Press Release
Resultados do Quarto Trimestre de 2004
e Resultado Anual
4T04 - página 2 de 13
Paulo Roberto Cruz Cozza
Contatos Diretor Financeiro e de Relaçõ...
4T04 - página 3 de 13
“ Iniciamos 2004 confiantes e conscientes de nossos desafios, certos de que
...
4T04 - página 4 de 13
Em 11 de outubro de 2004 as ações da TIM Participações S.A. passaram a ser negociadas...
4T04 - página 5 de 13
A TIM Participações encerrrou o ano com 5.656.598 clientes - 33,8% a mais do que em
F...
4T04 - página 6 de 13
Receitas Operacionais
A receita bruta de serviços em 2004 foi de R$ 2,8 bilhões, ...
4T04 - página 7 de 13
O custo anual das vendas de celulares foi de $ 508,8 milhões, superior aos R$ 316,7
...
4T04 - página 8 de 13
No 4T04 a inadimplência representou 3,0% da receita bruta, totalizando R$ 30, 0 milh...
4T04 - página 9 de 13
Lucro Líquido
O lucro líquido consolidado foi de R$ 265,9 milhões, 4,3% inferior ao re...
4T04 - página 10 de 13
Anexo 1
...
4T04 - página 11 de 13
Anexo 2
...
4T04 - página 12 de 13
Anexo 3
Indicadores O...
4T04 - página 13 de 13
Anexo 5
Indicadores Operacionais D...
of 13

Press Release 4 T04

Published on: Mar 4, 2016
Published in: Business      Economy & Finance      
Source: www.slideshare.net


Transcripts - Press Release 4 T04

  • 1. Press Release Resultados do Quarto Trimestre de 2004 e Resultado Anual
  • 2. 4T04 - página 2 de 13 Paulo Roberto Cruz Cozza Contatos Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 9913-0006 / 312-6862 jserafim@timsul.com.br Leonardo Marques Wanderley Relações com Investidores (81) 9923-0023 / (41) 312-6862 lwanderley@timsul.com.br Website http://www.timpartri.com.br Curitiba, 02 Fevereiro de 2005 – A TIM Participações S.A. (BOVESPA: TCLS3 e TCLS4; e NYSE: TSU), Companhia holding da TIM Sul S.A. e da TIM Nordeste Telecomunicações S.A., anuncia os resultados referentes ao 4º trimestre de 2004 (4T04) e resultado anual. A TIM Participações S.A., através das suas operadoras, presta serviço celular nos estados do Paraná, Santa Catarina, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e na cidade de Pelotas (RS). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado o contrário são apresentadas em base consolidada e em Reais, de acordo com a Legislação Societária. TIM PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2004 E RESULTADO ANUAL Líder e Top of mind nas regiões de atuação GSM: cobertura atinge 85,7 % da população urbana e lidera a aquisição de novos clientes Sucesso na migração de clientes do TDMA para o GSM: serviços e ofertas personalizadas para cada cliente Estratégia de retenção de clientes bem sucedida: manutenção de um dos menores índices de churn do setor Aumento de 146,7% nas adições líquidas e 33,8% na base de clientes em relação 2003 Expansão de 7,9% da base de pós-pago em 2004 25,6% de crescimento na receita bruta total Incremento do ARPU no 4T04 comparado ao 3T04 Crescimento de 110,1% na receita de VAS (Serviço de Valor Adicionado) EBITDA de R$ 886,2 milhões, 10% superior a 2003 Eficiência no custo de aquisição de clientes (SAC): R$ 95,10 no 4T04 Investimento recorde em 2004: R$ 675,0 milhões
  • 3. 4T04 - página 3 de 13 “ Iniciamos 2004 confiantes e conscientes de nossos desafios, certos de que avançaríamos na implantação da nossa rede GSM, ampliando a qualidade do relacionamento com nossos clientes, buscando novos patamares de eficiência operacional, mantendo o foco na exploração das sinergias do grupo e contribuindo para o desenvolvimento das regiões de atuação. Os compromissos assumidos em 2004 foram cumpridos. A rede GSM foi implantada em tempo recorde e a cobertura já atinge 599 municípios. A tecnologia hoje é a preferida pelo usuário. Conseguimos obter em 2004 um crescimento expressivo, adicionando à nossa base 1,4 milhão de clientes, mantendo o ARPU acima da média. Enfrentamos em 2004 um ambiente de crescimento acelerado e de concorrência acirrada nas regiões Sul e Nordeste, mas mantivemos a liderança em nossas áreas de atuação. Esse é o resultado da nossa estratégia de relacionamento segmentado e personalizado com os nossos clientes. Nossa marca continua a ser Top of Mind nas duas regiões. Nosso churn esta abaixo da média brasileira, a receita bruta cresceu 26% e o EBITDA absoluto expandiu 10%. Em linha com o mercado, nosso SAC subiu, mas se mantêm em um patamar racional que viabiliza o retorno. A sinergia com o grupo TIM é uma vantagem competitiva, que entre muitos outros aspectos nos permite desenvolver produtos utilizando a mesma plataforma tecnológica, de forma tal que, produtos desenvolvidos na Itália são lançados no nosso mercado em tempo recorde e a custos reduzidos ”. A Administração Incorporação da Tele Nordeste pela Tele Celular Sul Em 19 de agosto de 2004 e 30 de agosto de 2004, as Assembléias Gerais de Acionistas da Tele Nordeste Celular Participações S.A. (TND) e Tele Celular Sul Participações S.A. (TSU), respectivamente aprovaram a incorporação da TND pela TSU, deixando a incorporada de existir. Adicionalmente, a Tele Celular Sul Participações S.A. teve sua denominação social alterada para TIM Participações S.A. Com a incorporação, a TIM Participações S.A. passou a ser a controladora da TIM Nordeste Telecomunicações S.A. (anteriormente controlada pela TND), juntamente com a sua já controlada TIM Sul S.A. Através destas duas operadoras, a Companhia oferece serviços de telefonia celular em seis Estados na Região Nordeste do Brasil, e mais dois Estados e a Região de Pelotas, no Estado do Rio Grande do Sul.
  • 4. 4T04 - página 4 de 13 Em 11 de outubro de 2004 as ações da TIM Participações S.A. passaram a ser negociadas na Bovepa, com o nome de pregão TIM PART S/A, permanecendo os códigos de negociações da antiga Tele Celular Sul, ou seja; TCSL3 para as ações ordinária s e TCSL4 para as preferenciais. Quanto aos ADRs da Companhia, as negociação na Bolsa de Nova Iorque (NYSE) iniciaram em 15 de outubro de 2004, mantendo-se o código TSU. Análise do Desempenho Econômico-Financeiro Para fins de análise do desempenho econômico-financeiro da TIM Participações S.A., tendo em vista a reestruturação societária mencionada acima, foram elaborados demonstrativos pro-formas para o ano de 2003, apenas para para permitir a comparabilidade com as informações relativas a 2004. Dados Selecionados R$ milhares 4T03 4T04 Var. % 2003 2004 Var. % 4T04/03 Acum. Acum. 2004/03 Receita Bruta Total 766.321 1.001.586 30,7% 2.730.806 3.429.175 25,6% Receita Bruta de Serviços 639.180 773.012 20,9% 2.351.545 2.782.403 18,3% Receita Bruta de Venda de Aparelhos 127.141 228.574 79,8% 379.261 646.772 70,5% Receita Líquida Total 586.003 747.703 27,6% 2.110.263 2.564.632 21,5% Receita Líquida de Serviços 489.007 590.598 20,8% 1.818.190 2.120.727 16,6% Receita Líquida de Venda de Aparelhos 96.996 157.105 62,0% 292.073 443.905 52,0% EBITDA 229.891 260.815 13,5% 805.532 886.246 10,0% Margem EBITDA 39,2% 34,9% - 4,3 p.p. 38,2% 34,6% - 3,6 p.p. EBIT 120.094 116.929 -2,6% 365.802 388.105 6,1% Margem EBIT 20,5% 15,6% - 4,9 p.p. 17,3% 15,1% - 2,2 p.p. Lucro Líquido 107.903 83.372 -22,7% 277.827 265.935 -4,3% Mercado Adições Líquidas Base de Clientes 4T03 4T04 Var. % 2003 2004 Var. % 4T04/03 2004/03 Região Sul 168.854 361.344 114,0% 2.055.884 2.990.252 45,4% Região Nordeste 71.947 134.352 86,7% 2.172.525 2.666.346 22,7% TIM Participações S.A. 240.801 495.696 105,9% 4.228.409 5.656.598 33,8%
  • 5. 4T04 - página 5 de 13 A TIM Participações encerrrou o ano com 5.656.598 clientes - 33,8% a mais do que em Forte 2003 -, sendo 76,4% clientes do pré-pago e 23,6% do pós-pago. A base de pós-pago expansão cresceu 7,9% comparada a 2003. da mercado celular O total de adições líquidas foi de 1.428.189 clientes - 146,7% maior do alcançado em 2003-, sendo 495.696 só no 4T04. Em 2004 a penetração total - região Sul e Nordeste - foi estimada em 29% comparada a 19% em 2003, abaixo da penetração nacional de 36,6%. Quanto à atuação regional, a TIM Participações confirmou a sua liderança nas regiões Sul e Nordeste. Em particular, no Sul a penetração foi estimada em 39,5%, onde a Companhia registrou o market share estimado de 47,9%, enquanto no Nordeste a penetração atingiu 23,4% e o market share 39,9%. Overlay GSM Sucesso na O GSM – Sistema Móvel Global, a tecnologia mais utilizada no mundo – passou a ser implantação oferecida no 2º. semestre de 2003 aos clientes das operadoras da TIM Participações, que do GSM antes só operavam em TDMA. No final de 2004, a cobertura GSM já atingia 599 cidades, sendo portanto os serviços extendidos à 91% e 82% da população urbana na Região Sul e Nordeste, respectivamente. As cidades cobertas pelo GSM tem acesso ao GPRS, com o benefício de possuir a tecnologia EDGE em toda a região Sul e região Nordeste. Essas inovações facilitam o uso de serviços de dados e multimídia por parte dos clientes em todo o Brasil. A exemplo disto, no quarto trimestre de 2004, a TIM Participações lancou o acesso à TV – o TIM TV Access, que permite aos clientes o acesso às transmissões das TVs. Em 2005 serão lançados novos aparelhos com a tecnologia EDGE que suportarão o TIM TV Access. A TIM Participações é parte do grupo TIM, o qual representa a maior operadora de telefonia celular em tecnologia GSM do Brasil. Além disso, a TIM é a primeira operadora brasileira de telefonia celular a fechar acordos de roaming de dados e multimídia GPRS/MMS/EDGE no exterior. Ao final do ano, 36% dos clientes utilizavam a tecnologia GSM – 2.049.456 clientes, representando 46,4% e 24,8% da base de clientes da Região Sul e Nordeste, respectivamente.
  • 6. 4T04 - página 6 de 13 Receitas Operacionais A receita bruta de serviços em 2004 foi de R$ 2,8 bilhões, 18,3% superior a 2003. Esse incremento é atribuído, principalmente, à expansão de 33,8% na base de clientes e ao crescimento de 110,1% da receita de serviços de valor adicionado (VAS). No 4T04, a receita bruta registrada foi de R$ 773,0 milhões comparada a R$ 639,2 milhões do 4T03 – um crescimento de 20,9%. A receita bruta de aparelhos anual foi de R$ 646,8 milhões, um aumento de 70,5% em relação a 2003, resultante do maior crescimento da telefonia celular em 2004. No quarto trimestre, a receita foi de R$ 228,6 milhões, 79,9% superior aos R$ 127,1 milhões do 4T03. 25,6% de Aumento Como resultado, a receita bruta total foi de R$ 3,4 bilhões em 2004, 25,6% superior a de da Receita 2003. BrutaTotal A receita média por usuário (ARPU) da TIM Participações em 2004 foi de R$ 35,03, ARPU comparada a R$ 38,09 em 2003. A redução verificada resulta basicamente do forte cresce no crescimento da base de total de clientes, especialmente a expansão de 44% da base de 4T04 em clientes pré-pagos. Na Região Sul o ARPU anual foi de R$ 36,33 - 7,2% inferior a 2003, relação enquanto que no Nordeste foi de R$ 33,72, registrando uma queda de 9,4%, onde ao 3T04 adicionalmente temos os efeitos da implantação tardia do Bill & Keep. No 4T04 o ARPU foi de R$ 35,11 inferior aos R$ 38,11 do 4T03, principalmente em função do forte crescimento da base e do aumento da proporção de clientes pré-pagos no total da base ocorrido no período. Apesar disto, o ARPU no 4T04 incrementou 2,1% em relação ao 3T04. Custos e Despesas Operacionais Em 2004, o custo dos serviços (inclui o custo de rede e interconexão, sem depreciação/amortização e custo de pessoal) atingiu o montante de R$ 410,0 milhões, uma redução de 0,5% em relação aos R$ 411,9 milhões em 2003, mostrando uma eficiência de custos. O custo dos serviços relativos ao 4T04 foi de R$ 102,3 milhões versus R$ 94,4 milhões no 4T03.
  • 7. 4T04 - página 7 de 13 O custo anual das vendas de celulares foi de $ 508,8 milhões, superior aos R$ 316,7 Forte milhões em 2003. No trimestre o custo foi de R$ 161,2 milhões comparado a R$ 100,4 expansão na venda milhões no 4T03. O período registrou uma forte expansão no volume de venda de de celulares aparelhos, sendo que em 2004 foram vendidos 1,9 milhão de aparelhos em relação a 968,1 mil em 2003. Deste total, 731,9 mil aparelhos foram vendidos no 4T04 (92,9% superior aos 379,4 mil vendidos no 4T03). O GSM tem sido escolhido pela maioria dos usuários de celular, representando 98,7% dos celulares vendidos no 4T04. Com o crescimento mercado de telefonia celular, a Companhia direcionou seus esforços de Recorde vendas para o incremento da base. Neste cenário, as despesas comerciais do ano (sem de vendas: depreciação/amortização, inadimplência e custo de pessoal) foram de R$ 433,4 milhões, - 2,5 milhões 46,1% superiores às de 2003, resultado das adições brutas de clientes no período de adições 2,514,206 de clientes versus 1,465,004 clientes em 2003, um incremento de 71,6%. O forte brutas crescimento das vendas no período incrementou basicamente as despesas comerciais - 1,9 milhões relacionadas às comissões e taxa fistel, esta incidente sobre cada nova habilitação celular. de celulares Em relação ao trimestre, as despesas comerciais atingiram R$ 137,4 milhões versus R$ vendidos 86,3 milhões no 4T03. Em 2004 o custo de aquisição de novos clientes (SAC) foi R$ 124,4, um incremento de 14% em relação aos R$ 109,5 em 2003, refletindo um ambiente de maior competição, bem como os custos de migração do TDMA para o GSM. No 4T04 o SAC foi de R$ 95.1 versus R$ 86.2 no 4T03, em função do crescimento acelerado da base e do ambiente competitivo, que afetaram todas as operadoras. O SAC no trimestre foi 31% abaixo dos R$ 137,8 relativos ao 3T04, tendo em vista as campanhas personalizadas e voltadas principalmente para o segmento pós-pago. As despesas gerais e administrativas (G&A) - sem depreciação/amortização e custo de pessoal, totalizaram R$ 105,0 milhões, mantendo-se praticamente em linha com os R$ 102,0 milhões relativos a 2003. No trimestre as despesas G&A foram de R$ 21,4 milhões, 10,3% inferior as do 4T03, devido a redução nas despesas com serviços de terceiros. No período, as despesas com pessoal somaram R$ 115,6 milhões - sendo R$ 31,0 milhões relativas ao 4T04, comparadas a R$ 109,7 milhões em 2003 (R$ 28,2 milhões no 4T03) Em 2004 as despesas com inadimplência representaram 3,2% da receita bruta total, permancendo estável aos níveis de 2003. Em termos absolutos a inadimplência foi de R$ 112,6 milhões em 2004 versus R$ 87,5 milhões em 2003, devido ao desenvolvimento dos negócios no período.
  • 8. 4T04 - página 8 de 13 No 4T04 a inadimplência representou 3,0% da receita bruta, totalizando R$ 30, 0 milhões no período, 14,3% ao 4T03. EBITDA A TIM Participações registrou no ano o EBITDA – resultado operacional antes das 10% de despesas financeiras líquidas, excluindo-se depreciação e amortização – de R$ 886,2 aumento no EBITDA milhões, comparada a R$ 805,5 milhões em 2003. A margem EBITDA foi de 34,6%, ou seja; 3,6 p.p. inferior à margem de 38,2% relativa a 2003, tendo em vista o incremento do custo de vendas de aparelhos e das despesas comerciais decorrentes do aumento do volume das adições brutas de clientes, e pelos esforços para a ampliação da rede GSM no período. A Margem EBITDA de serviços, excluindo a receita e o custo de venda de aparelhos, foi de 44,9%, comparado a 45,7% no 2003 (- 0,8 p.p.). No trimestre, o EBITDA foi de R$ 260,8 milhões, 13,5% superior ao do 4T03. A margem EBITDA do período foi de R$ 34,9%, comparada com 39,2% no 4T03. A Margem EBITDA de serviços, excluindo a receita e o custo de venda de aparelhos foi de 44,9%, comparado a 47,7% no 4T03 (- 2,8 p.p.), refletindo principalmente o incremento das despesas comerciais no período. Depreciação e Amortização A Depreciação e Amortização do período foi de R$ 498,1 milhões, versus R$ 439,7 6% de milhões, um incremento de 13,3% em relação a 2003, resultante da expansão e inovação aumento no EBIT tecnológica da rede. Em 2004 a depreciação dos bens correspondentes à tecnologia TDMA esta sendo acelerada, os quais estarão integralmente depreciados até o exercício de 2008. EBIT O EBIT – resultado operacional excluindo-se juros e impostos – foi de R$ 388,1 milhões, comparado com R$ 365,8 milhões em 2003. Receita/Despesa Financeira Líquida A Companhia teve receita financeira líquida de R$ 60,6 milhões em 2004, comparada a R$ Redução 79,1 milhões em 2003. No ano, o volume médio de caixa direcionado às aplicações da receita financeiras reduziu 19,7%, e a taxa de remuneração (CDI) declinou 7,1 p.p.em relação a financeira 2003.
  • 9. 4T04 - página 9 de 13 Lucro Líquido O lucro líquido consolidado foi de R$ 265,9 milhões, 4,3% inferior ao registrado em 2003. Em 2003, o resultado foi acrescido pela receita não operacional, no montante de R$ 25,1 milhões, relativo ao ganho com a venda de sua participação na Blah!. Endividamento Em 31 de dezembro de 2004, o endividamento da Companhia era de R$ 104,1 milhões, sendo 60,4% dívidas de curto prazo. O caixa líquido ao final do período foi de R$ 752,2 milhões. Investimento Os investimentos relativos 2004 totalizaram R$ 675,0 milhões (R$ 308,9 milhões no 4T04), os quais foram direcionados basicamente à expansão da rede GSM. “Este comunicado contém declarações de previsão e/ou estimativas futuras. Tais expectativas são baseadas em uma série de suposições. Estas expectativas estão sujeitas a riscos e incertezas inerentes às projeções e/ou estimativas futuras. Os resultados poderão diferir materialmente das expectativas expressadas nas declarações de previsão e/ou estimativa futuras se um ou mais das suposições e expectativas .” Relação dos Anexos Anexo 1: Balanço Patrimonial (BR GAAP) Anexo 2: Demonstração de Resultado (BR GAAP) – Anexo 3: Indicadores Operacionais – Região Sul Anexo 4: Indicadores Operacionais – Região Nordeste Anexo 5: Indicadores Operacionais Consolidados – TIM Participações Anexo 6: Glossário
  • 10. 4T04 - página 10 de 13 Anexo 1 Balanço Patrimonial (BR GAAP) BALANÇO CONSOLIDADO (BRGAAP - Em milhares de R$) PRÓ-FORMA PRÓ-FORMA DESCRIÇÃO Dezembro/03 Dezembro/04 DESCRIÇÃO Dezembro/03 Dezembro/04 ATIVO 3.161.404 3.596.156 PASSIVO 3.161.404 3.596.156 CIRCULANTE 1.475.984 1.716.347 CIRCULANTE 819.209 1.086.605 Disponiblidades 756.833 856.332 Contas a pagar 410.408 691.022 Contas a receber de clientes 438.802 595.935 Empréstimos e Financiamentos 83.650 62.872 Estoques 28.621 47.200 Fornecedores 38.808 11.361 Impostos e contribuições a recuperar 136.808 91.154 Salários e contribuições sociais 23.510 20.842 Impostos e contribuição social diferido 105.383 108.706 Impostos e taxas a recolher 130.480 161.648 Outros direitos 9.536 17.020 Dividendos e juros sobre o capital próprio 105.092 114.678 Partes Relacionads 13.335 2.944 REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 273.058 242.057 Outros 13.926 21.239 EXIGÍVEL A LONGO PRAZO 163.280 95.439 PERMANENTE 1.412.363 1.637.752 PARTICIPAÇÃO DOS MINORITÁRIOS 374.887 393.605 Investimentos 11.470 9.890 Imobilizado 1.400.893 1.627.862 PATRIMÔNIO LÍQUIDO 1.804.028 2.020.507 Capital 687.411 884.504 Capital a integralizar (4.539) - Reserva especial 292.918 240.634 Reserva de lucro 828.238 895.369 As Demonstrações Financeiras Completas, incluindo as Notas Explicativas estão disponíveis no Website: www.timpartri.com.br
  • 11. 4T04 - página 11 de 13 Anexo 2 Resultado (BR GAAP) TIM Participações S.A. EBITDA (Em R$ milhares) DESCRIÇÃO 4T04 4T03 2004 2003 Pró-forma Pró-forma Receita Bruta 1.001.586 766.321 3.429.175 2.730.806 Serviços de Telecomunicações 773.012 639.180 2.782.403 2.351.545 Assinatura 78.294 92.759 358.178 358.347 Utilização 430.621 318.821 1.449.628 1.128.024 Interconexão 212.486 201.656 822.576 783.473 VAS 40.920 17.666 118.396 56.362 Outras 10.691 8.279 33.624 25.339 Receita de Mercadorias e Outros Serviços 228.574 127.141 646.772 379.261 Venda de produtos 228.574 127.141 646.772 379.261 Impostos e Descontos (253.883) (180.318) (864.543) (620.543) Impostos e descontos s/ serviços (182.414) (150.173) (661.676) (533.355) Impostos e descontos s/ venda de produtos (71.469) (30.145) (202.867) (87.188) Receita Liquida 747.703 586.003 2.564.632 2.110.263 Serviços 590.598 489.007 2.120.727 1.818.190 Produtos e outras receitas 157.105 96.996 443.905 292.073 Custos da operação (486.888) (356.112) (1.678.386) (1.304.731) Custo de pessoal (31.051) (28.174) (115.658) (109.757) Comercialização (137.449) (86.330) (433.418) (296.746) Rede e interconexão (102.287) (94.434) (410.057) (411.957) Gerais e administrativas (21.449) (23.892) (104.960) (101.986) Custo dos produtos vendidos (161.218) (100.367) (508.837) (316.694) Provisão para devedores duvidosos (30.148) (26.377) (112.605) (87.456) Outras receitas (despesas) operacionais (3.286) 3.462 7.151 19.864 EBITDA 260.815 229.891 886.246 805.532 EBITDA Margem 34,9% 39,2% 34,6% 38,2% Depreciação (107.681) (82.238) (361.950) (334.926) Amortização (36.205) (27.558) (136.191) (104.804) EBIT 116.929 120.094 388.105 365.802 EBIT Margem 15,6% 20,5% 15,1% 17,3% Outras receitas (despesas) não operacionais (399) 25.348 (4.592) 26.661 Equivalência patrimonial 0 (551) 0 (6.500) Resultado Financeiro Líquido 11.257 34.135 60.571 79.070 Despesas financeiras (21.738) (17.789) (68.801) (151.281) Variações cambiais, líquidas (1.231) (2.232) (4.241) (8.037) Receitas financeiras 34.225 54.157 133.613 238.388 Lucro (prejuízo) antes dos impostos 127.787 179.027 444.084 465.033 Imposto de renda e contribuição social (20.876) (45.455) (108.036) (111.813) Participações dos minoritários (23.539) (25.668) (70.113) (75.393) Lucro (prejuízo) líquido 83.372 107.903 265.935 277.827 As Demonstrações Financeiras Completas, incluindo as Notas Explicativas estão disponíveis no Website: www.timpartri.com.br
  • 12. 4T04 - página 12 de 13 Anexo 3 Indicadores Operacionais da Região Sul 4T03 4T04 Var. % 2003 2004 4T04/03 População estimada da região (milhões) 15,6 15,8 1,3% 15,6 15,8 Municípios Atendidos 256 297 16,0% 256 297 Penetração Total estimada 25% 39% +14,0 p.p. 25% 39% Market share 53,4% 47,9% -5.5 p.p. 53,4% 47,9% Total de Clientes 2.055.884 2.990.252 45,4% 2.055.884 2.990.252 Pré-pago 1.522.071 2.343.881 54,0% 1.522.071 2.343.881 Pós-pago 533.813 646.371 21,1% 533.813 646.371 Adições Brutas 346.548 518.878 49,7% 844.989 1.516.450 Adições Líquidas 168.854 361.344 114,0% 332.224 934.368 Churn 9,0% 5,6% -3,4 p.p. 27,9% 24,0% ARPU TOTAL R$38,00 R$35,82 -5,7% R$39,13 R$36,33 MOU TOTAL 94 77 -18,1% 95 83 Investimentos (R$ milhões) 119 148 24,6% 212 368 Empregados 958 1.143 19,3% 958 1.143 Anexo 4 Indicadores Operacionais da Região Nordeste 4T03 4T04 Var. % 2003 2004 4T04/03 População estimada da região (milhões) 28,3 28,6 1,0% 28,3 28,6 Municípios Atendidos 308 308 0,0% 308 308 Penetração Total estimada 16% 23% + 7 p.p. 16% 23% Market share 47,3% 39,9% - 9,5 p.p. 47,3% 39,9% Total de Clientes 2.172.525 2.666.346 22,7% 2.172.525 2.666.346 Pré-pago 1.467.251 1.975.342 34,6% 1.467.251 1.975.342 Pós-pago 705.274 691.004 -2,0% 705.274 691.004 Adições Brutas 176.391 338.393 91,8% 620.015 997.756 Adições Líquidas 71.947 134.352 86,7% 246.682 493.821 Churn 4,9% 7,9% 3,0 p.p. 18,3% 21,0% ARPU TOTAL R$38,21 R$34,33 -10,1% R$37,15 R$33,72 MOU TOTAL 108 91 -16,1% 106 96 Investimentos (milhões) 185 161 -13,0% 294 307 Empregados 1.023 1.046 2,2% 1.023 1.046
  • 13. 4T04 - página 13 de 13 Anexo 5 Indicadores Operacionais Dados Consolidados – TIM Participações S.A. 4T03 4T04 Var. % 2003 2004 4T04/03 População estimada da área (milhões) 43,9 44,4 1,1% 43,9 44,4 Municípios Atendidos 564 599 6,2% 564 599 Penetração Total estimada 19% 29% +10,0 p.p. 19% 29% Market share 50,1% 43,8% -6,3 p.p. 50,1% 43,8% Total de Clientes 4.228.409 5.656.598 33,8% 4.228.409 5.656.598 Pré-pago 2.989.322 4.319.223 44,5% 2.989.322 4.319.223 Pós-pago 1.239.087 1.337.375 7,9% 1.239.087 1.337.375 Adições Brutas 522.939 857.271 63,9% 1.465.004 2.514.206 Adições Líquidas 240.801 495.696 105,9% 578.906 1.428.189 Churn 6,9% 6,7% - 0,2 p.p. 22,8% 22,5% ARPU TOTAL R$38,11 R$35,11 -7,9% R$38,09 R$35,03 MOU TOTAL 101 84 -17,6% 101 90 Investimentos ( R$ milhões) 304 309 1,7% 506 675 Empregados 1.981 2.189 10,5% 1.981 2.189 Anexo 6 Glossário Indicadores operacionais Termos Financeiros Clientes – número de linhas móveis em serviço EBIT = Resultado operacional antes de juros e impostos. Adiçõe s bruta s – total de novos clientes adquiridos no EBITDA = Resultado operacional antes de juros, impostos, período depreciação e amortização. Adiçõe s líquidas = adições brutas – desconexões Margem EBITDA = EBITDA/ Receita Operacional Líquida. Market share: participação do mercado estimado = nº de CAPEX – (capital expenditure) investimento de capital clientes da Companhia / nº de clientes da área de atuação Subsídio = (receita líquida de mercadorias – custo de Marginal Market share: participação de adições líquidas mercadorias vendidas + descontos dados por fornecedores) / da companhia no total estimadas de adições líquidas na adições brutas área de atuação Dívida líquida = Dívida bruta – disponibilidades. Penetração do mercado: = nº de clientes da companhia + PL – Patrimônio líquido. nº de clientes estimado das concorrentes / cada 100 habitantes da área de atuação da Companhia Tecnologia e Serviços Churn rate – taxa percentual que mede o número de TDMA (Time Division Mutiple Access) – Tecnologia de acesso clientes desconectados durante um determinado período por múltipla divisão de tempo. de tempo. GSM (Global System for Mobile Communications) – Sistema ARPU (Average Revenue per user) – Receita média por global avançado de tecnologia de comunicação móvel. Sistema usuário por mês – é a média mensal de receita líquida por que armazena e codifica os dados do celular, como ligações e cliente dados do usuário, permitindo o reconhecimento de um Blended ARP U – ARPU da base total de clientes (pré- assinante em qualquer país a partir da rede GSM. O GSM é pagos + pós-pagos) hoje o padrão mais popular implementado mundialmente. ARPU pós-pago – ARPU dos clientes do serviço pós-pago EDGE (Enhanced Data rates for Global Evolution) – ARPU pré-pago – ARPU dos clientes do serviço pré-pago Velocidades elevadas de transmissão de dados para a MOU (minutes of use) – média mensal, em minutos, do evolução global. Técnica desenvolvida para aumetnar a tráfego por cliente = (Total de minutos originados + minutos velocidade de transmissão de dados por celular, criando uma entrantes ) / média mensal de clientes do período verdadeira banda larga para os aparelhos que utilizam a MOU pós-pago – MOU dos usuários do serviço pós-pago. tecnologia GSM. Os primeiros celulares EDGE disponíveis MOU pré-pago – MOU dos usuários do serviço pré-pago. oferecem velocidades que podem atingir até 200 Kbps, SAC – Custo de aquisição por cliente = (despesas de dependendo do modelo do aparelho utilizado. publicidade e propaganda + comissões + taxa Fistel + SMS (Short Message Service) – Serviço de mensagens curtas comodato + custos de retenção) de texto para aparelhos celulares, possibilitando o envio e recebimento de mensagens alfanuméricas.

Related Documents