farmácias e perfumarias (+8,6%) e artigos de usos pessoal e doméstico, como eletrônicos, brinquedos e material esportivo (+7,0%). Em termos absolutos, os ramos de vestuário (R$ 10,5 bilhões) e de hiper e supermercados (R$ 9,5 bilhões) deverão responder por 63% das vendas de final de ano. Com previsão de criação de 66,2 mil vagas, o ramo de vestuário e calçados deverá oferecer quase a metade (47,8% do total) das vagas voltadas para o final de ano no varejo. Dentre os dez segmentos do varejo, o ramo de vestuário e calçados é, historicamente, o mais impactado pelas vendas natalinas. Em dezembro, o faturamento do setor costuma crescer 90% em relação ao mês anterior, devido ao fator sazonal. Na média, o volume de vendas do comércio varejista costuma crescer 35% no último mês do ano. Em relação à mesma data comemorativa de 2013, no entanto, o crescimento real das vendas de vestuário deverá ser modesto (+1,0%), e o salário médio de admissão deverá ser de aproximadamente R$ 993. O segmento de hiper e supermercados, maior empregador do comércio varejista, deverá responder por 17,2% (23,8 mil postos) das vagas temporárias a serem criadas. A expectativa é que as vendas de final de ano nesse segmento subam 2,7% e que o salário médio nesse ramo do comércio atinja R$ 995.
  • 2. Divisão Econômica Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento Tel: (21) 3804 9200 ramais 451/277. E-mail: ascom@cnc.com.br 2 O maior salário de admissão deverá ser pago no ramo de farmácias e perfumarias (R$1.143). Contudo, esse segmento deverá oferecer apenas 3,4% do total de vagas. A remuneração média no varejo deverá ser de R$ 1.043 – 3,1% maior, em termos reais, que aquela paga no mesmo período do ano passado (R$ 951). A previsão anterior era de um ganho real de 1,4%, e foi elevada em função da revisão para cima da expectativa de vendas no ramo de farmácias e perfumarias. Cerca de 22,8 mil (17,3% do total) trabalhadores temporários contratados neste final de ano deverão ser efetivados nos meses seguintes ao Natal – percentual menor que a média dos últimos cinco anos, de 20,3%. O menor grau de absorção de temporários pode ser explicado, principalmente, pela expectativa de crescimento moderado das vendas nos próximos meses.
  • 3. Divisão Econômica Para mais informações, entrar em contato com Celso Chagas/Marcos Nascimento Tel: (21) 3804 9200 ramais 451/277. E-mail: ascom@cnc.com.br 3 Vendas e Emprego Temporário no Natal (var. % sobre o mesmo período do ano anterior) +5,0% +7,2% +4,6% +3,2% +3,2% +0,7% +6,9% +9,5% +7,6% +8,1% +5,1% +2,6% 2009 2010 2011 2012 2013 2014* Trabalhadores Temporários Vendas de Natal *previsões CNC Volume de Vendas no Natal 2014 (participação % de cada ramo) Emprego Temporário para o Natal 2014 (participação % de cada ramo) 29,8% 33,1% 14,2% 3,6% 14,3% 5,1% 17,2% 47,8% 8,1% 3,4% 17,0% 6,5% *Combustíveis e lubrificantes; Informática e comunicação; e Livrarias e papelarias Fonte: CNC

Related Documents