Contatos:
Tele Nordeste Celular Participações S.A.
Walmir Urbano Kesseli
55.81.3216.2591
Fabíola ...
estas desconexões por inadimplência, as adições líquidas consolidadas acumuladas no ano de
2001 totalizaram 298.124....
Para o quarto trimestre de 2001, a Tele Nordeste Celular reportou EBITDA1 e EBIT2
consolidados de R$92,6 milhões ...
Receitas Operacionais Líquidas (em R$000)
230
220
...
Lucro Bruto (em R$000)
140
120
100
...
Despesas Operacionais Líquidas (em R$000)
120
100
...
A data de pagamento dos dividendos será definida na Assembléia Geral Ordinária prevista para
a primeira quinzena de ...
Investimentos
A Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras têm como referencial de excelência o
contí...
Em dezembro de 2001, a Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras contavam com
1.367 colaboradores entre fun...
Dados Históricos Selecionados Consolidados
4º Tri/01 3...
Balanços Patrimoniais
Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000
(Em milhares de Reais)
...
Balanços Patrimoniais
Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000
(Em milhares de Reais)
...
Demonstrações do Resultado
Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000
(Em milhares de Reais)
...
Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido
Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000
(Em milhar...
Demonstrações das Origens e Aplicações de Recursos
Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000
(Em milhares de Reais)...
of 15

Press Release 4 T01 Tele Nordeste Celular

Published on: Mar 4, 2016
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Press Release 4 T01 Tele Nordeste Celular

  • 1. Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br Leonardo Wanderley 55.81.3216.2813 leonardo.wanderley@timnordeste.com.br TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO 2001 Recife, 01 de Março de 2002 – Tele Nordeste Celular Participações S.A. (NYSE: TND, BOVESPA: TNEP3, TNEP4) (“Tele Nordeste Celular” ou “a Companhia”), a holding que controla as companhias operadoras de serviços de telecomunicação celular na Banda A nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, sob a marca TIM, anunciou hoje os resultados do quarto trimestre e do ano 2001. • Crescimento no ano de 16,3% na base de clientes, ano sobre ano, atingindo 1.757mil; • 65% de market share ao final de dezembro de 2001 – mantido desde julho de 2000; • Margem EBITDA de 40,9% em 2001, atingindo R$337,7 milhões, representando um crescimento de 26,2%, ano sobre ano; • Redução de 66,9% nas despesas com inadimplência, ano sobre ano, representando 3,1% das receitas operacionais brutas. Destaques Operacionais As atividades comerciais do quarto trimestre de 2001 resultaram na adição bruta consolidada de 149.616 clientes, dos quais 119.306, ou 79,7%, foram pré-pagos. As adições brutas consolidadas acumuladas no ano de 2001 totalizaram 545.076, das quais 407.723, ou 74,8%, foram pré-pagos. As adições líquidas consolidadas durante o quarto trimestre de 2001 foram de 76.635, todas no sistema pré-pago, em função da desconexão, de 14.001 clientes por inadimplência. Excluindo estas desconexões por inadimplência, as adições líquidas consolidadas no quarto trimestre de 2001 totalizaram 90.636. As adições líquidas consolidadas acumuladas no ano de 2001 totalizaram 246.660, todas no sistema pré-pago, em função da desconexão de 51.464 clientes por inadimplência. Estas desconexões tiveram como objetivo limpar a base de clientes, de forma a reduzir ao máximo os índices de inadimplência. Excluindo www.timnordeste.com.br 1
  • 2. estas desconexões por inadimplência, as adições líquidas consolidadas acumuladas no ano de 2001 totalizaram 298.124. A Companhia atingiu 1.757.660 clientes em 31 de dezembro de 2001, dos quais 785.455 (44,7%) eram clientes pós-pagos e 972.205 (55,3%) eram clientes pré-pagos. O market share no final do quarto trimestre de 2001 foi estimado em 65%. Como resultado da intensificação da atividade de arrecadação e da adoção de procedimentos de cobrança mais rígidos e de forma intensiva, os níveis de inadimplência têm apresentado sinais de recuperação ao longo do ano de 2001. No quarto trimestre de 2001 a inadimplência foi da ordem de 2,2% da receita operacional bruta, contra 1,3% no terceiro trimestre de 2001 e 8,3% no quarto trimestre de 2000. A administração considera natural o discreto crescimento da inadimplência no quarto trimestre de 2001, porém entende que a inadimplência vem sendo rigorosamente controlada e acompanhada mês a mês. A redução quando comparada com o quarto trimestre de 2000 comprova a eficiência da política adotada pelas companhias operadoras controladas pela Tele Nordeste Celular. Durante o ano de 2001, a inadimplência foi da ordem de R$32,8 milhões, ou 3,1% sobre a receita operacional bruta consolidada, representando uma redução de 66,2% quando comparada com o ano de 2000, (R$ 99,3 milhões, ou 9,2% sobre a receita operacional bruta consolidada em 2000). Durante o quarto trimestre de 2001, numa iniciativa de incrementar o tráfego no sistema pré- pago, houve dois lançamentos de novos produtos: o Timmy Quarteto (onde o cliente escolhe três números TIM (pré ou pós-pagos) dentro da área de atuação das companhias operadoras controladas pela Tele Nordeste Celular, ou dois números TIM e um número de telefone fixo, cadastra como Timmy Quarteto e paga uma tarifa super-reduzida) e o Timmy Ware (que é o novo modelo de aparelho celular pré-pago TIM – Nokia 3320/Gradiente Freedom, que vem com 50 reais em créditos, oferece aos clientes os serviços Tim Flash, e-message, Tim Wap e o Fala Galera - Caixa Postal que envia mensagens de voz para grupos de até oito pessoas, e ainda oferece o Timmy Quarteto e o Radare do Timmy Quarteto). A campanha promocional de Natal buscou atingir tanto o segmento pós-pago quanto o pré- pago através da oferta dos seguintes produtos: Kit Presente (Nokia 3320/Gradiente Freedom para os sistemas pré e pós-pagos com uma cesta de serviços de valor agregado gratuitos Durant um mês), Timmy Wave e Timmy Hits Pop Rock. SAC (não revisado) O custo de aquisição de clientes foi de R$156 no quarto trimestre de 2001, comparado com R$112 no terceiro trimestre de 2001 e R$80 no quarto trimestre de 2000. O custo de aquisição de clientes no ano de 2001 foi de R$128, comparado com R$127 em 2000. Destaques Financeiros O lucro líquido consolidado da Tele Nordeste Celular no quarto trimestre de 2001 foi de R$28,2 milhões, contra um lucro líquido consolidado de R$14,4 milhões no terceiro trimestre de 2001, resultando num lucro líquido consolidado no ano de 2001 de R$65,5 milhões, ou R$0,19 por lote de 1.000 ações, comparado com um lucro líquido consolidado de R$12,9 milhões no quarto trimestre de 2000 e um lucro líquido consolidado de R$26,7 milhões no ano de 2000. www.timnordeste.com.br 2
  • 3. Para o quarto trimestre de 2001, a Tele Nordeste Celular reportou EBITDA1 e EBIT2 consolidados de R$92,6 milhões e R$42,4 milhões, respectivamente, representando margem EBITDA de 41,8% e margem EBIT de 19,2% sobre as receitas operações líquidas, comparado com EBITDA de R$90 milhões e EBIT de R$43,5 milhões, representando margem EBITDA de 44,8% e margem EBIT de 21,7% sobre as receitas operacionais líquidas reportadas no terceiro trimestre de 2001, e, comparado com EBITDA de R$81,8 milhões e EBIT de R$39,9 milhões, representando margem EBITDA de 37,5% e margem EBIT de 18,3% sobre as receitas operacionais líquidas reportadas no quarto trimestre de 2000. No ano de 2001, o EBITDA e o EBIT foram de R$337,7 milhões e R$155,3 milhões, representando margem EBITDA e margem EBIT sobre as receitas operacionais líquidas de 40,9% e 18,8%, respectivamente, comparados com EBITDA de R$267,6 milhões e EBIT de R$129,6 milhões, representando margem EBITDA de 31,6% e margem EBIT de 15,3% sobre as receitas operacionais líquidas do ano de 2000. EBITDA (em R$000) 100 80 60 40 20 0 1º 2º 3º 4º 1º 2º 3º 4º Tri/00 Tri/00 Tri/00 Tri/00 Tri/01 Tri/01 Tri/01 Tri/01 As receitas operacionais líquidas consolidadas no quarto trimestre de 2001 atingiram R$221,4 milhões, contra R$200,8 milhões no terceiro trimestre de 2001, e R$218,3 milhões no quarto trimestre de 2000. No acumulado do ano, as receitas operacionais líquidas consolidadas totalizaram R$ 826,3 milhões, comparados com R$845,6 milhões no ano anterior. As receitas operacionais líquidas consolidadas no quarto trimestre de 2001 cresceram 10,3% quando comparadas com o terceiro trimestre de 2001. Este crescimento deve-se ao aumento de 8,1% nas receitas de serviços de telecomunicações, provocado pelo crescimento do tráfego no quarto trimestre, em função da sazonalidade característica da região, onde o fluxo turístico é bastante acentuado; além do extraordinário crescimento de 183,8% nas receitas oriundas das vendas de aparelhos, fruto das campanhas de final de ano. Quando comparadas com o quarto trimestre de 2000, as receitas operacionais líquidas cresceram 1,4%, sendo 2,5% nas receitas de serviços de telecomunicações. As receitas operacionais líquidas consolidadas no ano de 2001 reduziram 2,3% quando comparadas com o ano anterior. Esta redução ocorreu em função da decisão tomada pelas companhias controladas pela Tele Nordeste Celular de só fornecerem aparelhos celulares e acessórios para suas lojas próprias, o que provocou uma queda de 71,6% nas vendas de aparelhos e acessórios em relação ao ano anterior. Excluindo as vendas de aparelhos e acessórios, as receitas de serviço de telecomunicações cresceram 5% em relação ao ano anterior. 1 Lucro antes das despesas financeiras, dos impostos indiretos e da depreciação. 2 Lucro antes das despesas financeiras e dos impostos indiretos. www.timnordeste.com.br 3
  • 4. Receitas Operacionais Líquidas (em R$000) 230 220 210 200 190 1º 2º 3º 4º 1º 2º 3º 4º Tri/ 0 0 Tri/ 0 0 Tri/ 0 0 T r i/ 0 0 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 Tri/ 0 1 Tri/ 0 1 Dados Financeiros Selecionados (em milhares de Reais) 2001 2000 Acumulado do ano 4º Tri 3º Tri 4º Tri 2001 2000 Receitas Brutas - Utilização 122.525 106.171 115.971 439.197 490.475 - Assinatura mensal 47.753 49.387 39.942 183.669 170.305 - Interconexão 98.727 92.176 102.977 376.225 302.452 - Venda de aparelhos e acessórios 16.524 6.315 20.741 47.976 116.554 - Outros 2.913 1.022 362 7.486 952 Subtotal 288.442 255.066 279.993 1.054.553 1.080.738 - Impostos (67.009) (54.264) (61.713) (228.303) (235.118) Receitas Operacionais Líquidas 221.433 200.802 218.280 826.250 845.620 Custos das mercadorias e dos serviços - Depreciação e amortização (33.737) (32.748) (29.373) (127.660) (108.695) - Pessoal (2.272) (2.311) (1.535) (9.585) (8.014) - Materiais (128) (106) (122) (477) (547) - Aluguel de circuitos (6.196) (7.741) (9.508) (29.952) (34.066) - Aluguéis e seguros (2.902) (2.545) (2.445) (11.762) (9.922) - Aparelhos e acessórios (15.193) (8.497) (15.307) (47.323) (107.123) - Fistel (262) (263) (345) (949) (979) - Suporte e manutenção da planta (2.764) (1.536) (5.134) (7.785) (10.132) - Interconexão (31.968) (33.505) (22.445) (120.345) (94.641) - Outros (1.376) (1.341) (1.433) (6.451) (6.583) Subtotal (96.798) (90.593) (87.647) (362.289) (380.702) Lucro bruto 124.635 110.209 130.633 463.961 464.918 O lucro bruto consolidado do quarto trimestre de 2001 aumentou 13,1% quando comparado ao terceiro trimestre do mesmo ano. Este crescimento deve-se ao aumento na receita operacional líquida, da ordem de 10,3%, o que compensou o crescimento dos custos da ordem de 6,8%. Em relação ao quarto trimestre de 2000, houve uma queda de 4,6%. Esta queda deve-se ao crescimento de 42,4% nos custos de interconexão, provocado pelo aumento no tráfego, além de maiores custos de depreciação e amortização, e pessoal. No acumulado do ano de 2001 o lucro bruto consolidado reduziu 0,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. www.timnordeste.com.br 4
  • 5. Lucro Bruto (em R$000) 140 120 100 80 60 40 20 0 1º 2º 3º 4º 1º 2º 3º 4º T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 Dados Financeiros Selecionados (em milhares de Reais) 2001 2000 Acumulado do ano 4º Tri 3º Tri 4º Tri 2001 2000 Despesas Operacionais - Vendas 48.734 36.332 63.702 187.996 233.850 - Gerais e administrativas 23.395 24.638 24.876 95.986 87.892 - Outras despesas operacionais, líquidas 8.189 5.725 2.174 22.782 13.555 Subtotal 80.318 66.695 90.752 306.764 335.297 - Despesas financeiras líquidas das receitas e dos JSCP (632) 15.347 21.205 42.158 82.317 Total 79.686 82.042 111.957 348.922 417.614 As despesas operacionais líquidas consolidadas diminuíram 2,9% em relação ao terceiro trimestre de 2001, redução esta provocada pela expressiva queda nas receitas e despesas financeiras líquidas, que compensou o aumento de 34,1% das despesas de vendas principalmente marketing e comissões, em função das campanhas de final de ano. Com relação ao quarto trimestre de 2000, a redução foi da ordem de 28,8%, devido a menores despesas financeiras e de vendas, principalmente as despesas com devedores duvidosos, que compensaram o crescimento das outras despesas operacionais líquidas. No ano de 2001, as despesas operacionais consolidadas caíram 16,4% em relação ao mesmo período de 2000. Esta redução decorreu da queda significativa das despesas com devedores duvidosos e de menores despesas de vendas (marketing e comissionamento), que compensaram o crescimento das despesas gerais e administrativas e das outras despesas operacionais líquidas. As despesas consolidadas com devedores duvidosos no quarto trimestre de 2001 atingiram R$6,5 milhões, representando 2,2% das receitas brutas daquele trimestre, e apresentando um aumento de 91,3% (de R$3,4 milhões para R$6,5 milhões) quando comparadas com o terceiro trimestre de 2001, e uma redução de 72,3% quando comparadas com o quarto trimestre de 2000 (de R$23,4 milhões para R$6,5 milhões). No acumulado do ano 2000, as despesas consolidadas com devedores duvidosos atingiram R$32,8 milhões, representando 3,1% das receitas brutas, o que significa uma redução de 66,9%, quando comparadas com o ano anterior (de R$99,3 milhões para R$32,8 milhões). A administração acredita na manutenção dos baixos níveis de inadimplência ao longo de 2002. www.timnordeste.com.br 5
  • 6. Despesas Operacionais Líquidas (em R$000) 120 100 80 60 40 20 0 1º 2º 3º 4º 1º 2º 3º 4º T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 0 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 T ri/ 0 1 Ágio Em 30 de junho de 2000, a Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras completaram uma reestruturação que resultou na transferência do ágio pago na privatização, da Bitel Participações S.A., empresa controladora da Tele Nordeste Celular, para cada uma das companhias operadoras. Esta reestruturação visa o aproveitamento do benefício fiscal estimado em R$200 milhões ao longo de 8 anos, até 2008. O benefício fiscal gerado pela amortização do ágio será capitalizado pela Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras. A proposta de fusão das companhias operadoras está aguardando a aprovação da Anatel. Em 31 de dezembro de 2001, a amortização consolidada do ágio, líquida da reversão da provisão para integridade do patrimônio líquido, foi de R$25,2 milhões, dos quais R$6,3 milhões no quarto trimestre, gerando um benefício fiscal da ordem de R$23,2 milhões. Capitalização do Benefício Fiscal A Administração irá submeter a Assembléia Geral de Acionistas, proposta de aumento de capital da Tele Nordeste Celular e de suas companhias operadoras no valor correspondente aos respectivos benefícios fiscais gerados em cada uma das empresas. Capitalização de Lucros Acumulados Considerando que foi atingido o limite de reservas de lucros em relação ao capital social de que trata o art. 199 da Lei 6.404/76, a Administração irá submeter a Assembléia Geral de Acionistas, proposta de aumento de capital da Tele Nordeste Celular no valor de R$78,8 milhões, correspondente a parcela do saldo da conta de lucros acumulados. Dividendos e JSCP A Administração está propondo a distribuição de dividendos anuais equivalentes a 25% do lucro líquido ajustado, após dedução de 5% (R$3,3 milhões) para a reserva legal, o acréscimo de R$70 milhões transferidos da reserva de lucros a realizar e a dedução de R$14,8 milhões para a criação da reserva de dividendos a pagar. Esse valor representa dividendos totais de R$18,2 milhões, ou R$0,05 por lote de 1.000 ações, líquidos de imposto de renda, que serão pagos parte como juros sobre capital próprio em igualdade de condições entre as classes de ações conforme permitido pela legislação brasileira e parte como dividendos complementares. www.timnordeste.com.br 6
  • 7. A data de pagamento dos dividendos será definida na Assembléia Geral Ordinária prevista para a primeira quinzena de Abril de 2002. Reserva de dividendos a pagar A Administração está propondo a formação de reserva de dividendos a pagar, no montante de R$14,8 milhões, relativo a parte dos dividendos declarados com base no balanço encerrado em 31 de dezembro de 2001, tendo como objetivo assegurar o equilíbrio econômico e financeiro da Companhia, e ao mesmo tempo cumprir as necessidades de investimentos relevantes para o atendimento da demanda. Esses dividendos serão pagos no futuro para os acionistas detentores das ações na data da Assembléia Geral Ordinária que deliberar sobre a destinação do lucro líquido do presente exercício e a distribuição de dividendos. ARPU A receita média combinada por cliente, líquida de impostos (ARPU – average revenue per user) para o quarto trimestre de 2001 foi R$41,57 por mês, comparada com R$40 por mês no terceiro trimestre de 2001 e com R$47,07 por mês no quarto trimestre de 2000. Este acréscimo em relação ao terceiro trimestre de 2001, deve-se ao crescimento das receitas de serviços de telecomunicações. A redução em relação ao quarto trimestre de 2000; deve-se a ampliação da base de clientes pré-pagos. Em dezembro a planta era composta de 55,3% de clientes pré- pagos e 44,7% de clientes pós-pagos. O ARPU combinado acumulado de 2001 foi de R$41,20 comparado com R$46,45 no mesmo período do ano anterior. Em 2001 as companhias operadoras controladas pela Tele Nordeste Celular continuaram a realizar o procedimento de bloqueio de linhas, ele é parcial, e apenas receitas de tráfego entrante são geradas por esses clientes. Concorrência (não revisada) A Companhia estima que seu market share no final do quarto trimestre de 2001 era de aproximadamente 65% em termos de quantidade de acessos. A taxa de penetração na região no final de dezembro de 2001 foi estimada em 10,3%, comparada com a taxa de penetração no Brasil de aproximadamente 17% (28,7 milhões de linhas). Perfil da Dívida A dívida consolidada em 31 de dezembro de 2001, era de R$348,3 milhões, com R$39 milhões vencendo a curto prazo. Dos empréstimos em moeda estrangeira no montante total de R$139,7 milhões, todos foram inteiramente convertidos em reais e seus custos pré-fixados, de acordo com a política adotada pelo seu acionista controlador de evitar riscos de exposição a variação cambial e a taxa de juros flutuantes. A dívida líquida consolidada em 31 de dezembro de 2001 era da ordem de R$176 milhões, representando uma redução de 50,3%, quando comparada com o ano anterior. www.timnordeste.com.br 7
  • 8. Investimentos A Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras têm como referencial de excelência o contínuo desenvolvimento tecnológico e o aperfeiçoamento da qualidade no atendimento ao cliente. O programa de investimentos para o ano 2001 foi totalmente concluído, atingindo o montante de R$132 milhões. Os investimentos foram destinados a expansão, digitalização e otmização da rede, além de inclui melhorias dos sistemas de informação da Companhia, novos serviços e facilidades de acesso à Internet. Em 31 de dezembro a Companhia contava com 895 estações rádio base – ERB’s, sendo 10 móveis e atendia 307 municípios, correspondendo a uma cobertura de 75% da população. A digitalização da planta era da ordem de 75,2%, ou seja, 75,2% dos canais de voz eram digitais, com 94% dos clientes utilizando aparelhos celulares digitais. Recursos Humanos O grande diferencial do novo milênio será o investimento nas pessoas. É, portanto, com grande satisfação que a Administração da Tele Nordeste Celular e de suas companhias controladas reconhecem o alto grau de qualificação de seus colaboradores, reconhecimento este, compartilhado pelo seu público interno e pelo mercado onde atua. Principais realizações durante o ano de 2001: a) o ganho de produtividade (demonstrado no gráfico a seguir); b) o crescimento da capacitação dos colaboradores, apresentando uma média de 140 horas de treinamento por colaborador (acima da média Brasil); c) a implantação de programas de “ginástica na empresa” e “conservação vocal” nos Call Centers do Recife e Fortaleza; d) a implantação do programa de controle médico de saúde ocupacional e de qualidade de vida; e) a remodulagem da intranet, ampliando os canais de comunicação com os colaboradores, contribuindo para uma identidade comum e o fortalecimento de uma cultura corporativa. Evolução da Produtividade (clientes por colaborador) 1.400 1.200 1.000 800 600 400 200 - 1998 1999 2000 2001 www.timnordeste.com.br 8
  • 9. Em dezembro de 2001, a Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras contavam com 1.367 colaboradores entre funcionários e terceiros. Anexos: - Dados históricos selecionados consolidados - Cálculo do EBITDA consolidado - Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 O presente comunicado contém previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões não constituem fatos ocorridos no passado e refletem apenas expectativas dos administradores da companhia. Os termos “antecipa”, “acredita”, “estima”, ”espera”, “prevê”, “pretende”, “planeja”, “projeta”, ”objetiva”, bem como outros termos similares, visam identificar tais previsões as quais evidentemente envolvem riscos ou incertezas previstas ou não pela companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da companhia podem diferir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas posições aqui realizadas. Estas previsões emitem a opinião unicamente na data em que são feitas e a companhia não se obriga a atualizá-las à luz de novas informações ou de seus desdobramentos futuros. www.timnordeste.com.br 9
  • 10. Dados Históricos Selecionados Consolidados 4º Tri/01 3º Tri/01 2ºTri/01 1ºTri/01 4ºTri/00 Clientes - Total 1.757.660 1.681.025 1.624.834 1.556.619 1.511.000 Adições líquidas 76.635 56.191 68.215 45.619 28.327 Market share (%) 65 65 65 66 65 Market share marginal (%) 61 58 55 77 100 Crescimento sobre o mesmo período do ano anterior (%) 16,32 13,4 15,1 18,5 27,0 População estimada da região (em milhões) 27,2 27,2 27,0 26,3 26,3 Penetração (%) - Tele Nordeste 6,6 6,4 6,2 5,9 5,7 - Total 10,3 9,8 9,5 9,0 8,7 Municípios cobertos 307 307 307 307 307 MOU total 132,6 130 132 136 166 Churn Total (%) 4,2 4,1 4,3 5,8 8,2 ARPU (R$) - Total 41,20 40,00 41,42 41,83 47,07 SAC - Custo de aquisição de clientes (R$) 156 112 143 100 80 Taxa de digitalização (%) - Planta 75 75 74 74 74 - Clientes 94 93 92 90 87 Cobertura - População 75 75 75 75 75 - Área geográfica 29 29 29 29 29 Empregados (próprios e contratados) 1.367 1.448 1.570 1.648 1.628 Cálculo do EBITDA Consolidado (em milhares de Reais) 4º Tri/01 3º Tri/01 2ºTri/01 1ºTri/01 2001 Receita operacional líquida 221.433 200.802 201.755 202.260 826.250 Lucro operacional 34.067 28.167 22.097 19.826 104.157 Depreciação 42.014 40.242 37.118 35.993 155.367 Amortização do ágio 6.297 6.293 6.294 6.297 25.181 Receitas financeiras (11.682) (8.120) (8.385) (4.501) (32.688) Despesas financeiras 21.933 23.467 18.714 21.615 85.729 EBITDA 92.629 90.049 75.838 79.230 337.746 % EBITDA 41,8 44,8 37,6 39,2 40,9 4º Tri/00 3º Tri/00 2ºTri/00 1ºTri/00 2000 Receita operacional líquida 218.280 202.070 210.757 214.513 845.620 Lucro operacional 9.269 2.004 (1.009) 26.406 36.670 Depreciação 35.597 33.517 29.681 26.094 124.889 Amortização do ágio 6.295 5.053 1.767 - 13.115 Receitas financeiras (7.099) (1.256) (468) (4.028) (12.851) Despesas financeiras 37.712 20.259 22.826 25.006 105.803 EBITDA 81.774 59.577 52.797 73.478 267.626 % EBITDA 37,5 29,5 25,1 34,3 31,6 www.timnordeste.com.br 10
  • 11. Balanços Patrimoniais Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 31.12.2001 31.12.2000 (*) 31.12.2001 31.12.2000 (*) Ativo Circulante Disponibilidades 664 567 172.266 53.075 Contas a Receber - - 155.398 192.902 Estoques 48 28 6.147 18.289 Impostos e contribuições a recuperar 2.578 3.394 29.339 28.939 Imposto de rede e contribuição social diferidos 584 1.080 41.943 42.039 Dividendos e juros sobre o capital próprio 18.235 8.619 - - Outros ativos 844 1.242 2.186 13.793 22.953 14.930 407.279 349.037 Realizável a longo prazo Imposto de rede e contribuição social diferidos 3.218 - 146.415 166.863 Créditos com empresas ligadas 3.343 18.679 - - Outros ativos 25 - 10.782 3.037 6.586 18.679 157.197 169.900 Permanente Investimentos 627.142 561.769 13.712 - Imobilizado 4.293 5.096 687.747 718.578 Diferido - - - 1.738 631.435 566.865 701.459 720.316 660.974 600.474 1.265.935 1.239.253 (*) Reclassificado www.timnordeste.com.br 11
  • 12. Balanços Patrimoniais Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 31.12.2001 31.12.2000 31.12.2001 31.12.2000 (*) Passivo Circulante Fornecedores 425 787 77.445 86.039 Empréstimos e financiamentos - - 30.441 49.268 Debêntures - - 8.589 7.573 Impostos e contribuições 481 962 33.636 21.745 Salários e férias a pagar 2.593 1.358 6.739 5.534 Contas a pagar a empresas ligadas 10.690 1.556 - - Dividendos e juros sobre o capital próprio 21.138 11.605 31.060 19.212 Outras obrigações 3.631 8.322 23.063 19.428 38.958 24.590 210.973 208.799 Exigível a longo prazo Empréstimos e financiamentos - - 109.281 150.202 Debêntures - - 200.000 200.000 Provisão para contingências 40 - 2.703 903 40 - 311.984 351.105 Participações minoritárias - - 121.002 103.465 Patrimônio líquido Capital social realizado 186.054 108.843 186.054 108.843 Reserva de capital 193.083 204.068 193.083 204.068 Reservas de lucros 118.511 170.405 118.511 170.405 Lucros acumulados 124.328 92.568 124.328 92.568 621.976 575.884 621.976 575.884 660.974 600.474 1.265.935 1.239.253 (*) Reclassificado www.timnordeste.com.br 12
  • 13. Demonstrações do Resultado Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 31.12.2001 31.12.2000 31.12.2001 31.12.2000 Receita operacional bruta Serviços de telecomunicações e venda de mercadorias - - 1.054.553 1.080.738 Deduções da receita bruta - - (228.303) (235.118) Receita operacional líquida - - 826.250 845.620 Custo dos serviços prestados e das mercadorias vendidas - - (362.289) (380.702) Lucro bruto - - 463.961 464.918 Receitas (despesas) operacionais Comercialização dos serviços - - (187.996) (233.850) Despesas gerais e administrativas (8.172) (9.413) (95.470) (86.578) Honorários dos administradores (516) (1.314) (516) (1.314) Despesas financeiras (10.252) (7.970) (85.729) (105.803) Receitas financeiras 565 2.285 32.688 12.852 Resultado da equivalência patrimonial 75.974 39.125 (1.888) - Outras receitas operacionais 766 - 16.846 7.830 Outras despesas operacionais (1.795) (1.481) (39.628) (21.384) Lucro operacional 56.570 21.232 102.268 36.671 Receitas não operacionais 54 10 3.885 4.194 Despesas não operacionais (348) (1) (6.040) (1.753) Lucro antes dos impostos, reversão dos juros sobre o 100.113 39.112 capital próprio e participações 56.276 21241 Imposto de renda e da contribuição social 2.722 - (20.123) (9.915) Reversão dos juros sobre o capital próprio 8.000 7.690 10.883 10.634 Programa de participação nos resultados (1.468) (787) (3.832) (2.117) Lucro líquido antes das participações minoritárias 65.530 28.144 87.041 37.714 Participações minoritárias - - (21.511) (11.060) Lucro líquido do exercício 65.530 28.144 65.530 26.654 Lucro líquido por lote de 1.000 ações 0,19 0,08 Quantidade de ações no final do exercício (em milhares) 337.768.635 334.399.028 www.timnordeste.com.br 13
  • 14. Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 (Em milhares de Reais) Reserva de capital Reservas de lucros Capital social Especial Lucros Dividendos Lucros realizado de ágio Estatutária Legal a realizar a pagar acumulados Total Saldos em 31 de dezembro de 1999 108.943 - 87.154 11.848 79.920 - 66.226 354.091 Cisão parcial (100) - - - - - - (100) Reserva de ágio reflexa - 204.068 - - - - - 204.068 Realização de reserva de lucros a realizar - - - - (9.924) - 9.924 - Lucro líquido do exercício - - - - - - 28.144 28.144 Destinações: - Reserva legal - - - 1.407 - - (1.407) - - Dividendos propostos - - - - - - (2.629) (2.629) - Juros sobre o capital próprio - - - - - - (7.690) (7.690) 108.843 204.068 87.154 13.255 69.996 - 92.568 575.884 Saldos em 31 de dezembro de 2000 Aumento de capital mediante transferência de reservas 77.211 (10.985) - - - - (66.226) - Realização de reserva de lucros a realizar - - - - (69.996) - 69.996 - Lucro líquido do exercício - - - - - - 65.530 65.530 Destinações: - Reserva legal - - - 3.277 - - (3.277) - - Dividendos propostos - - - - - - (11.438) (11.438) - Reserva de dividendos a pagar - - - - - 14.825 (14.825) - - Juros sobre o capital próprio - - - - - - (8.000) (8.000) Saldos em 31 de dezembro de 2001 186.054 193.083 87.154 16.532 - 14.825 124.328 621.976 www.timnordeste.com.br 14
  • 15. Demonstrações das Origens e Aplicações de Recursos Em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 31.12.2001 31.12.2000 (*) 31.12.2001 31.12.2000 (*) Origens dos recursos Das operações Lucro líquido do exercício 65.530 28.144 65.530 26.654 Itens que não afetam o capital circulante: Depreciação 1.224 1.068 155.367 124.889 Valor residual de ativo permanente baixado 55 227 7.441 2.664 Resultado da equivalência patrimonial em controladas (77.862) (39.125) - - Resultado da equivalência patrimonial em coligadas 1.888 - 1.888 - Variações monetárias do passivo exigível a longo prazo - - 38.716 10.118 Variações monetárias do ativo realizável a longo prazo (205) - - - Perdas por variação de percentual de participação em controladas e coligadas 1.866 - - - Participações minoritárias no lucro - - 21.511 11.060 (7.504) (9.686) 290.453 175.385 De acionistas Acervo líquido incorporado da cisão parcial da controladora - - - 204.068 De terceiros Debêntures - - - 200.000 Empréstimos e financiamentos - - - 178.163 Dividendos 9.188 3.665 - - Juros sobre o capital próprio 10.647 10.533 - - Transferência do realizável a longo prazo para o circulante 64.261 25.267 26.618 46.610 Provisões para contingências 40 - 1.800 - Outras obrigações - - - 3.373 84.136 39.465 28.418 428.146 76.632 29.779 318.871 807.599 Aplicações dos recursos Realizável a longo prazo 51.963 12.374 13.915 215.569 Investimento 11.100 4.500 11.100 - Imobilizado 476 1.782 131.977 202.111 Dividendos 11.438 2.629 11.438 2.629 Juros sobre o capital próprio 8.000 7.690 8.000 7.690 Transferência do exigível a longo prazo para o circulante - - 79.637 92.427 Participações minoritárias - - 3.974 5.245 Cisão parcial - 100 - 100 Efeitos líquidos em ativos e passivos para diluição de participação em controlada - - 2.762 - 82.977 29.075 262.803 525.771 Aumento (diminuição) do capital circulante líquido (6.345) 704 56.068 281.828 Variações no capital circulante líquido No início do exercício (9.660) (10.364) 140.238 (141.590) No final do exercício (16.005) (9.660) 196.306 140.238 Aumento (diminuição) do capital circulante líquido (6.345) 704 56.068 281.828 (*) Reclassificado www.timnordeste.com.br 15

Related Documents