POLÍMEROS
PROPRIEDADES FÍSICAS E
PROCESSOS DE FABRICAÇÃO
Sílvio Aparecido Verdério Júnior
E-mail: silviover_jr@yahoo.com.b...
APLICAÇÕES E
PROPRIEDADES
FÍSICAS
APLICAÇÕES
PP
PS
EPS
PVC
PEBD
PEAD
PET
Nylon® ou Poliamida
ACRÍLICO®
ou PMMA
PC
TEFLON ou PTFE
Poliuretano
Baquelite
Silicones
Policloropreno (CR) ou
NEOPRENE
PRINCIPAIS TERMOPLÁSTICOS CONSUMIDOS NO BRASIL
RETICULADOS DE BRAVAIS
(SÓLIDOS CRISTALINOS)
PROPRIEDADES FÍSICAS
RETICULADOS DE BRAVAIS
(SÓLIDOS CRISTALINOS)
CRISTALINIDADE
TRANSIÇÃO DE FASES
TRANSIÇÃO DE FASES
COMPORTAMENTO TÉRMICO
OBS.: Material semicristalino sofre maior contração ao ser resfriado, uma vez que ocorre
o “empacot...
SOLUBILIZAÇÃO
As Moléculas do SOLVENTE entram nos
retículos
maiores,
INCHANDO
O
POLÍMERO, mas não dissolvendo-o, uma
vez ...
COMPORTAMENTO
TÉRMICO
(FUSIBILIDADE)
VULCANIZAÇÃO
COMPORTAMENTO
MECÂNICO
PLÁSTICOS FLEXÍVEIS: PEAD, PEBD, PP, etc.
PLÁSTICOS RÍGIDOS: PS, PMMA (Acrílico), PC, PET, PA (Poli...
ELASTÔMERO: Poucas ligações cruzadas, DEFORMAÇÃO ELÁSTICA.
PLÁSTICO FLEXÍVEL: Sem ligações cruzadas, DEFORMAÇÃO PLÁSTICA....
RECICLAGEM DE PLÁSTICOS
(ABNT NBR 13.230)
RECICLAGEM DE RESÍDUOS PLÁSTICOS POR TIPO DE RESINA
TESTE DE CHAMA
TESTE DE CHAMA
RECICLAGEM QUÍMICA
RECICLAGEM MECÂNICA
INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
(RECICLAGEM ENERGÉTICA)
INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
(RECICLAGEM ENERGÉTICA)
INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
(RECICLAGEM ENERGÉTICA)
PROCESSOS DE
FABRICAÇÃO
LESKO, J., Design Industrial: Materiais e Processos de Fabricação, 2004.
LESKO, J., Design Industrial: Materiais e Processos de Fabricação, 2004.
PROCESSOS PRODUTIVOS UTILIZADOS NA
PRODUÇÃO/TRANSFORMAÇÃO DE PLÁSTICOS
INJEÇÃO DE PLÁSTICOS
CICLO DE INJEÇÃO
CICLO DE INJEÇÃO
ANÁLISE MECÂNICA
DADOS
FORÇA DE FECHAMENTO
EXTRUSÃO DE PLÁSTICOS
EXTRUSÃO DE TUBOS E PERFIS
EXTRUSÃO DE FILME TUBULAR
EXTRUSÃO TUBULAR ASCENDENTE - Filmes de PEAD e PEBD.
EXTRUSÃO TUBULAR DESCENDENTE - Filmes de PP e com refrigeração a água.
EXTRUSÃO DE FILME PLANO
EXTRUSÃO PLANA – Obtenção de filmes bastante finos e com ótima uniformidade de
espessura. Adequad...
EXTRUSÃO DE FILMES BIORIENTADOS
MOLDAGEM POR SOPRO
NÚCLEO EXTRUDADO
NÚCLEO EXTRUDADO
NÚCLEO EXTRUDADO
NÚCLEO INJETADO
NÚCLEO INJETADO
ROTOMOLDAGEM
TERMOFORMAÇÃO A VÁCUO
MOLDAGEM POR
COMPRESSÃO
MOLDAGEM DE TERMOFIXOS
MOLDAGEM POR
COMPRESSÃO
MATRIZ ou MOLDE
PEÇA
MOLDAGEM POR TRANSFERÊNCIA
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)
of 83

Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Education      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Polímeros (Aplicações, propriedades e processos de fabricação)

  • 1. POLÍMEROS PROPRIEDADES FÍSICAS E PROCESSOS DE FABRICAÇÃO Sílvio Aparecido Verdério Júnior E-mail: silviover_jr@yahoo.com.br Disciplina: Materiais e Processos de Fabricação Curso: Design do Produto
  • 2. APLICAÇÕES E PROPRIEDADES FÍSICAS
  • 3. APLICAÇÕES
  • 4. PP PS EPS PVC PEBD PEAD
  • 5. PET Nylon® ou Poliamida ACRÍLICO® ou PMMA PC TEFLON ou PTFE
  • 6. Poliuretano Baquelite Silicones Policloropreno (CR) ou NEOPRENE
  • 7. PRINCIPAIS TERMOPLÁSTICOS CONSUMIDOS NO BRASIL
  • 8. RETICULADOS DE BRAVAIS (SÓLIDOS CRISTALINOS) PROPRIEDADES FÍSICAS
  • 9. RETICULADOS DE BRAVAIS (SÓLIDOS CRISTALINOS)
  • 10. CRISTALINIDADE
  • 11. TRANSIÇÃO DE FASES
  • 12. TRANSIÇÃO DE FASES
  • 13. COMPORTAMENTO TÉRMICO OBS.: Material semicristalino sofre maior contração ao ser resfriado, uma vez que ocorre o “empacotamento” das regiões cristalinas.
  • 14. SOLUBILIZAÇÃO As Moléculas do SOLVENTE entram nos retículos maiores, INCHANDO O POLÍMERO, mas não dissolvendo-o, uma vez que as cadeias estão presas pelas ligações cruzadas. As moléculas do SOLVENTE afastam as cadeias, enfraquecendo as ligações intermoleculares, o que determina o ESCOAMENTO.
  • 15. COMPORTAMENTO TÉRMICO (FUSIBILIDADE)
  • 16. VULCANIZAÇÃO
  • 17. COMPORTAMENTO MECÂNICO PLÁSTICOS FLEXÍVEIS: PEAD, PEBD, PP, etc. PLÁSTICOS RÍGIDOS: PS, PMMA (Acrílico), PC, PET, PA (Poliamida), POM, PVC rígido, etc. ELASTÔMEROS: Borracha Natural, neoprene, polibutadieno, NBR, SBR, etc. FIBRAS: PA, PAN, kevlar, fibra de carbono, etc.
  • 18. ELASTÔMERO: Poucas ligações cruzadas, DEFORMAÇÃO ELÁSTICA. PLÁSTICO FLEXÍVEL: Sem ligações cruzadas, DEFORMAÇÃO PLÁSTICA. PLÁSTICO RÍGIDO: Muitas ligações cruzadas, POUCA DEFORMAÇÃO.
  • 19. RECICLAGEM DE PLÁSTICOS (ABNT NBR 13.230)
  • 20. RECICLAGEM DE RESÍDUOS PLÁSTICOS POR TIPO DE RESINA
  • 21. TESTE DE CHAMA
  • 22. TESTE DE CHAMA
  • 23. RECICLAGEM QUÍMICA RECICLAGEM MECÂNICA
  • 24. INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (RECICLAGEM ENERGÉTICA)
  • 25. INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (RECICLAGEM ENERGÉTICA)
  • 26. INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (RECICLAGEM ENERGÉTICA)
  • 27. PROCESSOS DE FABRICAÇÃO
  • 28. LESKO, J., Design Industrial: Materiais e Processos de Fabricação, 2004.
  • 29. LESKO, J., Design Industrial: Materiais e Processos de Fabricação, 2004.
  • 30. PROCESSOS PRODUTIVOS UTILIZADOS NA PRODUÇÃO/TRANSFORMAÇÃO DE PLÁSTICOS
  • 31. INJEÇÃO DE PLÁSTICOS
  • 32. CICLO DE INJEÇÃO
  • 33. CICLO DE INJEÇÃO
  • 34. ANÁLISE MECÂNICA DADOS FORÇA DE FECHAMENTO
  • 35. EXTRUSÃO DE PLÁSTICOS
  • 36. EXTRUSÃO DE TUBOS E PERFIS
  • 37. EXTRUSÃO DE FILME TUBULAR EXTRUSÃO TUBULAR ASCENDENTE - Filmes de PEAD e PEBD.
  • 38. EXTRUSÃO TUBULAR DESCENDENTE - Filmes de PP e com refrigeração a água.
  • 39. EXTRUSÃO DE FILME PLANO EXTRUSÃO PLANA – Obtenção de filmes bastante finos e com ótima uniformidade de espessura. Adequada também para galpões com pouco espaço vertical.
  • 40. EXTRUSÃO DE FILMES BIORIENTADOS
  • 41. MOLDAGEM POR SOPRO
  • 42. NÚCLEO EXTRUDADO
  • 43. NÚCLEO EXTRUDADO
  • 44. NÚCLEO EXTRUDADO
  • 45. NÚCLEO INJETADO
  • 46. NÚCLEO INJETADO
  • 47. ROTOMOLDAGEM
  • 48. TERMOFORMAÇÃO A VÁCUO
  • 49. MOLDAGEM POR COMPRESSÃO MOLDAGEM DE TERMOFIXOS
  • 50. MOLDAGEM POR COMPRESSÃO
  • 51. MATRIZ ou MOLDE PEÇA
  • 52. MOLDAGEM POR TRANSFERÊNCIA