C1 Araçatuba, quinta-feira, 5 de maio de 2011 ...
of 1

Ponto de leitura

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Technology      Travel      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Ponto de leitura

  • 1. C1 Araçatuba, quinta-feira, 5 de maio de 2011 Espetáculo Pianista e artista plástica apresentam hoje, em Birigui, um espetáculo musical e vi- sual que mostra a obra do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. A apresentação será no teatro do Sesi, com entrada franca. C3 Paulo Gonçalves/Folha da Região - 04/05/2011 INCENTIVO À LEITURA Projeto “Pontos de Leitura” ganha novos espaços, na praça João Pessoa e pronto- socorro do bairro São João; ideia é distribuir exemplares para que as pessoas criem o hábito de ler Araçatuba Ontem, o pronto-socorro A autônoma Aliete Olivei- colocar a mente para funcio- trutura, uma geladeira com Talita Rustichelli municipal localizado no bairro ra Cruz, 49 anos, ficou conten- nar e incentiva as pessoas que porta de vidro e sem motor. A vida@folhadaregiao.com.br São João ganhou um Ponto de te ao saber do projeto e ficou Não é estão ali em um momento estrutura foi chumbada no lo- Leitura. "Não é necessário fa- estimulada a fazer doações. En- ocioso a lerem". cal no dia 28 de abril e os li- necessárioN a maioria das vezes a zer nenhum cadastro, tanto pa- quanto aguardava uma amiga Na semana passada, outro vros começaram a ser doados literatura precisa ir ra utilizar quanto para doar. ser medicada no pronto-socor- se cadastrar novo ponto foi instalado na e disponibilizados a partir do até o público para fis- Quem quiser doar, basta deixar ro, pegou um livro e embar- Praça João Pessoa, em parceria dia 29.gá-lo definitivamente. Projetos o material na estrutura que es- cou na leitura. "Eu não conhe- para participar com uma comerciante apaixo-para proporcionar o acesso à tá identificada com uma placa", cia o projeto e era inesperado do projeto nada pela leitura, Madalena SONHOleitura têm sido popularizados explica o secretário de cultura, encontrar livros disponíveis Carlini, 69, e com a empresa Madalena, que procurouno mundo todo, como o Hélio Consolaro. aqui. É ótimo porque ajuda a Chade & Cia, que cedeu a es- a Secretaria de Cultura paraBookCrossing (em português, propor uma parceria e foi res-cruzamento de livros), que sur- ponsável pela mobilização degiu nos Estados Unidos e che-gou a outros países, inclusiveao Brasil. A ideia deste projeto, por Único compromisso é passar o livro alguns dos doadores, conta que tem neste projeto a realiza- ção de um sonho antigo. "Mi- nha vontade é ver as pessoasexemplo, é distribuir livros embancos de praças e outros lo-cais, para que as pessoas pos- adiante ou deixar em lugar público lendo, aproximá-las do mundo da leitura. Adoro ler e creio que quem se aproxima real-sam levar, ler e depois colocar Diferente do projeto araça- controu. A inscrição no site é O projeto teve início em mente desse universo fica fasci-de volta em circulação nas tubense Pontos de Leitura, o gratuita. 2009 no Rio de Janeiro, sob nado", afirma.ruas, a fim de que outros pos- BookCrossing não se limita a Derivado do BookCros- Em Brasília, coordenação do Instituto Ciclos Segundo Consolaro, a ci-sam fazer o mesmo. ação de "libertar" livros na rua. sing, no Brasil foi implantando comerciante do Brasil, e se expandiu para dade possui outros três pontos Em Araçatuba, para forta- Os livros são registrados no site o Livro de Rua (www.livroderua.com.br), outras cidades, como São Pau- de leitura: um no pronto-socor-lecer o hábito da leitura, a Se- (no Brasil, /www.bookcrossing.com.br) e re- cuja proposta é circular os li- instalou lo, onde chegou neste mês de ro municipal do bairro Santa-cretaria de Cultura do municí-pio implantou o projeto "Pon- cebem um número de identifica- ção, o que permite uma forma vros também em áreas carentes e ainda instalar as "bibliotecas biblioteca abril, Belo Horizonte e Brasília. Em Brasília, há também o na, um na Prefeitura (sala de espera da Secretaria da Fazen-tos de Leitura". Em lugares es- de rastreamento. da liberdade" nesses locais. em seu açougue projeto Parada Cultural, a partir da) e outro na recepção da Se-tratégicos da cidade, são dispo- Depois, o doador avisa Assim como o projeto da iniciativa de um comercian- cretaria de Cultura. "A ideia énibilizados gratuitamente li- quando e em que parte da cida- araçatubense "Pontos de Leitu- te, que instalou inicialmente expandir ainda mais o projeto,vros, revistas, jornais e afins, de irá deixar o livro. O objeti- ra", qualquer pessoa pode le- os exemplares. Porém, o úni- uma pequena biblioteca em seu levando-o a outros bairros dapara que a população possa ler, vo é que alguém o recolha e, var quantos livros quiser, sem co compromisso é passar o li- açougue. Outras minibibliotecas cidade. Interessados em apoiarlevá-los, trocá-los ou devolvê- através do número de identifi- necessidade de fazer cadastro vro adiante ou deixar em lu- estão disponíveis em pontos de com doações de livros ou estru-los, sem necessidade de nenhu- cação, registre no site que o en- e sem a obrigação de devolver gar público. ônibus da cidade.BN turas podem procurar a Secre-ma burocracia. taria", diz.

Related Documents